Curso Online de Chá - A Arte de Bem servir

Curso Online de Chá - A Arte de Bem servir

"O chá é um convite à viagem, é um prazer para os sentidos e um apelo à partilha: é uma bebida que fala a linguagem da paz". Aprenda com ...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 7 horas

Por: R$ 49,90
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

"O chá é um convite à viagem, é um prazer para os sentidos e um apelo à partilha: é uma bebida que fala a linguagem da paz".
Aprenda com este curso a arte de bem servir chá, quer seja um chá formal ou informal.

Nossos cursos são elaborados por grandes profissionais e feitos com dedicação, temos intuito de propagar o conhecimento de uma forma fácil e eficiente, sem complicação, visando principalmente a qualidade de nossos cursos e a satisfação de nosso alunos e cursistas.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Chá – Arte de Bem Servir

    Chá – Arte de Bem Servir

    Prof. Maria da Luz Sousa Email: maria.luz.sousa@gmail.com

  • O chá é um convite à viagem, é um prazer para os sentidos e um apelo à partilha: é uma bebida que fala a linguagem da paz

  • A Planta do Chá

    A Planta do Chá

    O chá faz-se exclusivamente a partir das folhas mais jovens da planta Camellia sinensis.

  • Diferentes Tipos de Chá

    Diferentes Tipos de Chá

    Camellia sinensis

    Fermentados
    Muita teína

    Semi-
    -fermentados

    Não fermentados
    Pouca teína

    Chá preto ou vermelho

    Oolong

    Chá verde

    Chá
    branco

  • Introdução

    Introdução

    O chá é um evento social, que tem como características o seu horário e o consumo do chá e de bebidas não alcoólicas, servidas junto com alimentos leves. O chá íntimo foi um hábito muito cultivado em sociedade, quando as mulheres não trabalhavam fora. Esta modalidade de recepção adquiriu, por isso, características mais apreciadas pelas senhoras. Das formas de recepção, é a que tem maior vínculo com a mulher.

  • Os coqueteis passaram a ser mais apreciados depois da entrada das mulheres no círculo dos negócios. Permitem que sejam servidas bebidas alcoólicas, mais ao gosto dos homens, e a mulher será uma presença distinta se acompanhada e bebe com moderação, ou limita-se ao consumo de coqueteis suaves ou não alcoólicos.

  • Poderiam ser distinguidos o chá íntimo, reunindo um pequeno número de amigos; o chá informal, para um número maior de convidados, com propósito apenas recreativo e de confraternização; e o chá formal, festivo, comemorativo ou em homenagem a uma mulher. Em qualquer dessas modalidades, o chá é tradicionalmente realizado a partir do meio da tarde, e termina ao por do sol, antes da hora em que será necessária a iluminação artificial. As duas primeiras horas do anoitecer, quando já é necessário acender as luzes, são as horas próprias para os Coquetéis, não mais para o Chá.

  • Locais e modos de servir

    Locais e modos de servir

    O Chá íntimo pode ser servido na mesa da sala de jantar e também – utilizando-se o carrinho de chá e com a ajuda da empregada –, na sala de estar, na varanda da casa, em uma pérgula ou caramanchão no jardim. A própria anfitriã enche as chávenas e as passa aos convidados mais próximos dela, e estes as repassam às demais. A própria anfitriã lhes apresenta pequenas travessas com os salgadinhos para se servirem.

  • O chá informal e o formal são mais bem servidos em mesinhas, em um salão aberto e claro, ou em uma varanda, ou no gramado do jardim amplo, fora da visão dos transeuntes de uma rua pública. A razão é o chá ser um "suador", ainda mais eficaz que o café e o chocolate quentes. Por isso, é bastante favorável ao conforto dos participantes que seja servido em local bem ventilado. Em uma grande recepção  também são armadas barracas geralmente brancas ou beges, para abrigar o bufê .

  • Para o chá informal com muitas pessoas, monta-se uma mesa larga que funciona como um bufê semelhante ao de uma recepção de casamento. Mesas menores, geralmente desmontáveis ou dobráveis, são dispostas para os convidados tomarem lugar. Diferente do coquetel, o chá não pode dispensar mesinhas, a menos que os convidados sejam poucos e estejam próximos do carrinho de chá ou de uma mesa de centro que tenha os comestíveis e as bebidas. Seria um malabarismo arriscado tentar equilibrar nas mãos a xícara e o pires de uma bebida quente, com o guardanapo, a colherinha e um sanduíche ou uma fatia de bolo na beira do pires.

  • O número de assentos em cada mesinha deve permitir que seus ocupantes fiquem à vontade, com espaço para os utensílios de que vão se servir. Os convidados ocupam as mesinhas e cada um se dirige ao bufê onde pega o prato com um guardanapo, seleciona e coloca no prato o que deseja comer, passa manteiga, patê ou mel previamente no que desejar, e serve-se da bebida que preferir. Ao servir-se da bebida quente, o convidado coloca primeiro o quanto deseja do chá, de café ou de chocolate, depois completa com o leite, se for o caso. Observa-se, naturalmente, uma certa ordem de servir, para que ninguém faça seu caminho na contramão dos demais.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 49,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Chá – Arte de Bem Servir
  • A Planta do Chá
  • Diferentes Tipos de Chá
  • Introdução
  • Locais e modos de servir
  • Guarnição da Mesa do bufê
  • O que contem a bandeja de chá
  • O que contem a bandeja do café
  • Fora das bandejas
  • Comestíveis
  • Modos de fazer
  • Ajuda à anfitriã
  • Receber
  • Convite – Chá Formal
  • Convite – Chá Informal
  • Espaço, Música e Decoração
  • Boas-maneiras e Etiqueta