Curso Online de Manual De Etiqueta

Curso Online de Manual De Etiqueta

O que você irá aprender: Regras de etiqueta Apresentação Casamentos Como comportar-se à mesa Receber amigos em casa Coquetel Jantar infor...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 2 horas

De: R$ 50,00 Por: R$ 35,00
(Pagamento único)

Mais de 0 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

O que você irá aprender: Regras de etiqueta Apresentação Casamentos Como comportar-se à mesa Receber amigos em casa Coquetel Jantar informal Jantar americano Jantar formal Serviço à francesa Almoço informal Chá das cinco Organizar festas Convites Como se vestir Dicas de presentes Como preparar um buffet – receitas.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • Manual De Etiqueta

    Manual De Etiqueta

  • Apresentação
    1. Sempre se apresenta o homem à mulher. Todavia, tratando-se de um religioso, a mulher deverá ser apresentada.
    2. Apresenta-se uma pessoa mais moça a uma mais idosa, e a solteira à casada.
    3. A mulher deverá estender a mão, antes que o faça o homem que lhe foi apresentado. No entanto, se a pessoa apresentada se limitar a um outro cumprimento, deverá ser correspondido do mesmo modo (exemplo: ligeira inclinação de cabeça).

  • 4. A mulher, em sociedade, nunca se levanta ao ser apresentada a outra mulher, com exceção se esta for a anfitriã ou uma senhora de idade.
    5. Os anfitriões não necessitam apresentar todos os convidados entre si, no caso de uma recepção de grandes proporções. Basta apresentar alguns à chegada. E num coquetel usa-se a mesma praxe.
    6. O convidado de honra, numa recepção de cerimônia, é apresentado a todos os convidados e deverá ficar ao lado da anfitriã, à entrada e de pé.

  • Casamentos
    Os convites - impressos em cartões de formato grande, duplo ou simples, conforme a elegância da cerimônia o exigir – são distribuídos com trinta dias de antecedência, para que os convidados não assumam outros compromissos. Atenção: as frases como “os noivos receberão os cumprimentos na igreja” são inteiramente indelicadas. Se a recepção é só para alguns convidados após a cerimônia na igreja, estes receberão um convite especial que deve ser colocado no envelope.

  • A cerimônia do casamento tradicional se mantém, com poucas variações, embora com alguns modismos. Permanece, por exemplo, a presença de duas meninas, ou de um menino, ou de um menino e uma menina, que procedem a noiva na entrada da igreja.
    Na sacristia, os noivos, ao receberem os cumprimentos, colocam-se entre seus pais e avós. Os convidados devem limitar suas palavras, evitando efusões por demais cansativas. Cumprimentam-se os membros da família quando não conhecidos, com uma ligeira inclinação de cabeça.

  • Na recepção, os noivos ou seus pais agradecem a cada convidado os presentes ou flores recebidos, Isto não dispensa o casal de manifestar os agradecimentos por escrito, logo ao chegar da viagem de núpcias. A decoração das mesas deve ser requintada, reservando-se um lugar especial para o bolo clássico. Evitar os enfeites de noivinhos, bonequinhos ou pombinhos, de gosto mais do que duvidoso.
    Uma inovação: tornou-se costume elegante convidar dois, três ou mais casais de padrinhos de cada noivo. É uma forma simpática de homenagear um maior número de familiares ou amigos.

  • Regras de etiqueta
    Fale baixo - a tendência das pessoas é elevar o tom de voz.
    Evite assuntos particulares em público - a conversa pode deixar as pessoas constrangidas.
    Dê preferência à conversa ao vivo - valorize aquele que está na sua frente e deixe para conversar pelo celular depois.
    Nos restaurantes, não fique papeando - há pessoas que desejam fazer a refeição em paz.
    Retorne as ligações - se alguém deixar recado na caixa postal, não se esqueça de ligar de volta.
    Escolha bem a campainha - os ringtones(toques de celular)  refletem seu estado de espírito. Portanto, escolha bem. E cuidado com os tons engraçadinhos.

  • Atenção ao horário - só ligue de madrugada para alguém se for algo muito urgente.
    Desligue o aparelho nas reuniões de negócio - se tiver esperando uma ligação urgente, avise os participantes e deixe o aparelho no modo vibratório.
    Respeite a platéia e o artista - nas salas de cinema, teatro, espetáculos nunca atenda o telefone.
    Preserve o silêncio nas bibliotecas e museus - as pessoas precisam se concentrar.
    Não atrapalhe médicos e enfermos - evite usar o celular nos consultórios e nos hospitais.
    Nas ocasiões fúnebres e ambientes religiosos, esqueça o celular - Respeite a fé e a dor alheia.

  • Espere desembarcar do avião - só ligue o celular no saguão.
    Procure guardar o celular no bolso ou na bolsa - é melhor que deixar o aparelho à mostra.
    Pergunte se a pessoa pode atender - antes de começar a falar, veja se a pessoa pode falar.
    Peça autorização para fotografar - os celulares com câmera embutida são populares, mas não se esqueça de pedir para clicar. K.A.

  • À mesa
    Serviço: pode-se começar a comer após algumas pessoas terem sido servidas, se o serviço for lento.
    Guardanapo: colocar no colo, durante a refeição, aberto totalmente ou não, conforme o tamanho. Usá-lo sempre antes de levar o copo ou o cálice à boca. No final, colocá-lo ao lado do prato, sem dobrar mas também sem o amarrotar.
    Talheres: os que estão mais longe do prato são os primeiros a usar e, naturalmente, os últimos são os mais próximos do prato. Não se limpam os talheres com o guardanapo, antes de serem usados. 

  • Ao parar de usar os talheres, estes devem ser colocados sobre o prato (a faca na borda) e os cabos nunca apoiados na mesa. Acabando de comer, colocam-se sobre o prato, no sentido perpendicular à borda da mesa.
    Garfo e faca: no Brasil usa-se mais a regra de usar o garfo sempre na mão esquerda, à maneira européia. Usando-se a faca e o garfo ao mesmo tempo, seguram-se ambos da mesma maneira, isto é, a extremidade dos cabos na palma da mão, apoiando-se o índex pouco aquém da lâmina da faca ou dos dentes do garfo.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 35,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Manual De Etiqueta