Curso Online de RELACIONAMENTO ENTRE CASAIS,

Curso Online de RELACIONAMENTO ENTRE CASAIS,

Existem vários fatores que influenciam a qualidade de um relacionamento de casal, sendo que três deles são de extrema importância para um...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 3 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 24,90
(Pagamento único)

Mais de 10 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Existem vários fatores que influenciam a qualidade de um relacionamento de casal, sendo que três deles são de extrema importância para um vínculo harmonioso: a vida sexual, a vida em comum e a aceitação do outro.

A Vida Sexual

Sexo é Vida. A maioria de nós só existe e está vivo por causa do encontro sexual entre nossos pais. É a atração e o desejo sexual que move inicialmente o encontro entre o homem e a mulher. A qualidade da relação sexual entre o casal é um dos fatores primordiais na plenitudade do relacionamento à dois. Porém, como saber o que é uma vida sexual de qualidade? Basicamente, podemos nos guiar pela satisfação mútua do casal com relação à frequência, duração e intensidade dos encontros sexuais. Caso um dos parceiros esteja insatisfeito com qualquer um destes fatores, ele(a) acabará por levar esta insatisfação à outras áreas do relacionamento, causando uma tensão ainda maior na vida do casal.

A Vida em Comum

Compartilhar os momentos da vida juntos é o que traz a renovação do relacionamento de casal. Sair com os amigos, viajar, participar de cursos ou simplesmente sair para jantar juntos são alguns acontecimentos que unem e enriquecem a vida dos cônjuges. Uma vida em comum alimenta o companheirismo, a amizade e o vínculo entre os parceiros. Muitas vezes é esta vida em comum que dá a energia e a confiança para cada parceiro enfrentar e superar os desafios da vida.

A Aceitação do Outro

Este é talvez o fator mais difícil de ser alcançado no relacionamento à dois, pois envolve o auto-conhecimento e o auto-enfrentamento. Isso acontece porque a aceitação do outro só acontece quando cada um consegue realmente aceitar a si mesmo, ou seja, aceitar a família em que nasceu e/ou cresceu, aceitar o seu próprio corpo, as suas próprias limitações e a sua própria história de vida. É através desta auto-aceitação que podemos realmente enxergar o outro como ele(a) é: um ser humano igual à você em essência, mas com diferentes formas de se manifestar. Aceitar o outro basicamente significa dizer sim ao jeito do(a) parceiro(a) sem desejar qualquer mudança em sua atitude, postura, valor ou forma de se manifestar e, é neste ponto que muitas pessoas encontram resistências que geram tensões e conflitos de relacionamento. A realidade é que não existem qualidades ou defeitos no outro, mas sim atitudes e comportamentos que são agradáveis ou desagradáveis à um dos parceiros.

*Terapeuta naturalista e massagista. *Técnico em medicina chinesa, *Técnico em medicina ayurveda *Técnico em medicina e tibetana *Consultor programação neurolinguística. *Consultor inteligência emocional aplicada em sala de aula. *Técnico em leitura dinâmica, mapas mentais e aprendizagem acelerada. *Formado em química / biologia



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • O CASAL

    Arriscamos sair machucados
    e descobrimos que o amor não
    se aprofunda sem riscos
    Pouco tempo,
    diálogo e espiritualidade

    Diálogo do casal transforma a
    realidade da vida em Sinal de Salvação.
    O casal precisa recorrer
    ao diálogo,sistemático
    e programado.

  • O Estado de Vida mais comprometido com o AMOR é o casamento.
    - Deus é AMOR O Evangelho nos ensina a AMAR.
    O CASAL EM DIÁLOGO
    Lugar que o diálogo
    ocupa em sua
    vida conjugal.
    Ter consciência que
    são momentos vividos
    em espírito de Fé.

  • Tempo e diálogo

    O DEVER DE SENTAR-SE existe para
    ajudar os casais a renovar o seu SIM
    dado sempre no momento do
    SACRAMENTO DO MATRIMÔNIO.
    Casamento não é para ser solidão, nem silêncio, nem fuga, nem fingimento.
    Tem sentido se for ENCONTRO e COMPANHIA, prosa longa, sem pressa, cumplicidade, transparência e nudez.
    CASAMENTO é união de dois mistérios que, ou se revelam e decifram, ou se devoram e anulam.

  • O AMBIENTE PARA O DIÁLOGO

    Boa disposição de corpo e de alma dos que vão dialogar.
    - o casal sabe que Cristo já os estará a espera pacientemente, porque sempre chega antes Ele é o ponto de encontro.
    - Procurar sempre um lugar favorável.
    - Tempo e ocasião devem ser previstos, programados e reservados.

  • DIALOGAR SOBRE O CASAL

    O Casal deve dialogar sobre si mesmo conhecimento mútuo.
    Limite para o conhecimento: (discrição, respeito amoroso pelo Santuário íntimo, aberto só para Deus)
    Desmontar armadilhas do ciúme.
    Falar sobre formação cultura profissão.
    Possibilidades de renúncia.
    Se não houver revelação, desnudamento mútuo, haverá apenas tentativa de adivinhação, inúteis ou desastrosas.

  • DIALOGAR SOBRE A VIDA DE CASAL

    Amor Mútuo como anda (opção séria e fiel, pessoal e gratuita pelo outro)
    Linguagem afetiva.
    O casal deve tentar encontrar o espinho oculto que está incomodando.
    Examinar capacidade mútua de tolerância e perdão.
    Enfrentar a pergunta: gostamos de estar juntos?

  • DIALOGAR SOBRE A VIDA DE CASAL

    Partilhar informações s/doenças, profissão, negócios, economia, finanças, traçar projetos em comum, decisões tomadas em consenso.
    Conversar sobre seu relacionamento com Deus.
    Dialogar sobre o relacionamento social.
    O diálogo conjugal é o amor ou não é diálogo. O Amor é diálogo ou não é amor.

  • O TERCEIRO NO DIÁLOGO CRISTÃO.

    Inspirado no Evangelho.
    Não nasce da razão humana, mas das propostas de Jesus.
    Sua presença no barco dará coragem nas ventanias e tempestades.
    Jesus pede apenas que lhe prestem atenção,

  • DIÁLOGO SABER COMUNICAR

    Diálogo é ouvir falar perguntar, responder e concluir.
    Falar (verdade).
    Escutar ouvir sabedoria de vida.
    Responder: paciência, carinho, doçura e amor:
    Não distorcer palavras.
    Não carregar o tom.
    Não se deixar levar pelo desdém ou pela ironia.
    Não agir como adversários no tribunal.
    Expressamos nossos sentimentos e compreendemos que um não pode ler a mente do outro.
    Sem amor não existe comunicação.

  • Precisamos ter tempo e sossego necessários para podermos estar totalmente abertos e honestos um para com o outro
    Antes de tomar decisões o casal precisa orar.

    Respeitamos mais quando revelamos
    Nossas dificuldades
    Nossas diferenças
    Nossa individualidade

  • DIÁRIO DE BORDO



    Passamos a não ter medo das mudanças. Elas passaram a significar um crescimento em nosso casamento.

    Fotografem

    Escrevam
    Gravem

    A verdadeira oração consiste precisamente em unir nossa vontade à vontade de Deus.
    A oração prepara o elogio, a escuta e o perdão. Descobre-se qualidades, vitórias e avanços


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 24,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Casal
  • Tempo e Diálogo
  • Ambiente para o Diálogo
  • Dialogar Sobre o Casal
  • Dialogar Sobre a Vida de Casal
  • o Terceiro no Diálogo Cristão
  • Diálogo Saber Comunicar
  • Diário de Bordo
  • Dever de Sentar-se Junto Com Jesus
  • Mensagem
  • Terapia Cognitiva Com Casais
  • Questões Especiais
  • Referência Bibliográfica