Curso Online de QUAL É A DIFERENÇA ENTRE A  CLÍNICA MÉDICA  E A  CLÍNICA PSICANALÍTICA?

Curso Online de QUAL É A DIFERENÇA ENTRE A CLÍNICA MÉDICA E A CLÍNICA PSICANALÍTICA?

Este trabalho propõem analisar a diferença entre a clínica médica da clínica psicanalítica, que pressupõem trabalhos distintos. Um br...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 24 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Este trabalho propõem analisar a diferença entre a clínica médica da clínica psicanalítica, que pressupõem trabalhos distintos.
Um breve histórico como cada profissional se posiciona frente aos sintomas dos diversos pacientes, ao diagnosticar e do tratamento.

Pedagogia - habilitações de Magistério de Ensino Fundamental nas Séries Iniciais e Administração da Educação Bacharel em Educação Teológica Formação de Formadores EJA SESI E SENAC SENAI /FAT/ NEDUC/ PLANFORT / GOV. FEDERAL /MINISTÉRIO DO TRABALHO ? Brasília. Pós-Graduação em Pedagogia Empresarial Formação em Psicanálise APEP (presencial em andamento.) Formação em Terapia Familiar Formaçao em Conselheira familiar e mediação de conflitos Pós-Graduação em Terapia Cognitiva Comportamental em andamento Curso Treinamento Transtornos (Escolares em andamento) Especialista em Psicopedagoga (Institucional Clínica e Empresarial) Contatos: (21) 96885-8565 (CLARO) WhatsApp (21)98305-7564 (TIM) CNPJ ? 14.032.217/0001-98 http://lattes.cnpq.br/5509934



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • QUAL É A DIFERENÇA ENTRE A CLÍNICA MÉDICA E A CLÍNICA PSICANALÍTICA?

    QUAL É A DIFERENÇA ENTRE A CLÍNICA MÉDICA E A CLÍNICA PSICANALÍTICA?

  • Este trabalho propõem analisar a diferença entre a clínica médica da clínica psicanalítica, que pressupõem trabalhos distintos.
    Um breve histórico como cada profissional se posiciona frente aos sintomas dos diversos pacientes, ao diagnosticar e do tratamento.

  • Medicina

  • Etimologia.
    O port.esp.it. Medicina, respectivamente do séc. XII-XIII, e do séc. XII-XIII (em espamhol na forma melezina em 1220-1250, fr. Médecine, do séc. XII (que suplantou o fr. Ant. Mecine, cursivo at[e o sec. XIV), ing. Medicine, c. 1320, empréstimo ao frances, al. Medizin, do séc. XIV-XV (sinônimo dos germanismos Heilkunste Heilkunde), é o lat. Medicina, ‘arte de curar, medicina’ `medicamento, remédio, mezinha, tratamento, do lat. Medicus, `medico, cirurgião’ derivado do verbo lat. Mederi, `cuidar, tratar, curar’.

  • O sentido de `medicamento, remédio, mezinha’, do vocabulário lat. Medicina, passou a todas a línguas modernas tratadas, sendo que em portugues esse signficado documenta-se antes, no século VI, da acepção de `nome da ciência médica’que é do século XVII.

  • O lat. Medicina é também a origem do port.mezinha, do séc. XV (no séc. XIII como meezinha), vocábulo que em frances antigo se registra na forma mecine, cujo sentido principal é o de `remédio, medicamento’.

  • IDADE MODERNA
    SÉC. XV P- XVIII
    . MEDICINA
    EXPERIMENTALISMO / CIÊNCIA
    Anatomia
    Circulaçao sanguínea
    Cirurgia

    . PRÁTICAS
    Plantas medicinais
    Curas de ares
    Benzeduras

  • Conceito.
    Medicina, na sua dupla qualidade de ciência e arte, é todo o campo coberto pelas ciências médicas, expressão que transborda da tradicional posição de arte de curar e das noções restritas de conservação da saúde, para alcançar o fim de ciência do homem.

  • Finalidade da medicina:
    Satisfazer as necessidades essenciais do homem;
    Prevenir a doença, inclusive antes do nascimento;
    Curá-la ou atenuá-la, quando manifesta;
    Suprimir a dor;
    Propiciar à comunidade um melhor conhecimentos das enfermidades;
    Intervir como reguladora nas relações entre o homem e a comunidade em que vive;

  • Finalidade da medicina: continuação
    Ser presente no colóquio singular que se estabelece entre médico e paciente em termos não apenas somáticos,como psíquicos;
    Proteger a vida humana face às crescentes pressões psicológicas e limitações físicas, rompendo o ciclo fatal dentro do qual os homens se encontram encerrados;
    Prolongar a vida;
    Liberar e enriquecer o espírito humano.

  • A medicina lastreada de seu conteúdo científico, assume, ao aplicar-se caráter de atividade artística, apoiada em elementos de intuição, seja, de conhecimento direto e imediato do real, de maneira a revelar o que os seres são como indivíduos.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • QUAL É A DIFERENÇA ENTRE A CLÍNICA MÉDICA E A CLÍNICA PSICANALÍTICA?
  • Etimologia