Curso Online de Direito do Trabalho
5 estrelas 2 alunos avaliaram

Curso Online de Direito do Trabalho

Direito do trabalho é o conjunto de normas jurídicas que regem as relações entre empregados e empregadores, são os direitos resultantes d...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 70 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Mais de 200 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Direito do trabalho é o conjunto de normas jurídicas que regem as relações entre empregados e empregadores, são os direitos resultantes da condição jurídica dos trabalhadores. Estas normas, no Brasil, estão regidas pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), Constituição Federal de 1988 e várias leis esparsas (como a lei que define o trabalho do estagiário, dentre outras).

Surge como autêntica expressão do humanismo jurídico e instrumento de renovação social. Constitui atitude de intervenção jurídica em busca de um melhor relacionamento entre o homem que trabalha e aqueles para os quais o trabalho se destina. Visa também a estabelecer uma plataforma de direitos básicos. Portanto, a definição de direito do trabalho é o conjunto de normas e princípios que regulamentam o relacionamento entre empregado e empregadores.

Pode ser conceituado também segundo Hernainz Marques, professor de direito do trabalho, como ?Conjunto de normas jurídicas que regulam as relações de trabalho, sua preparação, desenvolvimento, consequências e instituições complementares dos elementos pessoais que nelas intervêm." Não é apenas o conjunto de leis, mas de normas jurídicas, entre as quais os contratos coletivos, e não regula apenas as relações entre empregados e empregadores num contrato de trabalho, mas vai desde a sua preparação com a aprendizagem até as consequências complementares, como por exemplo a organização profissional.

Com este curso de Direito do Trabalho, você aprenderá:

O que são relações de trabalho;
Contratos individuais e especiais de trabalho;
Remuneração e salário;
e mais!

Nossos cursos são feitos com carinho e dedicação para seu maior aprendizado. Tratamos os alunos com respeito e fornecemos a todos uma atenção dedicada para garantir em primeiro lugar a satisfação dos mesmos. O Buzzero.com é filiado à ABED (Associação Brasileira de Ensino a Distância) na categoria institucional sob o registro número 8129. A lista de instituições filiadas à ABED pode ser acessada no endereço http://www.abed.org.br/site/pt/associados/consulta_associados_abed/?busca_rapida=buzzero Todos os cursos realizados através do Buzzero disponibilizam certificado de conclusão, emitido pelo Buzzero, informando o autor responsável pelo curso, a carga horária, o período em que o curso foi realizado e a ementa do mesmo. Segue abaixo link direto do modelo de certificado emitido pelo Buzzero.com aos alunos. http://blog.buzzero.com/wp-content/uploads/2012/02/certificado-novo_Page_1.jpg Conheça nossos cursos e propague seu conhecimento!


- Raíssa De Sousa Lima Rodrigues Leal

- Cinezio De Jesus Martins Das Dores

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • Direito do Trabalho

  • Olá aluno,seja bem vindo á este curso sobre Direito do Trabalho

    Para realizar o curso é simples , basta seguir clicando de pagina em pagina para visualizar todo o conteúdo apresentado.

    Após concluir o curso totalmente, ficará disponível as opções para obter o certificado diretamente em seu ambiente de aprendizagem.

    Você possuí 90 dias de acesso ao curso, sendo que o tempo de conclusão fica a seu critério conforme seu tempo disponível.

    Sugerimos que realize e conclua o curso dentro de um tempo hábil para constar no certificado o período de realização.

  • Direito
    Do trabalho
    (básico)

  • Com o seguinte conteúdo programático:
    Relações de Trabalho Contrato Individual de Trabalho Contratos Especiais de Trabalho Jornada de Trabalho Normas Especiais de Tutela do Trabalho Férias Remuneração e Salário Salário Família Seguro Desemprego Programa de Alimentação do Trabalhador Fundo de Garantia do Tempo de Serviço - FGTS Estabilidade e Garantia de Emprego Segurança e Medicina do Trabalho Rescisão Contratual Direito Coletivo do Trabalho Bibliografia/Links Recomendados

  • Relações de Trabalho

    Empregado, Empregador, Identificação Profissional, Livro ou Ficha de Registro de Empregados, a Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS). 

    1.1. EMPREGADO

  • 1.1.1. CONCEITO 

    A CLT, em seu art. 3º, dispõe que “considera-se empregado toda pessoa física que prestar serviços de natureza não eventual a empregador, sob a dependência deste e mediante salário”.  A doutrina acrescenta a essa definição um outro requisito: a prestação pessoal do serviço. 

    Assim, podemos conceituar empregado como a pessoa física que presta pessoalmente a outrem serviços não eventuais, subordinados e assalariados. 

  • 1.1.2. REQUISITOS IMPRESCINDÍVEIS PARA A CARACTERIZAÇÃO DO EMPREGADO 

    São cinco os elementos essenciais da definição de empregado: pessoalidade, habitualidade, subordinação, salário  e  pessoa  física. A  presença desses cinco  elementos é  requisito sempre indispensável   para o sujeito que realize um determinado trabalho ser enquadrado como empregado.

  • a) - Pessoa física: empregado é sempre pessoa física ou natural. Não é possível dada a natureza personalíssima das obrigações que ele assume, admitir-se a hipótese de um empregado pessoa jurídica. A proteção da legislação trabalhista é destinada à pessoa física, ao ser humano que trabalha. Os serviços prestados por pessoa jurídica são regulados pelo Direito Civil. 

  • b) - Habitualidade (ou não-eventualidade): empregado é um trabalhador não eventual, que presta continuamente seus serviços. Deve haver habitualidade na prestação laboral, já que o contrato de trabalho é de prestação sucessiva, que não se exaure numa única prestação. Se os serviços prestados pelo trabalhador são eventuais, este não será empregado, mas sim um trabalhador eventual, não alcançado pelos direitos estabelecidos na CLT. 

  • A continuidade não significa, necessariamente, trabalho diário. É bem verdade que na maioria das vezes a prestação dos serviços pelo empregado é feita diariamente, mas não há essa necessidade para caracterizar a relação de emprego. A continuidade pode ser caracterizada, por exemplo, pela prestação de serviços de um profissional duas ou três vezes por semana, desde que nos mesmos dias e horário. 

    Diversamente, se couber ao próprio trabalhador definir os dias e horários em que prestará os serviços, ou ainda estabelecer a periodicidade da prestação, conforme sua conveniência ou sua agenda, restará descaracterizada a continuidade. 

  • c) - Subordinação (ou dependência): empregado é um trabalhador  cuja atividade é exercida sob dependência de outrem, para quem ela é dirigida. Isso significa que o empregado é dirigido por outrem, uma vez que a subordinação o coloca na condição de sujeição em relação ao empregador. Se os serviços executados não são subordinados, o trabalhador não será empregado, mas sim trabalhador autônomo, não regido pela CLT.

    d) - Salário: empregado é um trabalhador assalariado, portanto, alguém que, pelo serviço que presta, recebe uma retribuição. Caso os serviços sejam prestados gratuitamente pela sua própria natureza (voluntário, de finalidade cívica, assistencial, religioso, etc.) não se configurará a relação de emprego. 


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Relações de Trabalho
  • Contrato Individual de Trabalho
  • Contratos Especiais de Trabalho
  • Jornada de Trabalho
  • Normas Especiais de Tutela do Trabalho
  • Férias
  • Remuneração e Salário
  • Salário Família
  • Seguro Desemprego
  • Programa de Alimentação do Trabalhador
  • Fundo de Garantia do Tempo de Serviço - FGTS
  • Estabilidade e Garantia de Emprego
  • Segurança e Medicina do Trabalho
  • Rescisão Contratual
  • Direito Coletivo do Trabalho
  • Bibliografia/Links Recomendad