Curso Online de Tecnologias na Educação
4 estrelas 2 alunos avaliaram

Curso Online de Tecnologias na Educação

O Curso oferece suporte para donheciemnto de como se deve dar a inserção das tecnologias na educação.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 30 horas

Por: R$ 29,99
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

O Curso oferece suporte para donheciemnto de como se deve dar a inserção das tecnologias na educação.

Pedagoga, Psicopedagoga, Pós Graduada em Projetos e Implementação de Educação à Distância, Pós Graduanda em Coordenação Pedagógica, Pós Graduada em Espaços Educadores Sustentáveis e Graduada em Engenharia Ambiental.Atua como Coordenadora Pedagógica na Educação Infantil.


- Keicia Oliveira Costa

- Jerfesson Rodrigues Cordeiro

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO

    TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO

  • INTRODUÇÃO   A revolução trazida pelos meios de comunicação e principalmente, pela internet, possibilita o acesso à informação de maneira cada vez mais rápida. Assim as novas tecnologias surgem como um instrumento fundamental de promoção de oportunidades e inclusão de crianças e adolescentes em um mundo digital

    INTRODUÇÃO   A revolução trazida pelos meios de comunicação e principalmente, pela internet, possibilita o acesso à informação de maneira cada vez mais rápida. Assim as novas tecnologias surgem como um instrumento fundamental de promoção de oportunidades e inclusão de crianças e adolescentes em um mundo digital

  • As novas tecnologias vêm possibilitando o rompimento das fronteiras da comunicação. Os recursos tecnológicos são uma forma de ensinar e aprender que proporciona ao aluno que não possui condições de comparecer diariamente à escola a oportunidade de adquirir os conteúdos que são repassados aos estudantes da educação presencial.

    As novas tecnologias vêm possibilitando o rompimento das fronteiras da comunicação. Os recursos tecnológicos são uma forma de ensinar e aprender que proporciona ao aluno que não possui condições de comparecer diariamente à escola a oportunidade de adquirir os conteúdos que são repassados aos estudantes da educação presencial.

  • Nos dias atuais deparamos com sociedade atualizada no mundo globalizado, no entanto é necessário visar que os meio de comunicação está sendo cada dia mais introduzido no ambiente escolar no intuito de atrair os alunos e desenvolver melhor o conteúdo aplicado em sala de aula, mas para que isso ocorra de maneira correta e tendo em retorno bons resultados precisa- se de professores prontos para receber os alunos cheios de dúvidas, argumentos e opiniões. Por isso a importância da introdução da tecnologia aplicada na educação.

    Nos dias atuais deparamos com sociedade atualizada no mundo globalizado, no entanto é necessário visar que os meio de comunicação está sendo cada dia mais introduzido no ambiente escolar no intuito de atrair os alunos e desenvolver melhor o conteúdo aplicado em sala de aula, mas para que isso ocorra de maneira correta e tendo em retorno bons resultados precisa- se de professores prontos para receber os alunos cheios de dúvidas, argumentos e opiniões. Por isso a importância da introdução da tecnologia aplicada na educação.

  •   Nos últimos tempos estamos vivendo em uma época de rápido desenvolvimento das tecnologias informáticas, com o acesso a redes globais de computadores, ao correio eletrônico, a bases de dados, a bibliotecas virtuais, a CD-ROMs, a uma enorme oferta de software, entre outros.

      Nos últimos tempos estamos vivendo em uma época de rápido desenvolvimento das tecnologias informáticas, com o acesso a redes globais de computadores, ao correio eletrônico, a bases de dados, a bibliotecas virtuais, a CD-ROMs, a uma enorme oferta de software, entre outros.

  • Esse progresso está provocando mudanças enormes na organização da nossa vida e do nosso trabalho e também nas escolas.

    Esse progresso está provocando mudanças enormes na organização da nossa vida e do nosso trabalho e também nas escolas.

  • Vivemos no mundo em que a tecnologia torna-se um fator essencial para a nossa vida, não conseguimos nos imaginar sem um aparelhinho para nos comunicarmos: celular, ipod e etc.

    Vivemos no mundo em que a tecnologia torna-se um fator essencial para a nossa vida, não conseguimos nos imaginar sem um aparelhinho para nos comunicarmos: celular, ipod e etc.

  • As crianças e jovens têm acesso cada vez mais cedo ao computador, à internet, às câmeras digitais, e outros recursos tecnológicos, mediante a tais avanços, se faz necessário um novo olhar para as tradicionais ferramentas intermediárias do processo ensino aprendizagem -LGS (lousa, giz e saliva). 

    As crianças e jovens têm acesso cada vez mais cedo ao computador, à internet, às câmeras digitais, e outros recursos tecnológicos, mediante a tais avanços, se faz necessário um novo olhar para as tradicionais ferramentas intermediárias do processo ensino aprendizagem -LGS (lousa, giz e saliva). 

  • Os profissionais da educação têm sido motivados pelas instituições a utilizarem novas tecnologias em sala de aula, pois torna-se um processo mais participativo, incentivando cada vez mais o trabalho coletivo dos alunos e professores, motiva o educando ao trabalho de pesquisa e o papel do professor se torna orientador do processo e construtor do conhecimento.

    Os profissionais da educação têm sido motivados pelas instituições a utilizarem novas tecnologias em sala de aula, pois torna-se um processo mais participativo, incentivando cada vez mais o trabalho coletivo dos alunos e professores, motiva o educando ao trabalho de pesquisa e o papel do professor se torna orientador do processo e construtor do conhecimento.

  • Se pensarmos nestas mudanças e nas implicações que podem ter nos processos ensino/aprendizagem ficamos confrontados com uma série de dúvidas, mas também adquirimos algumas certezas. Uma é que o aproveitamento otimizado destas novas tecnologias implica uma mudança drástica das nossas formas de ensinar e aprender. O uso de textos, vídeos e sons pode revolucionar os processos de ensino/aprendizagem.

    Se pensarmos nestas mudanças e nas implicações que podem ter nos processos ensino/aprendizagem ficamos confrontados com uma série de dúvidas, mas também adquirimos algumas certezas. Uma é que o aproveitamento otimizado destas novas tecnologias implica uma mudança drástica das nossas formas de ensinar e aprender. O uso de textos, vídeos e sons pode revolucionar os processos de ensino/aprendizagem.

  • No atual modelo de ensino, o professor ocupa o papel central, determinando, na maior parte das vezes, o ritmo de aprendizagem. Aproveitando melhor as novas tecnologias nas escolas, o papel do aluno será mais relevante, sendo possível uma aprendizagem mais pessoal, mais rica, mais rápida e com menos custos. O professor terá sempre um papel importante na ajuda ao aluno. Ainda mais se estiver acompanhando as transformações tecnológicas.  

    No atual modelo de ensino, o professor ocupa o papel central, determinando, na maior parte das vezes, o ritmo de aprendizagem. Aproveitando melhor as novas tecnologias nas escolas, o papel do aluno será mais relevante, sendo possível uma aprendizagem mais pessoal, mais rica, mais rápida e com menos custos. O professor terá sempre um papel importante na ajuda ao aluno. Ainda mais se estiver acompanhando as transformações tecnológicas.  


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 29,99
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO
  • INTRODUÇÃO   A revolução trazida pelos meios de comunicação e principalmente, pela internet, possibilita o acesso à informação de maneira cada vez mais rápida. Assim as novas tecnologias surgem como um instrumento fundamental de promoção de oportunidades e inclusão de crianças e adolescentes em um mundo digital
  • As novas tecnologias vêm possibilitando o rompimento das fronteiras da comunicação. Os recursos tecnológicos são uma forma de ensinar e aprender que proporciona ao aluno que não possui condições de comparecer diariamente à escola a oportunidade de adquirir os conteúdos que são repassados aos estudantes da educação presencial.
  • Nos dias atuais deparamos com sociedade atualizada no mundo globalizado, no entanto é necessário visar que os meio de comunicação está sendo cada dia mais introduzido no ambiente escolar no intuito de atrair os alunos e desenvolver melhor o conteúdo aplicado em sala de aula, mas para que isso ocorra de maneira correta e tendo em retorno bons resultados precisa- se de professores prontos para receber os alunos cheios de dúvidas, argumentos e opiniões. Por isso a importância da introdução da tecnologia aplicada na educação.
  •   Nos últimos tempos estamos vivendo em uma época de rápido desenvolvimento das tecnologias informáticas, com o acesso a redes globais de computadores, ao correio eletrônico, a bases de dados, a bibliotecas virtuais, a CD-ROMs, a uma enorme oferta de software, entre outros.
  • Esse progresso está provocando mudanças enormes na organização da nossa vida e do nosso trabalho e também nas escolas.
  • Vivemos no mundo em que a tecnologia torna-se um fator essencial para a nossa vida, não conseguimos nos imaginar sem um aparelhinho para nos comunicarmos: celular, ipod e etc.
  • As crianças e jovens têm acesso cada vez mais cedo ao computador, à internet, às câmeras digitais, e outros recursos tecnológicos, mediante a tais avanços, se faz necessário um novo olhar para as tradicionais ferramentas intermediárias do processo ensino aprendizagem -LGS (lousa, giz e saliva). 
  • Os profissionais da educação têm sido motivados pelas instituições a utilizarem novas tecnologias em sala de aula, pois torna-se um processo mais participativo, incentivando cada vez mais o trabalho coletivo dos alunos e professores, motiva o educando ao trabalho de pesquisa e o papel do professor se torna orientador do processo e construtor do conhecimento.
  • Se pensarmos nestas mudanças e nas implicações que podem ter nos processos ensino/aprendizagem ficamos confrontados com uma série de dúvidas, mas também adquirimos algumas certezas. Uma é que o aproveitamento otimizado destas novas tecnologias implica uma mudança drástica das nossas formas de ensinar e aprender. O uso de textos, vídeos e sons pode revolucionar os processos de ensino/aprendizagem.
  • No atual modelo de ensino, o professor ocupa o papel central, determinando, na maior parte das vezes, o ritmo de aprendizagem. Aproveitando melhor as novas tecnologias nas escolas, o papel do aluno será mais relevante, sendo possível uma aprendizagem mais pessoal, mais rica, mais rápida e com menos custos. O professor terá sempre um papel importante na ajuda ao aluno. Ainda mais se estiver acompanhando as transformações tecnológicas.  
  • Lemos, com frequência, que as tecnologias de comunicação estão provocando profundas mudanças em todas as dimensões da nossa vida. Elas vêm colaborando, sem dúvida, para modificar o mundo e estão derrubando as paredes das salas de aula das nossas escolas e universidades, fazendo com que professores e alunos ingressem no espaço virtual.
  • O jovem aluno não procura mais o conhecimento bem estruturado e de fácil acesso nos livros didáticos, mas no imenso universo do hipertexto. Diante dessa realidade, o aluno tem que reaprender a estudar e o professor a ensinar.
  • As escolas estão passando por uma ampla transformação no tocante aos seus métodos de ensino, principalmente nos recursos utilizados no processo ensino-aprendizagem.
  • Em épocas passadas, todo conhecimento se centralizava na figura do mestre, que era o único detentor do saber, e dele dependia toda a produção, processamento e transmissão do saber, essa era a postura da chamada Escola Tradicional.
  • Seus recursos didáticos limitavam-se ao uso do quadro negro, o giz e do livro, o espaço para a produção do conhecimento também era restrito a sala de aula e a frequência integral e regular era um dos requisitos para o alunato ser aprovado. nos dias atuais as novas tecnologias adentraram espaços escolares e não escolares.
  • Este curso tem o objetivo de investigar qual o papel dos recursos tecnológicos, os benefícios trazidos por estes e como os professores estão atuando em meio a esses recursos.
  • É possível criar usos múltiplos e diferenciados para as tecnologias. Nisso está o seu encantamento, o seu poder de sedução. Podemos fazer coisas diferentes com as mesmas tecnologias.
  • Com a Internet podemos comunicar-nos -enviar e receber mensagens- podemos buscar informações, podemos fazer propaganda, ganhar dinheiro, divertir-nos ou vagar curiosos, como voyeurs, pelo mundo virtual.
  • Há um novo reencantamento pelas tecnologias porque participamos de uma interação muito mais intensa entre o real e o virtual. Dessa forma, após análise de assuntos pertinentes ao tema, pudemos verificar que as transformações tecnológicas ocorrem a cada instante.  
  • A palavra tecnologia é de origem grega: tekne e significa “arte, técnica ou ofício”. Já a palavra logos significa “conjunto de saberes”.
  • Por isso, a palavra define conhecimentos que permitem produzir objetos, modificar o meio em que se vive e estabelecer novas situações para a resolução de problemas vindos da necessidade humana.
  • Enfim, é um conjunto de técnicas, métodos e processos específicos de uma ciência, ofício ou indústria.
  • Se pensarmos a tecnologia como modificadora do meio onde vivem os homens, devemos pensar que tudo é tecnologia, desde uma pedra (Idade das pedras ou pré-história) usada para utensílios e armas, até os mais modernos computadores da idade contemporânea.
  • O tema abordado nesse curso tem relação com o uso das tecnologias em sala de aula e em salas e ambientes temáticos. Além disso, ainda faz referências aos benefícios que as tecnologias trabalhadas em sala de aula traz para as crianças e adolescentes da ONG Esperança podem usufruir.
  • Ainda relata sobre a preocupação com a formação dos professores e a atualização destes n oque se refere ao uso das tecnologias na sala de aula.
  • Juntamente com as instituições educacionais, os professores precisam enfrentar o desafio de incorporar as novas tecnologias como conteúdo de ensino e aprendizagem, preparando o aluno para além de pesquisar, pensar, resolver os problemas e as mudanças que acontecem ao seu redor
  • AVANÇO TECNOLÓGICO NA EDUCAÇÃO
  • O INÍCIO DE TUDO...
  • AS PRIMEIRAS FERRAMENTAS
  • GARANTIA NA USABILIDADE DA TECNOLOGIA
  • A PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR!!!
  • DOCENTE X TECNOLOGIA
  • CRONOLOGIA DAS FERRAMENTAS
  • AS PRIMEIRAS FORMAS DE ESCRITA: DA PENA À CANETTA
  • DO PAPIRO AO LIVRO
  • A EVOLUÇÃO DA CARTEIRA ESCOLAR
  • O AVANÇO DO QUADRO NEGRO
  • MÁQUINA DE DATILOGRAFAR: DA MANUAL À ELÉTRICA
  • A EVOLUÇÃO DO RETROPROJETOR
  • DO MIMIÓGRAFO À MÁQUINA DE XEROGRAFAR
  • A TELEVISÃO
  • DO VÍDEO AO DVD
  • MÁQUINA FOTOGRÁFICA: DA ANALÓGICA À DIGITAL
  • O SOM
  • A EVOLUÇÃO DO COMPUTADOR
  • CONTRUBUIÇÃO DO AVANÇO TECNOLÓGICO PARA A EDUCAÇÃO
  • A ADEQUADA UTILIZAÇÃO DOS RECURSOS TECNOLÓGICOS
  • O PERFIL DO PROFISSIONAL DA EDUCAÇÃO FRENTE AO AVANÇO TECNOLÓGICO
  • O PROFESSOR E A TECNOLOGIA
  • REVISÃO DE POSTURA NECESSÁRIA AO PROFESSOR
  • IMPORTANTE!!!
  • Desenvolvimento
  • As novas tecnologias aplicadas à área da educação devem ser utilizadas com objetivos específicos, considerar a capacidade cognitiva e a faixa etária dos usuários, as estratégias didáticas e a capacidade de operacionalização. A ONG Esperança conta com ambientes/salas temáticas, que favorecem a aprendizagem e o desenvolvimento de competências e habilidades específicas das crianças e adolescentes e cabe a você propor como será este espaço.  
  • “Apoio ao Aluno Para Sucesso
  • da Aprendizagem”
  • RECURSOS TECNOLÓGICOS: Lousa interativa JUSTIFICATIVAS E ESTRATÉGIAS DE USO: A lousa digital em sala de aula ganha cada vez mais adeptos. Ela é uma grande aliada do professor, ajudando-o a fazer de forma mais eficiente o que já fazia, pois leva a tecnologia e a linguagem que fazem parte do universo dos alunos ao ambiente pedagógico.
  • OBJETIVOS: Obter maior integração e interesse do aluno, estimular o trabalho do professor e do aluno. APLICAÇÃO DE TECNOLOGIAS ASSSISTIVAS: Toque sensível para crianças com deficiência.
  • RECURSOS TECNOLÓGICOS: Mesas educacionais de alfabetização interativas JUSTIFICATIVAS E ESTRATÉGIAS DE USO: Nessas mesas o professor pode trabalhar uma tabuada interativa ou mesmo o trabalho com a silabação ou reescrita de frases, palavras e textos.
  • OBJETIVOS: As mesas tem o objetivo de interagir o aluno com seus pares e se o professor bem como facilitar a assimilação de conteúdos interdisciplinares. APLICAÇÃO DE TECNOLOGIAS ASSSISTIVAS: As mesas podem apresentar adaptações para sujeitos com alguma deficiência, como por exemplo, toque sensível.
  • RECURSOS TECNOLÓGICOS: Notebook e internet JUSTIFICATIVAS E ESTRATÉGIAS DE USO: O professor pode pedir que o aluno busque informações sobre o conteúdo desejado em forma de textos e imagens, pedir que levantem hipóteses sobre o que encontraram e instigar a discussão sobre os resultados encontrados.
  • OBJETIVOS: Utilizar software de pesquisa e interação. APLICAÇÃO DE TECNOLOGIAS ASSSISTIVAS: Os notebooks podem ter teclados adaptados, tipo teclado colmeia, mouse adaptado e ainda softwares.
  • RECURSOS TECNOLÓGICOS: Data Show JUSTIFICATIVAS E ESTRATÉGIAS DE USO: O Data show pode ser utilizado para projetar imagens para que os alunos visualizem melhor o conteúdo de uma aula de ciências por exemplo.
  • OBJETIVOS: Utilizar como recurso de visualização para desenvolvimento de um tema escolhido. APLICAÇÃO DE TECNOLOGIAS ASSSISTIVAS: Os recursos audiovisuais podem ser relatados por voz para alunos cegos por exemplo.
  • RECURSOS TECNOLÓGICOS: DVD e TV JUSTIFICATIVAS E ESTRATÉGIAS DE USO: a) Adaptar o vídeo ao grupo: contar oralmente ou por escrito situações dos alunos próximas em um vídeo de determinado assunto. b) Desenhar uma tela de televisão e colocar o que mais impressionou os alunos.
  • OBJETIVOS: Fazer uso dos vídeos para desenvolver um documentário de assunto determinado pelo professor APLICAÇÃO DE TECNOLOGIAS ASSSISTIVAS: Os recursos audiovisuais podem ser relatados por voz para alunos cegos por exemplo.
  • RECURSOS TECNOLÓGICOS: Lousa Digital JUSTIFICATIVAS E ESTRATÉGIAS DE USO: A lousa digital, por estar conectada a um computador, pode ser usada de maneira ampla, pois o professor poderá adaptar os demais recursos midiáticos como vídeos, músicas, pesquisas, entre outros, sobre qualquer conteúdo a ser trabalhado.
  • OBJETIVOS: Interagir com animações do assunto trabalhado no momento. APLICAÇÃO DE TECNOLOGIAS ASSSISTIVAS: Utilizar a lousa digital com alunos deficientes adaptando a deficiência do aluno, como por exemplo, utilizar legendas para alunos surdos e o interprete lê para ele.
  • RECURSOS TECNOLÓGICOS: Celulares JUSTIFICATIVAS E ESTRATÉGIAS DE USO: Os celulares podem ser utilizados como uma ferramenta de filmagem para que os próprios alunos façam um documentário de um assunto determinado em sala de aula.
  • OBJETIVOS: Interagir à tecnologia que o aluno possui aos conteúdos trabalhados em sala de aula. APLICAÇÃO DE TECNOLOGIAS ASSSISTIVAS:
  • RECURSOS TECNOLÓGICOS: Computador JUSTIFICATIVAS E ESTRATÉGIAS DE USO: Computador como elemento de consulta - permite uma pesquisa sobre determinados temas. O computador não é um mero substituto do professor, mas uma ferramenta de trabalho, para ser utilizado tanto quanto possível pelo próprio aluno.
  • OBJETIVOS: Utilizar o computador como recurso para pesquisas e ampliação do conhecimento de internet e softwares educativos
  • APLICAÇÃO DE TECNOLOGIAS ASSSISTIVAS: O computador pode ter o teclado sensível que é uma prancha que pode ser programada em zonas de tamanhos variáveis. Funciona associado a um programa que realiza a programação do número de informações, local de pressão e que pode estar ou não associado a um sintetizador de voz além do mouse adaptado onde o usuário não precisa movimentar o mouse, basta tocar botões fixos. Existem vários modelos: mouse com 5 botões, cada um deles faz o cursor andar para uma direção e o último é o do click ou double click; mouse cujo movimento do cursor acontece através de rolos; mouse em formato de caneta, entre outros.
  • TECNOLOGIA(S)
  • Recursos Didáticos
  • VÍDEO-AULA E MATERIAL IMPRESSO
  • TELECONFERÊNCIA
  • VIDEOCONFERÊNCIA Discada - IP
  • VÍDEO STREAMING
  • MEIOS DIGITAIS
  • VÍDEO STREAMING (ii): vídeo-chat
  • CONTEÚDO: ANIMAÇÕES
  • REALIDADE VIRTUAL
  • Educação através de Aventura
  • FIM
  • HISTÓRICO DAS TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO
  • Educação, Mudanças e Inovação
  • Linha de Mudanças: Dois Horizontes
  • Imaginemos os últimos 65 anos no Mundo
  • E os próximos 65 anos... Dá para prever?
  • A Educação e a Ausência de Mudanças
  • Imaginemos alguém nascido em 1995...
  • Agora o imaginemos daqui a 15 anos...
  • Tese de Nicholas Negroponte
  • Mudanças, a Educação e a Escola
  • Visão da Educação
  • Visão da Aprendizagem
  • Visão do Aluno
  • Currículo Centrado em Competências
  • Carlos Alberto Sicupira
  • Formação docente para novas Educações
  • Enquanto isso... as TICs..
  • O CONSTRUCIONISMO E O TRABALHO POR PROJETO
  • O CONCEITO DE PROJETO
  • O PROJETO NA ESCOLA
  • PROJETO E INTEGRAÇÕES
  • PROJETO E INTERDISCIPLINARIDADE
  • PROJETO E CURRÍCULO
  • EDUCAÇÃO FÍSICA E AS NOVAS TECNOLOGIAS DE INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO
  • Mídia
  • “Os desafios da linguagem no século XXI para a aprendizagem na escola” (Demo, 2008)
  • A Linguagem da TV e a Educação (Moran)
  • Concluindo...
  • O que é ser professor, segundo Demo
  • O Professor, segundo Demo
  • Qual é então o papel do atual professor?
  • Questões para discussão
  • WEBCONFERÊNCIA
  • WEB 2
  • AVANÇO TECNOLÓGICO NA EDUCAÇÃO
  • O INÍCIO DE TUDO...
  • AS PRIMEIRAS FERRAMENTAS
  • GARANTIA NA USABILIDADE DA TECNOLOGIA
  • A PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR!!!
  • DOCENTE X TECNOLOGIA
  • CRONOLOGIA DAS FERRAMENTAS
  • AS PRIMEIRAS FORMAS DE ESCRITA: DA PENA À CANETTA
  • DO PAPIRO AO LIVRO
  • A EVOLUÇÃO DA CARTEIRA ESCOLAR
  • O AVANÇO DO QUADRO NEGRO
  • MÁQUINA DE DATILOGRAFAR: DA MANUAL À ELÉTRICA
  • A EVOLUÇÃO DO RETROPROJETOR
  • DO MIMIÓGRAFO À MÁQUINA DE XEROGRAFAR
  • A TELEVISÃO
  • DO VÍDEO AO DVD
  • MÁQUINA FOTOGRÁFICA: DA ANALÓGICA À DIGITAL
  • O SOM
  • A EVOLUÇÃO DO COMPUTADOR
  • CONTRUBUIÇÃO DO AVANÇO TECNOLÓGICO PARA A EDUCAÇÃO
  • A ADEQUADA UTILIZAÇÃO DOS RECURSOS TECNOLÓGICOS
  • O PERFIL DO PROFISSIONAL DA EDUCAÇÃO FRENTE AO AVANÇO TECNOLÓGICO
  • O PROFESSOR E A TECNOLOGIA
  • REVISÃO DE POSTURA NECESSÁRIA AO PROFESSOR
  • IMPORTANTE!!!
  • Uma experiência com o uso da Lousa Digital Interativa por profissionais da educação infantil
  • Aplicações dos Recursos Tecnológicos
  • Para que os recursos tecnológicos sejam utilizados com eficiência e objetivos pedagógicos adequados, os docentes, precisam se aperfeiçoar constantemente, visto que as tecnologias se tornam obsoletas rapidamente. Uma das preocupações deve ser a de capacitar os docentes para o uso dos recursos tecnológicos em práticas educativas, e você deve propor conteúdos virtuais que sejam relevantes para esta capacitação. Um fato a ser ressaltado é a capacitação para usar os recursos tecnológicos aliados à educação, pois de nada adianta haver tecnologia sem profissionais qualificados para usá-la, cabendo aos órgãos governamentais e privados, Além da busca da própria busca oferecerem os meios necessários, como capacitações e cursos, para que os professores aprendam a usar as novas tecnologias em benefício do aluno.
  • 1 - Curso: Novas Tecnologias Para Aprendizagem No Ensino Médio E Fundamental Disponível em: http://pos.ugf.br/curso/pos-graduacao/linguas/1-3233-novas-tecnologias-para-aprendizagem-no-ensino-medio-e-fundamental Data de acesso: 20 de maio de 2014 Justificativa para a escolha do curso: o curso foi escolhido poius se trata de uma pós-graduação e contém disciplinas com conteúdos relacionados as novas tecnoligas na escola, bem como o ensino digital na atualidade. É oferecida pela plataforma moodle o que facilita o acesso a qualquer hora e lugar.No ambiente virtual de aprendizagem, a escola, os professores e os alunos têm as ferramentas necessárias para aprender, ensinar, fazer o acompanhamento dos alunos do ensino médio e fundamental, tanto administrativamente quanto academicamente.
  • Sinopse do curso: O curso tem um programa gratuito para a formação docente em novas tecnologias realizado em toda a América Latina e Caribe com o apoio da UNESCO – Organização das Nações Unidas para a Cultura, Ciência e Educação. A carga horária é de 360 horas. Por meio desse curso o aluno prenderá as novas funções dos formadores e estratégias didáticas, avaliar usando as novas tecnologias e a utilizar o ambiente de aprendizagem. Conta com corpo docente especializado.
  • 2 - Vídeo: UAU! 9 - Educac¸a~o e Novas Tecnologias, com Ricardo Schneider Disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=xu0y1MJj7AE Acesso em: 21 de maio de 2014. Justificativa para a escolha: o vídeo foi escolhido por se tratar de uma pedagogia que envolve a realidade de muitas crianças que é o vídeo game . e por meio desse brinquedo de entretenimento o professor pode aproveitar para levar para suas aulas algo da realidade dos seus alunos. Através de um projeto bem elaborado o professor em sua prática pedagógica “falará” a língua de seus alunos. Dessa forma o vídeo foi bem aproveitado pelos membros do grupo e portanto escolhido.
  • Sinopse: Neste episódio do UAU!, saiba porque um novo tipo de pedagogia está se beneficiando dos videogames mobiles e como uma app de smartphone para melhorar as habilidades de escrita tem a capacidade de obter resultados em pouco tempo. Hoje, as novas tecnologias, especialmente com a massificação dos smartphones, permitem que o ensino alcance milhões de pessoas. Para falar sobre estes assuntos, Stevens Rehen convidou Ricardo Schneider, quem comanda a Mobilebrain, uma empresa brasileira que está bombando na área de educação e novas tecnologias.
  • 3 - Texto : Tecnologias na escola - internet na escola e inclusão Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seed/arquivos/pdf/2sf.pdf Acesso em: 26 de maio de 2014. Justificativa para a escolha: esse texto na realidade é um livro voltado para o uso das tecnologias na escola. É bastante interessante a sua leitura, pois os professores encontrarão subsídios para modificar sua prática pedagógica tendo segurança no que quer transmitir aos alunos. Por esse fato foi escolhido, pois é uma publicação de fonte segura. É uma publicação do o Ministério Da Educação.
  • Sinopse: A chegada das tecnologias de informação e comunicação (TIC) na escola evidencia desafios e problemas relacionados aos espaços e a os tempos que o uso das tecnologias novas e convencionais provoca nas práticas que ocorrem no cotidiano da escola. Para entendê-los e superá-los é fundamental reconhecer as potencialidades das tecnologias disponíveis e a realidade em que a escola se encontra inserida, identificando as características do trabalho pedagógico que nela se realizam, de seu corpo docente e discente, de sua comunidade interna e externa. Os artigos apresentados nesta publicação sobre as Tecnologias na escola, têm foco em experiências de uso das tecnologias na escola e em teorias que as fundamentam
  • Inicialmente pode se dizer que as tecnologias utilizadas na educação são consideradas um ganho para todos os usuários. Esse fato se deve ao fato de que muitas crianças, jovens ou adultos por vezes não têm acesso a internet, mesmo que nos dias atuais esta esteja tão difusa. Dessa forma podemos dizer que a primeira contribuição das tecnologias para a educação é o acesso a rede mundial com muitas informações. Além disso, os alunos poderão ter acesso aos vários recursos que as tecnologias oferecem.
  • Uma das vantagens de se trabalhar com as tecnologias na educação é que desperta curiosidade do usuário, aumenta a criatividade, principalmente nos casos de utilização no auxílio a aprendizagem de crianças deficientes, até então realizada de uma forma não tão eficaz, além de ser uma ferramenta poderosa como auxílio no aprendizado, como por exemplo a utilização de softwares educacionais (multimídia), uma produtividade maior em relação ao tempo necessário ao estudo propriamente dito e a necessidade de uma continuação de treinamento, para o acompanhamento tecnológico.
  • Percebemos o quanto é importante a inclusão dos recursos tecnológicos na sala de aula como a TV, o DVD, o DATA-SHOW, o computador, o notebook, ás lousas interativas, entre outras, dinamizando os conteúdos aplicados pelos professores, pois notamos que não existe uma real necessidade de agrupar os recursos tecnológicos que os alunos possuem como, por exemplo, os celulares, nesse processo para ensinar e aprender, uma vez que os alunos gostam tanto de aulas que utilizam a tecnologia, por que não aproveitar essa oportunidade e usá-la a seu favor? As aulas podem entusiasmar os alunos de maneira ao menos parecida com que são excitados pelos jogos e filmes de alta qualidade em efeitos especiais.
  • A escola, bem como a prática do professor, precisa modernizar-se a fim de acompanhar o ritmo da sociedade e não se tornar uma instituição fora de moda, ultrapassada e desinteressante. A tecnologia atual oferece aos alunos todos os tipos de ferramentas novas e altamente eficientes para que possam aprender sozinhos – desde a internet com todo tipo de informação para procurar ferramentas de busca para descobrir o que é verdadeiro e relevante, até ferramentas de análise que permitem dar sentido à informação, a ferramentas de criação que trazem resultados de busca em uma variedade de mídias, ferramentas sociais que permitem a formação de redes sociais de relacionamento e até de trabalho de modo a colaborar com pessoas do mundo inteiro. E enquanto o professor poderia e deveria ser um guia, a maior parte dessas ferramentas é usada pelos alunos com melhor desenvoltura, e não, pelos professores.
  • Uma vez que não são os recursos que transformam aulas de reprodução em aulas de construção, cabe ao professor que é o mediador adequar a função do recurso aos seus objetivos e conteúdos para que a aprendizagem aconteça, pois o que vemos é que os computadores, a tecnologia digital e as inovações no mundo audiovisual já transformaram as nossas sociedades.
  • E tudo continua a mudar a uma velocidade estonteante. nas escolas as novas tecnologias estão a dar os seus frutos e prevemos que irão produzir uma verdadeira revolução nos tempos mais próximos. Já começamos a ver a utilização dos quadros interativos que tornam muito mais atraentes e fáceis de perceber as explicações do professor. Em breve teremos que mudar a expressão chamar o aluno à pedra. Ele poderá também manipular o que está no quadro e dar o seu contributo interessadamente e de uma maneira lúdica.
  • Diante disso, entendemos que os recursos tecnológicos devem ser literalmente recursos que auxiliem à aprendizagem, contudo, o professor precisa planejar especialmente a aula para que a tecnologia seja um meio facilitador no desenvolver dos conteúdos. A responsabilidade do sucesso da incorporação das novas tecnologias no processo ensino-aprendizagem de certa forma depende muito do professor, pois é certamente o professor um dos principais protagonistas da educação. Daí as possibilidades de capacitação aos profissionais da educação, principalmente o professor, serem necessárias para dar-se conta das necessidades ora postas ao processo ensino-aprendizagem.
  • Como as novas tecnologias da informação e da comunicação ultrapassam o cérebro humano e os limites do corpo físico, transformando-se em extensões do pensamento e dos sentidos, vindo a potencializar as ações humanas, se faz importante o trabalho dos recursos tecnológicos na sala de aula. Neste novo tempo da educação, o computador representa uma poderosa ferramenta para, auxiliar o aluno na construção do saber, de uma forma prazerosa. É essa inserção da criança na sociedade tecnológica o compromisso do educador.
  • Em suma, podemos dizer que essas novas tecnologias são benéficas para educação, mas não devem ser pensadas como recurso para resolver todas as dificuldades enfrentadas no cotidiano das escolas, nem como único recurso didático, nem tão pouco, deve-se inferiorizar o uso dos materiais tradicionais, o velho lápis, papel, caneta, livro didático, entre outros, que continuam com papel importante no processo de ensinar e aprender.
  • CONSIDERAÇÕES FINAIS   O tema abordado nos remete a reflexão sobre a inserção das novas tecnologias no ambiente escolar e não escolar, tendo em vista o fato de não podermos ficar alheios às interferências dessas, no nosso cotidiano, com vistas à necessidade de fazer com os educandos se tornem cidadãos com capacidade de aprender a aprender e de utilizar a tecnologia para a busca, a seleção, a análise e a articulação entre informações e, dessa forma, construir e reconstruir continuamente os conhecimentos, utilizando-se de todos os meios disponíveis, em especial dos recursos do computador. Pessoas que atuem em sua realidade tendo em vista a construção de uma sociedade mais humana e menos desigual.
  • Para isso não basta modernizar o sistema educacional nem apenas adotar novos programas, métodos e estratégias de ensino – é preciso compreender-lhes a transitoriedade. E mais: é preciso organização política e competência.
  • Não há possibilidade de fazermos nada consistente na área sem sabermos exatamente que escola ou espaço tecnológico que queremos. É preciso um processo de formação continuada do professor, que se realiza na articulação entre a exploração da tecnologia computacional, a ação pedagógica com o uso do computador e as teorias educacionais. O professor deve ter a oportunidade de discutir o como se aprende e o como se ensina. Deve também ter a chance de poder compreender a própria prática e de transformá-la.
  • É importante ressaltar que a utilização das novas tecnologias em sala de aula ou ainda em salas temáticas ou ambientes propícios ao uso dessas tecnologias apresenta grande desafio para o educador.
  • Concluímos que o uso das novas tecnologias na educação deve mediar a construção do processo de conceituação dos alunos, buscando a promoção da aprendizagem e desenvolvendo habilidades importantes para que ele participe da sociedade do conhecimento e não simplesmente facilitando o seu processo de ensino e de aprendizagem. Para que as novas tecnologias promovam as mudanças esperadas no processo educativo, devem ser usadas não como máquinas para ensinar ou aprender, mas como ferramenta pedagógica para criar um ambiente interativo que proporcione ao aprendiz, diante de uma situação problema, investigar, levantar hipóteses, testá-las e refinar suas ideias iniciais, construindo assim seu próprio conhecimento.
  • Consideramos que, os processos de construção de conhecimento sobre a forma de aprendizagem de alunos e professores são fenômenos que necessitam ser mais estudados por ambos, mais, principalmente pelos professores que devem estar em uma constante busca de conhecimentos, de novas tecnologias, pois os alunos já estão vindo, muita das vezes, com uma bagagem de conhecimento bem maior à que a dele, e isso gera conflitos entre educador e educando, pois ainda existem “profissionais” da educação que se acham detentores do saber e menosprezam o conhecimento trazido por seus educandos.
  • Os professores, portanto devem se aperfeiçoar e estarem em constante mudanças em relação as transformações e evolução das tecnologias.
  • Muito obrigada!!! Autora: Fabiana Ramos de Souza Janeiro de 2015 Pedagoga/ Psicopedagoga Especialista em Projeto, Implementação e Gestão de Educação à Distância