Curso Online de DESAFIOS NO PROGRAMA BPC NA ESCOLA

Curso Online de DESAFIOS NO PROGRAMA BPC NA ESCOLA

Compreender as dificuldades de inserção de crianças e adolescentes com deficiência na escola, analisando o programa BPC na escola e a apl...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 11 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Compreender as dificuldades de inserção de crianças e adolescentes com deficiência na escola, analisando o programa BPC na escola e a aplicação dos questionários de identificação das barreiras. Entender conceitos como educação inclusiva e inclusão social; inteirar-se sobre os programas de atendimento a pessoa com deficiência e em especial compreender o que é o Beneficio da Prestação Continuada (BPC); Refletir Sobre a Política Nacional de Assistência Social e o Centro de referencia da assistência social (CRAS); Analisar as atribuições do assistente social nesse contexto, os órgãos envolvidos com o programa, os grupos de Acolhimento e os dados obtidos com a analise dos questionários e entrevistas.

Formação Pós-graduada em PSICANALISE APLICADA A SAÚDE E EDUCAÇÃO, Faculdade Anchieta. BACHAREL EM SERVIÇO SOCIAL, Universidade Anhanguera-Uniderp. Experiência profissional Assistente social em CEAPE (centro especializado assistencial pedagógico) Consultora previdenciaria Trabalhou como Educadora social em Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social criança e Juventude de Pernambuco Trabalhou como TÉCNICA DE APLICAÇÃO DOS QUESTIONÁRIOS DO BPC NA ESCOLA. CRAS.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • CURSO

    CURSO

    DESAFIOS DO PROGRAMA BPC NA ESCOLA

  • Modulo 1

    Modulo 1

    CONTEXTUALIZANDO À PESSOA COM DEFICIÊNCIA

  • Aula 1

    Aula 1

    Introdução

  • * Compreender o contexto em que a profissão do assistente social se desenvolve, bem como a realidade social que a cerca.
    * Permitindo vivenciar os desafios por este profissional no âmbito do Centro de Referência da Assistência Social - CRAS,
    - Frente a inclusão social dos beneficiários do Beneficio de Prestação Continuada (BPC) na escola, enfatizando as pessoas com deficiência; sendo a educação apontada como via prioritária para inclusão social.

  • Compreender o significado e papel da profissão do Assistente Social na sociedade e suas relações sociais.
    Busca-se o desenvolvimento de capacidade para uma atuação crítica e comprometida, para uma prática profissional capaz de atender as demandas da sociedade.
    Tendo em vista as transformações nos processos de produção e reprodução dessa prática.

  • Mediante diagnóstico institucional e social realizado no Centro de Referência da Assistência Social - CRAS de Lajedo-PE, identificou-se algumas dificuldades na atuação,
    Diante das exigências do Ministério de Desenvolvimento Social (MDS), no que diz respeito às práticas ao acompanhamento dos Beneficiários do BPC e na inclusão social dos mesmos.

  • Aula 2

    Aula 2

    Processo histórico da deficiência

  • * Considera-se Deficiência, toda perda ou anormalidade de uma estrutura ou função psicológica, fisiológica ou anatômica que gere incapacidade para o desempenho de atividade, dentro do padrão considerado normal para o ser humano, assim a pessoa com deficiência é aquela que se enquadra como deficiente física, auditiva, visual, mental ou com múltiplas deficiências.

  • Segundo Ferreira (1999), o termo deficiência remete a ideia de falta, carência, defeito e insuficiência.
    O processo histórico da deficiência vem desde a Grécia antiga da qual a deficiência impossibilitava a sobrevivência e que pouco ou nada poderia contribuir para o trabalho, perdendo assim o valor social de pessoa humana; seu abandono é visto como uma atitude natural e adequada.

  • No que se refere à ética cristã, a tendência era livrar-se da pessoa com deficiência, por meio do abandono, a relação era marcada pela segregação, essas pessoas dependiam da compaixão, caridade ou pena, atualmente ainda continua se permeando a concepção cristã sobre a deficiência, assim dizia Freitas.
    A hegemonia médica atrela a deficiência a hereditariedade.

  • * No Brasil, duas instituições marcaram o atendimento às pessoas com deficiência, o Imperial Instituto dos Meninos Cegos (atual Instituto Benjamin Constant), em 1854; e o Instituto dos Surdos-Mudos (atual Instituto Nacional da Educação dos Surdos - INES), em 1856. Conforme Freitas, (2007) a deficiência, torna-se via preferencial das ações sociais das instituições.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • CURSO
  • Modulo 1- Contextualizando a pessoa com deficiência
  • Aula 1 - Introdução
  • Aula 2 - Processo Histórico da Deficiência
  • Aula 3 - Deficiência e Preconceito
  • Aula 4 - Deficiência e Inclusão Social
  • Aula 5 - Pessoa com Deficiência - Pessoa com Direitos
  • Modulo 2- Contexto histórico e conceitos de inclusão
  • Aula 6 - Declaração de Salamanca
  • Aula 7 - Inclusão social e educação inclusiva
  • Aula 8 - Política nacional de assistência social
  • Aula 9 - Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) e Serviço Social
  • Aula 10 - Atribuições do profissional de Serviço Social
  • Modulo 3- Programas de atendimento a pessoa com deficiência
  • Aula 11 - Programas de Atendimento à Pessoas com Deficiências
  • Aula 12 - Programa BPC no Trabalho
  • Aula 13 - Programa BPC na escola
  • Aula 14 - Plano viver sem limites
  • Aula 15 - Debilidades encontradas com os órgãos envolvidos com o programa BPC na escola
  • Modulo 4- Debilidades encontradas e analise dos questionários
  • Aula 16 - Desafios encontrados e composição da equipe
  • Aula 17 - Grupos de acolhimento do CRAS
  • Aula 18 - Analise da aplicação dos questionários do Programa BPC na escola
  • Aula 19 - Constatação dos dados obtidos
  • Aula 20 - Conclusão