Curso Online de Receitas Sem Glúten

Curso Online de Receitas Sem Glúten

Pessoas com alergia ou intolerância ao glúten possuem uma dieta especial que não contém essa proteína. Para variar o cardápio, aproveite ...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 15 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Pessoas com alergia ou intolerância ao glúten possuem uma dieta especial que não contém essa proteína. Para variar o cardápio, aproveite este curso com muitas receitas saborosas para preparar as suas refeições.

Licenciada em Estudos Europeus pela Universidade Lusófona do Porto. Desenvolve a sua actividade profissional como Assessora de Imprensa e como formadora. Tem conhecimento e experiência em Formação a distância, tanto em ambientes síncronos como assíncronos, nomeadamente através de plataformas LMS. Possuí várias formações realizadas através de plataformas de formação à distância. Ministra formação sobre variados assuntos.Os seus interesses são diversificados salientando-se a política, as artes decorativas, saúde, alimentação saudável e bem-estar, religião e esoterismo.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Receitas Sem Glúten

    Receitas Sem Glúten

  • Pessoas com alergia ou intolerância ao glúten possuem uma dieta especial que não contém essa proteína. Para variar o cardápio, aproveite este curso com muitas receitas saborosas para preparar as suas refeições.

  • Algumas considerações sobre a Doença celíaca

    Algumas considerações sobre a Doença celíaca

  • Muitas pessoas têm alergia a algum tipo de alimento, geralmente corantes, ou ao leite, por exemplo. Pense, então, numa intolerância a um produto que está presente em vários alimentos, os mais comuns no nosso dia a dia, como pão, macarrão, biscoitos, bolos e mingaus.

  • Este elemento é o glúten - a principal proteína presente no trigo, centeio, cevada e aveia.
    Para a pessoa apresentar intolerância ao glúten ela precisa ter dois fatores:
    1 - predisposição genética, isto é, nascer com chance de desenvolver esta intolerância;

  • 2 - comer alimentos que contenham glúten. Esta intolerância é para a vida toda e acontece, principalmente porque o glúten danifica o intestino delgado e com isso prejudica a absorção dos nutrientes dos alimentos.

    Essa é a doença celíaca (DC).

  • E O QUE É O GLÚTEN?
    É o nome dado à proteína presente no trigo, no centeio, na aveia, na cevada e no subproduto da cevada que é o malte. A parte tóxica do glúten para o celíaco é chamada de prolamina, que corresponde a 50% da proteína do glúten que não se dissolve na água e que é solúvel no etanol.

  • QUAIS OS PRINCIPAIS SINTOMAS?
    Os sintomas da DC podem surgir em qualquer idade. Os alimentos com glúten, em geral, são introduzidos na dieta da criança a partir dos 6 meses. Depois de meses ou anos após esta introdução, os sintomas da DC se iniciam e podem variar de pessoa para pessoa. Assim, o indivíduo com DC pode apresentar apenas um único sintoma ou vários sintomas, que estão descritos a seguir:

  • Forma Clássica:
    diarreia crônica (que dura mais de 30 dias), dor de barriga, barriga inchada, humor alterado (irritabilidade ou apatia), perda de apetite, desnutrição, anemia, vômitos, emagrecimento ou pouco ganho de peso, atraso no crescimento.

  • Forma Atípica:
    osteoporose, hipoplasia do esmalte dentário (manchas no dente) , dor nas juntas ou inflamação nas juntas (artrite), intestino preso, ciclo menstrual irregular, esterilidade, abortos de repetição, problemas neurológicos como ataxia (anda como se fosse uma pessoa bêbada); epilepsia, que pode estar associada com calcificação no cérebro; neuropatia periférica, doença muscular, problemas psiquiátricos, como depressão e esquizofrenia, autismo, aftas (úlceras na boca que se repetem frequentemente).

  • QUAL O TRATAMENTO DA DC?
    O único tratamento conhecido até o momento é a dieta totalmente sem glúten de forma permanente. Ou seja, o tratamento está na alimentação!
    E por que essa dieta totalmente sem glúten é importante?


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Receitas Sem Glúten
  • Algumas considerações sobre a Doença celíaca
  • ALIMENTOS Permitidos e proibidos
  • Receitas sem Glúten
  • Farinha sem glúten
  • Farinha para empanar sem glúten
  • Pão de milho sem glúten
  • Massa para lasanha sem glúten
  • Substituto de ovos
  • Bolo de Chocolate
  • Biscoitinhos de laranja
  • Biscoito de castanha do pará
  • Bolo de nozes com maçã
  • Bolinhos fritos de banana
  • Creme de banana
  • Biscoito de polvilho frito
  • Biscoitinho de mel
  • Pão doce com frutas secas
  • Bolo de Iogurte
  • Bolo de abóbora com coco
  • Torta de laranja
  • Bolo chá das 5
  • Bolo de mandioca com mel
  • Bolo de maçã cremoso
  • Muffins de banana com canela
  • Muffins de abóbora
  • Biscoito de amendoim
  • Biscoito salgado de farinha de grão de bico
  • Bolo de caqui
  • Bolo chuva (na frigideira)
  • Bolachinhas de Natal
  • Bolo de Amendoim
  • Brigadeiro de café
  • Brigadeiro sem leite e sem glúten
  • Pão de Batata
  • Pão australiano sem glúten
  • Waffles sem glúten
  • Pudim de abacaxi
  • Sorvete de manga
  • Bolinho de mandioca
  • Bolo de carne
  • Coxinhas de frango com massa de arroz
  • Nhoque de ricota
  • Massa de arroz ao molho de ervas
  • Empadão com massa biscoito
  • Salada cítrica de quinoa
  • Vídeos Recomendados