Curso Online de Depressão - Causas e Cura

Curso Online de Depressão - Causas e Cura

Depressão é uma palavra frequentemente usada para descrever nossos sentimentos. Todos se sentem "para baixo" de vez em quando, ou de alto...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 8 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Depressão é uma palavra frequentemente usada para descrever nossos sentimentos. Todos se sentem "para baixo" de vez em quando, ou de alto astral às vezes e tais sentimentos são normais. A depressão, enquanto evento psiquiátrico é algo bastante diferente: é uma doença como outra qualquer que exige tratamento. Muitas pessoas pensam estar ajudando um amigo deprimido ao incentivarem ou mesmo cobrarem tentativas de reagir, distrair-se, de se divertir para superar os sentimentos negativos. Os amigos que agem dessa forma fazem mais mal do que bem, são incompreensivos e talvez até egoístas.

Cabeleireiro de 31 anos, proprietário de Salão de Beleza, com experiência de 15 anos na área da Beleza. Especialidades: Cortes masculino, feminino e infantil. Colorimetria. Design de Sobrancelhas. Mechas. Alisamentos em Geral. Tratamentos de reconstrução capilar.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • DEPRESSÃO

    depressão

    causas e cura

  • Introdução

    introdução

    a depressão é um tema muito atual e de enorme incidência. há muito tempo tem-se estudado a temática, havendo uma série de conceitos, compreensões e mesmo forma de tratamento que são sugeridas pelas diversas abordagens terapêuticas.

  • Aspectos Gerais e Dados

    aspectos gerais e dados

    de acordo com dados do hospital santa lúcia de brasília, df, depressão é uma doença que atinge, aproximadamente, 24 milhões de pessoas na américa latina e caribe e tem seu início, geralmente, entre os quinze e vinte e quatro anos de idade. para cada homem, há duas mulheres que sofrem da doença. entre 40 e 60% dos casos de suicídio, há relação com a depressão. outro dado interessante é que homens depressivos morrem quatro vezes mais por suicídio que mulheres. finalmente, apenas um em cada quatro deprimidos procura ajuda.

  • a unicamp (universidade de campinas) possui um programa sobre a temática da depressão, coordenado pelo dr. roosevelt cassorla, professor do departamento de psiquiatria, que aponta que a doença é o grande problema do final do milênio e que atinge cerca de 6% da população, sendo a segunda maior causa de mortes, constando depois apenas dos acidentes automobilísticos.

  • Modelo Médico

    modelo médico

    segundo informações médicas, a depressão é um problema relacionado à circulação dos neurotransmissores cerebrais. a depressão pode ser reativa a algum problema real, mas com o tempo vai se tornando física.

  • regularmente há combinação de causas, destacando-se: predisposição genética; personalidade; reação a situações difíceis e frustrantes; reação a perda de ente querido; problemas financeiros, profissionais e sociais; reações ao parto; psicoses; abuso de medicamentos (cortisona, anfetaminas, quimioterapia), álcool e outras drogas; doenças físicas (hipotireoidismo, câncer, reumatismo, insuficiência cardíaca, infarto, cirurgias, aids); traumatismos cranianos; doenças cerebrais (acidente vascular cerebral, insuficiência circulatória cerebral, alzheimer, arteriosclerose, esclerose múltipla, parkinson, tumores, epilepsia, aneurismas); anemias e hipovitaminoses.

  • dentro de um modelo médico tradicional são apontados muitos sintomas da doença, destacando-se: desânimo, insônia, apatia, falta de vontade, pensamentos pessimistas, obsessivos, falta de concentração e memória, ansiedade, palpitações. logicamente os sintomas podem variar bastante de caso para caso.

  • Modelo Psicanalítico

    modelo psicanalítico

    desde que escreveu o seu principal artigo sobre a temática ("luto e melancolia", publicado no ano de 1917), sigmund freud, o pai da psicanálise, deixou claro que se devem diferenciar alguns aspectos quando se procura uma compreensão das depressões, do ponto de vista da psicanálise.

  • Freud

    freud

    "o luto, de modo geral, é a reação à perda de um ente querido, à perda de alguma abstração que ocupou o lugar de um ente querido, como o país, a liberdade ou o ideal de alguém, e assim por diante. em algumas pessoas, as mesmas influências produzem melancolia em vez de luto; por conseguinte, suspeitamos que essas pessoas possuem uma disposição patológica".

  • dessa maneira, o autor esclarece que o luto, por mais intenso que seja, é uma condição normal da vida, assim não é algo patológico. não deve ser submetido a um tratamento médico. o luto deve ser superado com o tempo, por mais difícil que isso possa ser. já em relação à melancolia, o psicanalista aponta para traços bastante característicos: desânimo profundo, falta de interesse no mundo, perda da capacidade de amar, diminuição da autoestima e comportamentos de auto recriminação. para diferenciar o luto da melancolia, freud diz: "a perturbação da autoestima está ausente no luto. afora isso, porém, as características são as mesmas".

  • considerando-se essa distinção, o psicanalista fernando falabella tavares de lima, diretor clínico do núcleo de estudos e temas em psicologia – netpsi, de são paulo, aponta que o afeto (libido) que havia sido destinado para o objeto amado, que deixou de existir, deve ser retirado dele e retornar para o próprio sujeito. "para que esse caminho seja possível, cada lembrança que o sujeito possui, do seu objeto amado, deve ser muito investida de afeto, ou seja, as pessoas devem falar e se lembrar muito sobre o ente que se foi para que, dessa maneira, possa ir ocorrendo o desinvestimento", esclarece fernando.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • DEPRESSÃO
  • Introdução
  • Aspectos Gerais e Dados
  • Modelo Médico
  • Modelo Psicanalítico
  • Freud
  • Processo da melancolia
  • Generalidades
  • Como é? - Sintomas
  • Os sintomas corporais
  • Outros sintomas que podem vir associados aos sintomas centrais são: 
  • Diferentes tipo de depressão
  • DEPRESSÃO PÓS-PARTO
  • Fatores biológicos
  • Fatores psicológicos
  • Sintomatologia
  • Psicose Puerperal e Síndrome Depressiva Crônica
  • Depressão pós-parto masculina
  • Mudanças no comportamento
  • Atenção aos sintomas
  • Depressão e doenças cardíacas
  • Depressão no paciente com câncer
  • A identificação da depressão
  • Causa da Depressão
  • Curar a depressão
  • O merecimento ou a auto-punição
  • Alternativas de Tratamento
  • Drogas Antidepressivas
  • Internação
  • Psicoterapia
  • Psicanálise
  • 5 dicas que você pode fazer para se sentir melhor
  • Exercício
  • Além de fazer exercício aeróbio, algumas posições de yoga pode ajudar
  • Alimente-se com uma boa alimentação e nutrição.
  • Identifique problemas, mas não se debruce sobre eles.
  • Expresse-se.
  • Olhe para o lado positivo.
  • Teste de Depressão - Auto-avaliação
  • RESULTADO= SOME OS ÍTENS