Curso Online de Funções Financeiras no Excel

Curso Online de Funções Financeiras no Excel

Quando me foi proposto produzir um curso que tratasse das questões financeiras do Microsoft Excel 2010, a primeira vista me pareceu sem s...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 7 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Quando me foi proposto produzir um curso que tratasse das questões financeiras do Microsoft Excel 2010, a primeira vista me pareceu sem sentido, em face das inúmeras publicações na Internet.

Entretanto, analisando minuciosamente a questão, percebi um grau de dificuldade muito grande nas empresas com suas equipes de funcionários, exatamente quando o assunto é a elaboração de planilhas de controle financeiro. Material sobre o tema existe em abundância na Web, mas muito fragmentado e sem a especificidade que o tema merece.
Portanto, sem muitas palavras, vou direto ao ponto.

Neste livro abordarei as funções PGTO, PPGTO, IPGTO, TAXA, TAXAJUROS, JUROSACUM, LUCRO, NPER, PREÇO, RECEBER, DESC, VP, VF, entre outras.

Bons Estudos!

Joaquim B. de Souza é professor formado em Pedagogia. Sempre atuou em escritório de empresas, tendo em todas elas exercido cargo de chefia e liderança: Gerente Administrativo, Chefe Administrativo e por último exerceu por quatro anos o cargo de Secretário Municipal de Planejamento e Serviços Públicos em seu município, onde atuou também na implantação de programas de computador em alguns setores da administração. Atualmente, atua como professor de informática e desenvolvedor de softwares.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • FUNÇÕES FINANCEIRAS Microsoft Excel

    FUNÇÕES FINANCEIRAS Microsoft Excel

    Por Joaquim B. de Souza

  • INTRODUÇÃO

    INTRODUÇÃO

    Quando me foi proposto produzir um curso que tratasse das questões financeiras do Microsoft Excel 2010, a primeira vista me pareceu sem sentido, em face das inúmeras publicações na Internet.

    Entretanto, analisando minuciosamente a questão, percebi um grau de dificuldade muito grande nas empresas com suas equipes de funcionários, exatamente quando o assunto é a elaboração de planilhas de controle financeiro.

    Material sobre o tema existe em abundância na Web, mas muito fragmentado e sem a especificidade que o tema merece.

  • INTRODUÇÃO

    INTRODUÇÃO

    Portanto, sem muitas palavras, vou direto ao ponto. Neste curso abordarei as funções PGTO, PPGTO, IPGTO, TAXA, TAXAJUROS, JUROSACUM, LUCRO, NPER, PREÇO, RECEBER, DESC, VP, VF, entre outras.

    Desta forma, desfrute de uma boa leitura e aproveite para enriquecer o seu conhecimento dominando as principais funções financeiras exigidas nas empresas.

    Aprenda a elaborar planilhas eletrônicas com confiança e segurança!

    Bons Estudos!

  • INTRODUÇÃO

    Exemplo de função JUROSACUM.

    INTRODUÇÃO

  • CAPÍTULO I Função PGTO

    CAPÍTULO I Função PGTO

    Função PGTO(taxa, nper, pv)

    Esta função retorna o pagamento periódico de uma anuidade de acordo com pagamentos constantes e com uma taxa de juros também constante.

    Sintaxe: PGTO(taxa, nper, pv, [fv], [tipo])

    Taxa Obrigatório. A taxa de juros.
    Nper Obrigatório. O número total de parcelas.
    Vp Obrigatório. O valor presente, ou seja, o valor do capital atual.
    Vf Opcional. O valor futuro, ou o saldo, que você deseja obter após o último pagamento. Se vf for omitido, será considerado 0 (zero), ou seja, o valor futuro de um empréstimo é 0.

    Tipo Opcional. O número 0 (zero) ou 1 e indica o vencimento dos pagamentos.

  • Função PGTO

    Função PGTO

    Na célula D2 digite a fórmula =PGTO(C2;E2;A2).
    Neste exemplo se quer saber o valor da prestação mensal para um empréstimo de 1.500 reais, a uma taxa de 1% ao mês, em 12 pagamentos mensais.

    Exemplo 1:

  • Função PGTO

    Função PGTO

    O pagamento retornado por PGTO inclui o principal e os juros e não inclui taxas, pagamentos de reserva ou tarifas, às vezes associados a empréstimos.

    Certifique-se de que esteja sendo consistente quanto às unidades usadas para especificar taxa e NPER. Se fizer pagamentos mensais por um empréstimo de quatro anos com juros de 12% ao ano, utilize 12%/12 para taxa; e 4*12 para NPER. Se fizer pagamentos anuais para o mesmo empréstimo, use 12% para taxa e 4 para NPER.

    Dica: Para encontrar o total pago no período da anuidade, multiplique o valor PGTO retornado por NPER.

  • Função PGTO

    Função PGTO

    EXPLICANDO:
    Na célula A6 foi inserida esta fórmula: =PGTO(A2/12;A3;A4), onde:

    Exemplo 2:

  • Função PGTO

    Função PGTO

    A2 dividida por 12 para se obter uma taxa de juros mensal; A3 obtém o número de parcelas; A4 obtém o valor do empréstimo.

    Na célula A7 foi inserida esta fórmula: =PGTO(A2/12;A3;A4;0;1), onde:

    A2 dividida por 12 para se obter uma taxa de juros mensal; A3 obtém o número de parcelas; A4 obtém o valor do empréstimo; 0 define o final do período; 1 define o início do período.

  • Função PGTO

    Função PGTO

    Exemplo 3:
    Você pode utilizar PGTO para determinar pagamentos para anuidades em vez de empréstimos.

    EXPLICANDO
    Na célula A6 foi inserida esta fórmula: =PGTO(A2/12;A3*12;0;A4), onde:

    A2 dividido por 12 para se obter uma taxa mensal; A3 é multiplicado por 12 para se obter o número de pagamentos; 0 define o final do período; A4 para se obter o valor economizado.

  • CAPÍTULO II Função IPGTO

    CAPÍTULO II Função IPGTO

    Função IPGTO(taxa, período, nper, vp, [vf], [tipo])
     
    Esta função retorna o pagamento de juros para um determinado período de investimento de acordo com pagamentos periódicos e constantes e com uma taxa de juros constante.

    Sintaxe: IPGTO(taxa, período, nper, vp, [vf], [tipo])
     
    A sintaxe da função IPGTO tem os seguintes argumentos (argumento: um valor que fornece informações a uma ação, um evento, um método, uma função ou um procedimento.):


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • INTRODUÇÃO
  • CAPÍTULO I Função PGTO
  • Função PGTO
  • CAPÍTULO II Função IPGTO
  • Função IPGTO
  • CAPÍTULO III Função PPGTO
  • Função PPGTO
  • CAPÍTULO IV Função TAXA
  • Função TAXA
  • CAPÍTULO V Função TAXAJUROS
  • Função TAXAJUROS
  • CAPÍTULO VI Função JUROSACUM
  • Função JUROSACUM
  • CAPÍTULO VII Função LUCRO
  • Função LUCRO
  • CAPÍTULO VIII Função NPER
  • Função NPER
  • CAPÍTULO IX Função PREÇO
  • Função PREÇO
  • CAPÍTULO X Função RECEBER
  • Função RECEBER
  • CAPÍTULO XI Função DESC
  • Função DESC
  • CAPÍTULO XII Função VP
  • Função VP
  • CAPÍTULO XIII Função VF
  • Função VF