Curso Online de INTELIGÊNCIA EMOCIONAL
3 estrelas 2 alunos avaliaram

Curso Online de INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL OU QE Pessoas com inteligência emocional são poderosas. Conseguem realizar o que desejam. As muralhas são pequen...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 4 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL OU QE

Pessoas com inteligência emocional são poderosas. Conseguem realizar o que desejam.
As muralhas são pequenas para o ele.

Inspire-se!

ORGANIZAÇÃO QUE BUSCA APRESENTAR CURSOS EM DIVERSAS ÁREAS DE ATUAÇÃO E FORMAÇÃO POR UM BAIXO CUSTO PARA OS USUÁRIOS.


- Thiago De Oliveira Pinto Pereira

- Mayra Paula Alves Silva

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

    INTELIGÊNCIA EMOCIONAL

  • INTRODUÇÃO

    INTRODUÇÃO

    CURSO DESTINADO A TODOS QUE BUSCAM CONHECIMENTO NA ÁREA.

    INTELIGÊNCIA EMOCIONAL NÃO É TÃO SIMPLES COMO PARECE E NEM TÃO COMPLICADO COMO PENSAM.

  • O QUE É?

    O QUE É?

    “Inteligência emocional é um conceito em Psicologia que descreve a capacidade de reconhecer os próprios sentimentos e os dos outros, assim como a capacidade de lidar com eles.”

    FONTE WIKIPEDIA

  • “    Até pouco tempo atrás o sucesso de uma pessoa era avaliado pelo raciocínio lógico e habilidades matemáticas e espaciais (QI). Mas o psicólogo Daniel Goleman, PhD, com seu livro "Inteligência Emocional" retoma uma nova discussão sobre o assunto. Ele traz o conceito da inteligência emocional como maior responsável pelo sucesso ou insucesso das pessoas. A maioria da situações de trabalho é envolvida por relacionamentos entre as pessoas. Desta forma pessoas com qualidades de relacionamento humano, como afabilidade, compreensão, gentileza têm mais chances de obter o sucesso.
    FONTE http://www.din.uem.br/

  • Daniel Goleman, em seu livro, mapeia a Inteligência Emocional em cinco áreas de habilidades:1. Auto-Conhecimento Emocional - reconhecer um sentimento enquanto ele ocorre.  2. Controle Emocional - habilidade de lidar com seus próprios sentimentos, adequando-os para a situação.  3. Auto-Motivação - dirigir emoções a serviço de um objetivo é essencial para manter-se caminhando sempre em busca.  4. Reconhecimento de emoções em outras pessoas.  5. Habilidade em relacionamentos inter-pessoais

  • A Inteligência Emocional está relacionada a habilidades tais como motivar a si mesmo e persistir mediante frustações; controlar impulsos, canalizando emoções para situações apropriadas; praticar gratificação prorrogada; motivar pessoas, ajudando-as a liberarem seus melhores talentos, e conseguir seu engajamento a objetivos de interesses comuns. (Gilberto Vitor)
       

  • HISTÓRIA

    HISTÓRIA

    “A designação de inteligência emocional mais antiga remonta a Charles Darwin, que em sua obra referiu a importância da expressão emocional para a sobrevivência e adaptação. Embora as definições tradicionais de inteligência enfatizem os aspectos cognitivos, como memória e resolução de problemas, vários pesquisadores de renome no campo da inteligência estão a reconhecer a importância de aspectos não-cognitivos.”
    FONTE WIKIPEDIA

  • “Em 1920, o psicometrista Robert L. Thorndike, na Universidade de Columbia, usou o termo "inteligência social" para descrever a capacidade de compreender e motivar os outros.[1] David Wechsler, em 1940, descreveu a influência dos fatores não-intelectuais sobre o comportamento inteligente, e defendeu ainda que os nossos modelos de inteligência não estariam completos até que esses fatores não pudessem ser adequadamente descritos.
    FONTE WIKIPEDIA

  • “Em 1983, Howard Gardner, em sua teoria das inteligências múltiplas[2] , introduziu a ideia de incluir tanto os conceitos de inteligência intrapessoal (capacidade de compreender a si mesmo e de apreciar os próprios sentimentos, medos e motivações) quanto de inteligência interpessoal (capacidade de compreender as intenções, motivações e desejos dos outros). Para Gardner, indicadores de inteligência como o QI não explicam completamente a capacidade cognitiva.[3] Assim, embora os nomes dados ao conceito tenham variado, há uma crença comum de que as definições tradicionais de inteligência não dão uma explicação completa sobre as suas características.
    FONTE WIKIPEDIA

  • “O primeiro uso do termo "inteligência emocional" é geralmente atribuído a Wayne Payne, citado em sua tese de doutoramento, em 1985.[4] O termo, entretanto, havia aparecido anteriormente em textos de Hanskare Leuner (1966). Stanley Greenspan também apresentou em 1989 um modelo de inteligência emocional, seguido por Peter Salovey e John D. Mayer (1990), e Goleman (1995).
    FONTE WIKIPEDIA

  • “Na década de 1990, a expressão "inteligência emocional", tornou-se tema de vários livros (e até best-sellers) e de uma infinidade de discussões em programas de televisão, em escolas e mesmo em empresas. O interesse da mídia foi despertado pelo livro "Inteligência emocional", de Daniel Goleman, redator de Ciência do The New York Times, em 1995.[5] No mesmo ano, na capa da edição de Outubro, a revista Time perguntava ao leitor - "Qual é o seu QE?" - apresentando um importante artigo assinado por Nancy Gibbssobre o livro de Goleman e despertando o interesse da mídia sobre o tema. A partir de então, os artigos sobre inteligência emocional começaram a aparecer com frequência cada vez maior por meio de uma ampla gama de entidades académicas e de periódicos populares.[6]
    FONTE WIKIPEDIA


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • INTELIGÊNCIA EMOCIONAL
  • INTRODUÇÃO
  • O QUE É?
  • HISTÓRIA
  • INTELIGÊNCIA INTERPESSOAL
  • INTELIGÊNCIA INTRA PESSOAL
  • TIPOS DE INTELIGÊNCIA
  • GOLEMAN
  • INTELIGÊNCIAS MULTIPLAS
  • CRIATIVIDADE
  • POTENCIAL CRIATIVO
  • PROCESSO CRIATIVO
  • AMPLIANDO A CRIATIVIDADE
  • CARACTERÍSTICAS DA INTELIGÊNCIA
  • INTELIGÊNCIA EMOCIONAL NO TRABALHO