Curso Online de SOCIOLOGIA DO CONSUMO

Curso Online de SOCIOLOGIA DO CONSUMO

Neste trabalho analisamos as relações estabelecidas entre o tipo de corpo ideal e os investimentos efetuados pelas adolescentes, nomeada...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 7 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Neste trabalho
analisamos as relações estabelecidas entre o tipo de corpo ideal e os investimentos
efetuados pelas adolescentes, nomeadamente as dietas e o exercício físico.
Numa sociedade de consumo, as convicções e convenções são substituídas pela flexibilidade e pela
mobilidade, permitindo deste modo, e através do próprio consumo, transformaria as representações da boa
vida em realidade. Por isso, a construção do eu, traduz-se na posse de bens desejados e na
prossecução de estilos de vida que envolvem uma dada construção corporal. Funde-se a preocupação
interna com a saúde e a preocupação externa com a aparência, o movimento e o controle do corpo.
Dois fatores são fundamentais na sociedade de consumo: a dieta e o exercício físico. Estas formas de
investimento corporal são usadas para preservar a vida, aumentando os seus prazeres, que passam por
consumir, gastar e saciar o desejo: o corpo na cultura de consumo é então um veículo de prazer.
Mostramos como, com base na comparação social, as adolescentes desenvolvem estratégias
socialmente aprovadas para alcançar o tipo de corpo que lhes permite uma nova forma de ascensão.
social.

VAGNER FERREIRA SILVA É FORMADO EM CIÊNCIAS SOCIAIS PELA UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL(ULBRA)E PÓS GRADUADO(ESPECIALIZAÇÃO) EM SEGURANÇA PUBLICA E INTELIGENCIA ESTRATÉGICA E CURSO DE EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA NO USO INDEVIDO DE DROGAS E MEDIAÇÃO DE CONFLITOS E CURSO DE EXTENSÃO DE DIREITOS HUMANOS.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Sociologia do consumo

    Sociologia do consumo

    A influencia da Mídia para o consumo de bens e serviços e o culto à beleza do corpo

  • Sociologia do Consumo de bens e serviços

    Sociologia do Consumo de bens e serviços

    A sociedade de consumo consiste num modelo de sociedade em que o consumo é manipulado pelas empresas, despertando necessidades artificiais, incitando à aquisição excessiva , fomentando o desperdício e originando desequilíbrios económicos e sociais.

  • .

    .

    A crescente concentração das empresas, e a emergência de grandes organizações nas sociedades contemporâneas, conferem aos vendedores de bens de consumo um grande poder econômico e influência social, assim como uma posição contratual determinante sobre a outra parte contratante, o comprador.

  • .

    .

    A situação mais comum dos consumidores é a da ignorância sobre as condições do mercado e sobre a real situação dos bens e serviços adquiridos. A publicidade piora ainda as coisas quando exagera certas qualidades dos produtos para tentar seduzir os potenciais interessados. Por isso se diz que o consumidor é a parte mais fraca no contrato de compra e venda, e a necessidade de superar esta debilidade com legislação e campanhas de defesa do consumidor.

  • .

    .

    O consumo é simultaneamente um fato social e econômico. Existem fatores sociais e econômicos que o influenciam. O principal fator econômico é o rendimento. Segundo a «lei psicológica fundamental» de Keynes, quando o rendimento aumenta, as despesas para consumo aumentam também, mas menos que proporcionalmente, enquanto a poupança vai aumentar mais que proporcionalmente.

  • .

    .

    Em 1867, Ernst Engel, especialista em Estatística, demonstrou que o aumento do rendimento provoca uma modificação na estrutura do consumo. Assim seria possível distinguir 3 categorias de bens: - os bens «inferiores»,cujo consumo desce à medida que aumenta o rendimento - os bens «normais» cujo consumo aumenta à medida que o rendimento aumenta,mas proporcionalmente menos -os bens «superiores» cujo consumo aumenta mais que proporcionalmente ao aumento do rendimento.

  • .

    .

    A estrutura do consumo varia conforme a composição demográfica do agregado familiar: quanto mais numerosa for a família, maior é o peso das despesas de consumo para a alimentação.

  • A idade dos elementos que compõem cada agregado familiar constitui também um fator que influencia a estrutura de consumo: uma família com uma média de idades elevada tem tendência a privilegiar as despesas da alimentação, saúde e habitação, em prejuízo das despesas para o lazer e transporte.

  • .

    .

    A localização da habitação do agregado familiar influencia também a respectiva estrutura de consumo. As famílias urbanas gastam mais nas despesas de lazer e transportes que as famílias rurais.

  • O sociólogo J. Baudrillard mostrou como o ato de consumir é um ato eminentemente simbólico: o consumidor não compra um bem unicamente para satisfazer uma necessidade, mas para afirmar a sua vinculação a um determinado grupo ( ou classe) social que lhe serve de referência. Sendo assim, podemos dizer que o consumo faz parte do processo de comunicação social através do qual os indivíduos comunicam uns aos outros o seu status, a sua personalidade.

  • .

    .

    Outro sociólogo, Pierre Bourdieu, associa o ato de consumir à noção de habitus ( trata-se de um conceito que se refere aos padrões de comportamento interiorizados pelos elementos de um determinado meio social). Os indivíduos têm gostos e preferências que aos seus olhos parecem ser o mais natural possível, mas que são na realidade o resultados de padrões comportamentais interiorizados que o indivíduo recebeu do meio social em que está inserido.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Sociologia do consumo
  • Sociologia do Consumo de bens e serviços
  • .
  • A ânsia de adquirir e acumular bens deixa de ser um meio para a realização da vida, tornando-se um fim em si mesmo, o símbolo da felicidade capitalista.
  • culto ao corpo
  • .
  • A doença do consumo desenfreado
  • Por que os shopping centers assumem tanta importância na vida das pessoas, a ponto de ser considerados indispensáveis para algumas delas?
  • Conceito e sociedade
  • .
  • O consumidor dos bens culturais não é apenas um ser passivo, ao contrário, ele é um ser reflexivo
  • .
  • Algumas classes sociais são críticas em relação à televisão, bem como seus produtos.
  • .
  • A concepção da indústria cultural
  • .