Curso Online de ESTÉTICA FACIAL E ESTÉTICA CORPORAL

Curso Online de ESTÉTICA FACIAL E ESTÉTICA CORPORAL

Discutir as afecções estéticas faciais e corporais tratadas pela fisioterapia dermato-funcional, estudando as mesmas e os principais recu...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 3 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 25,90
(Pagamento único)

Mais de 10 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Discutir as afecções estéticas faciais e corporais tratadas pela fisioterapia dermato-funcional,
estudando as mesmas e os principais recursos disponíveis para seu tratamento. Estudar ainda o
uso da perimetria como ferramenta de avaliação em estética corporal.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • Acometimentos da pele

  • É importante tratar afecções de pele?

  • As afecções da pele são freqüentemente encontradas na população em geral e muitas das vezes trazem implicações estéticas e conseqüências importantes, como isolamento social, diminuição da auto-estima, depressão, estresse. Por outro lado, a cada dia a área da estética e beleza vem crescendo e oferecendo opções de tratamento. Amenizando a parte estética, muitas das vezes são também resolvidos problemas e conseqüências relacionadas a elas.

  • Acne

  • A acne é uma afecção dermatológica que atinge o conjunto pilossebáceo, ou seja, pêlo e glândula sebácea. A acne vulgar ou juvenil é uma das dermatoses (doenças que acometem a pele) mais freqüentes, afetando cerca de 80% dos adolescentes. Acomete ambos os sexos. Dos 14 aos 17 anos é sua fase de maior incidência em mulheres e apresenta, nos homens, seu pico de surgimento dos 16 aos 19 anos.

  • Dados americanos demonstram que mesmo afeta (VAZ, 2003). - 80-85% dos indivíduos com idades compreendidas entre os 12 e os 25 anos - 8% nos indivíduos entre os 25 e os 34 anos, - 3% entre os 35 e os 44 anos São mais graves em pessoas do sexo masculino, porém mais persistentes nas mulheres, sendo pouco comuns em asiáticos e negros.

  • Isso não quer dizer que em outras idades (antes ou após as citadas) elas não apareçam. As faixas etárias, como citado, referem-se ao período de maior aparecimento das mesmas. As regiões de maior concentração de glândulas sebáceas são também as regiões de maior aparecimento da acne: face e tórax (anterior e posteriormente). Suas lesões são decorrentes de obstrução dos folículos sebáceos em decorrência de reação inflamatória local, aumento na produção e secreção da glândula sebácea, hiperqueratinização com obstrução do folículo pilossebáceo, proliferação e ação das bactérias. É caracterizada por comedões (chamados popularmente de cravos), pápulas, pústulas e nas formas mais graves, por abscessos, cistos e cicatrizes em graus variáveis. Sua gravidade é variável. Existem casos mais simples, quase imperceptíveis, até os mais graves, devendo o tratamento ser realizado pelo dermatologista. Indivíduos que apresentam acne em suas formas moderadas a graves podem apresentar problemas de auto-estima e/ou demais problemas emocionais, sociais e de relacionamento. Uma vez que o aparecimento do acne é considerado um processo natural do desenvolvimento, muitas das vezes a busca por ajuda de um profissional competente e especializado demora a acontecer, fazendo com que o tratamento se inicie tardiamente.

  • Fisiopatologia

  • Por se tratar de uma doença da unidade pilossebácea (composta pelo folículo piloso e pela glândula sebácea) normalmente acomete áreas onde estas são maiores e mais numerosas, principalmente face, tórax e dorso. Tal fato ocorre devido à interação de alguns fatores, tais como:

  • • Aumento na produção do sebo, desencadeada pela estimulação androgênica das glândulas sebáceas, com início na puberdade; • Obstrução do ducto pilossebáceo decorrente de uma hiperqueratose de retenção. Um processo anormal de queratinização, caracterizado por um incremento da adesividade e do turnover das células foliculares epiteliais, causado por alterações hormonais e pelo sebo modificado pela bactéria residente Propionibacterium acnes (P. acnes); • A proliferação do P. acnes, um difteróide anaeróbio, residente normal do folículo pilossebáceo, produz ácidos gordos livres irritantes da parede folicular distendida; • Inflamação, mediada quer pela ação irritante do sebo, que extravasa para a derme quando há ruptura da parede folicular, quer pela presença de fatores quimiotácticos e de mediadores pró- inflamatórios produzidos pelo P. acnes. • São também fatores predisponentes do acne: hereditariedade, stress emocional, androgênios, pressão e/ou fricção excessiva da pele, exposição a certos químicos industriais, utilização de cosméticos comedogênicos ou de certos medicamentos (esteróides anabolizantes, corticoesteróides tópicos e sistêmicos, lítio, isoniazida, anticoncepcionais orais).

  • O evento patológico primário do acne consiste na obstrução da unidade pilossebácea que dá origem ao microcomedão. Quando este aumenta de tamanho, e o orifício folicular se dilata, surgindo o comedão aberto (ou ponto negro), que geralmente não inflama. Quando o orifício não se dilata surge o comedão fechado (ou ponto branco), o precursor das lesões inflamatórias. As paredes do folículo distendidas e inflamadas (pápula) podem romper e espalhar o seu conteúd


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 25,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail: