Curso Online de PRINCIPAIS REGRAS BÁSICAS PARA CONTAGEM DE MICRORGANISMOS

Curso Online de PRINCIPAIS REGRAS BÁSICAS PARA CONTAGEM DE MICRORGANISMOS

Este curso destina-se as profissionais de laboratórios microbiológicos das mais diversas áreas, tais como áreas de pesquisa e ensino, de ...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 24 horas

Por: R$ 80,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Este curso destina-se as profissionais de laboratórios microbiológicos das mais diversas áreas, tais como áreas de pesquisa e ensino, de saúde, de laboratórios de indústrias de alimentos e das demais empresas. Nele você aprenderá sobre as principais regras básicas para contagem de microrganismos, regras básicas de arredondamento, regras e métodos para cálculo, e para interpretação, e para expressão dos resultados das contagens das colônias, de microrganismos em placas, em superfícies por esfregaço pelo método Swab, e também pela técnica de contagem presuntiva e confirmativa do numero mais provável, em tubos de ensaios. Em ambos os casos, é de suma importância haver uma padronização das técnicas de contagem de microrganismos para que os analistas possam exercer suas atividades com alto índice de confiabilidade em seus ensaios realizados. Para isso foi elaborado o curso a fim de fornecer subsídios para a utilização correta das técnicas de interpretação, de contagem e de expressão dos resultados das contagens de microrganismos. Este curso possui 244 slides, com fotos ilustrativas.

Sou Biológo Licenciado pela Universidade do Estado de Mato Grosso - Unemat, com Especialização em Processamento e Controle de Qualidade em Carnes, Leite e Ovos, pela Universidade Federal de Lavras - UFLA, com 17 (doze) anos de experiência em laticinios, nas mais diverdas aréas, como laboratório Fisico-quimico e Microbiológico,atuando no Controle e na garantia da Qualidade. De 2013 a 2015 trabalhei na area de processamento e no controle de qualidade em um Frigorifico (abatedouro) de Aves, e em uma fabrica de industrializados embutidos de derivados de aves, atuando como Supervisor nas areas de Processamento Industrial na produção de Linguiças, Salsichas, Mortadelas, Presunto e Apresuntado de frango, e no Controle e Garantia da Qualidade. Em outubro de 2015 voltei a para no setor lacteo trabalhando novamente em laticínio, com produção de queijos: Mussarela, Prato, Provolone, Parmessão, Ricota, Minas Frescal, manteiga, doce de leite em pasta e barra, requeijão cremosso, creme de leite, nata, bebida láctea fermentada e não fermentada,iogurte,coalhada, etc. email para contato: jpdanibio@hotmail.com



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • 1

    1

    1

    1

    1

    1

    JOÃO PAULO DANI
    Biólogo CRB: 43.140/01
    Especialista em
    Controle de Qualidade

    PRINCIPAIS REGRAS
    BÁSICAS PARA CONTAGEM
    DE MICRORGANISMOS

  • Olá!

    Sejam bem vindos.

    Neste curso vamos estudar sobre:

    2

  • As principais regras básicas para contagem, arredondamento, cálculo e interpretação e expressão dos resultados da contagem da colônias, de microrganismos em placas, em superfície por esfregaço pelo método Swab, e também pela técnica em tubos.

    3

  • INTRODUÇÃO

    INTRODUÇÃO

  • As análises microbiológicas em alimentos, tem como objetivo a detecção, ou seja, a enumeração da quantidade e dos tipos de microrganismos vivos presentes em uma determinada amostra.

    5

    5

    INTRODUÇÃO

  • A aplicação de procedimentos de controle durante o processo analítico, visa à garantia da confiabilidade do resultado final, assegurando a sua repetibilidade, precisão, e exatidão dos procedimentos e nas técnicas e regras de contagens de microrganismos.

    6

    6

    INTRODUÇÃO

  • 7

    A precisão e a exatidão do método de contagem, também dependerão da correta observação, da aplicação dos procedimentos das técnicas e regras padronizadas, e estabelecidos pelo laboratório para a área analítica (analistas).

    INTRODUÇÂO

  • 8

    A garantia da validade dos resultados da contagem estará assegurada quando os resultados de todos os controles indicarem, não haver qualquer falha em nenhuma etapa do processo analítico.

    INTRODUÇÂO

  • REGRAS PARA CONTAGEM DE MICRORGANISMOS EM PLACAS - UFC

    REGRAS PARA CONTAGEM DE MICRORGANISMOS EM PLACAS - UFC

    9

  • 10

    Fonte: DANI, 2011.

    Fig. 01 e 02. Mostrando placas de Petri, com o desenvolvimento de unidades formadoras de colônias (microrganismos).

  • CONTAGEM DE COLÔNIAS EM PLACAS


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 80,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • INTRODUÇÃO
  • REGRAS PARA CONTAGEM DE MICRORGANISMOS EM PLACAS - UFC
  • Pontos Críticos na Contagem de Colônias em Placas
  • PROCEDIMENTOS DE CONTAGEM, INTERPRETAÇÃO, CÁLCULO E EXPRESSÃO DOS RESULTADOS EM PLACAS
  • 1- REGRA GERAL
  • 2 - NÚMERO TOTAL DE COLÔNIAS DE UMA PLACA PELO VALOR RECÍPROCO DA DILUIÇÃO USADA
  • 3 - PLACAS EM DUPLICATA - DUPLICATA MESMA DILUIÇÃO
  • 4 – PLACAS EM DUPLICATA - DILUIÇÕES SUCESSIVAS (DIFERENTES)
  • 5 - PLACAS DE DILUIÇÕES DIFERENTES EM QUE O NÚMERO DE COLÔNIAS DESENVOLVIDAS ESTÁ DENTRO DA FAIXA DE CONTAGEM
  • 6 - ARREDONDAMENTO DOS RESULTADOS
  • 7 - CASOS ESPECIAIS
  • 7.1 - Número em Colônias em Casos Distintos
  • 7.2 - Resultados Estimados
  • 7.3 - Ausência de Placas com Colônias Dentro do Intervalo de Precisão em Duplicata de Diluições Sucessivas
  • 7.4 - Ausência de Placas com Colônias Dentro do Intervalo de Precisão em Duplicata da Mesma Diluição
  • 7.5 - Número de colônias se encontra dentro do limite do intervalo de precisão e de repetibilidade em apenas uma diluição, placas em duplicatas da mesma diluição
  • 7.6 - Numero de Colônias se Encontra Dentro do Limite do Intervalo de Precisão e de Repetibilidade em Apenas uma Diluição em Placas de Diluições Diferentes
  • 7.7 - Numero de Colônias se Encontra Acima dos Limites do Intervalo de Precisão e de Repetibilidade
  • 8 - Placas sem Colônias
  • 9 - Existem Menos de 10 Colônias por cm2
  • 10 - Existem mais de 10 colônias por cm2
  • 11 - Existem mais de 100 colônias por cm2
  • 12 – Colônias Invasoras*
  • 13 - Acidentes de Laboratório – A.L.
  • 14 - Contagens Incoerentes
  • 15 - Contagem de colônias Típicas (T) e Atípicas (A)
  • REGRAS PARA CONTAGEM DE MICRORGANISMOS EM TUBOS MULTIPLICOS
  • EXPRESSÃO DOS RESULTADOS
  • TABELA UTILIZADA PARA CONTAGEM DO NMP
  • EXEMPLOS DE INTERPRETAÇÃO, CAUCULO E EXPRESSÃO DOS RESULTADOS
  • CONTAGEM DE MICRORGANISMOS PELA TÉCNICA DO ESFREGAÇO EM SUPERFÍCIE
  • REGRAS PARA CONTAGEM DE MICRORGANISMOS PELA TÉCNICA DO ESFREGAÇO EM SUPERFÍCIE
  • INTRODUÇÃO
  • ALGUMAS CONSIDERAÇÕES
  • EXPRESSÃO DOS RESULTADOS PELA TÉCNICA DO ESFREGAÇO EM SUPERFÍCIE
  • BIBLIOGRAFIA CONSULTADA