Curso Online de Enfermagem Obstétrica
5 estrelas 1 aluno avaliou

Curso Online de Enfermagem Obstétrica

Curso apresenta: fisiologia do sistema reprodutor feminino, processos da instalação da gestação, desenvolvimento e funções da placenta, d...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 20 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Curso apresenta: fisiologia do sistema reprodutor feminino, processos da instalação da gestação, desenvolvimento e funções da placenta, diagnóstico da gestação, modificações maternas durante o período gestacional, cálculo da data provável do parto, fatores de risco na gestação, exames solicitados durante o pré natal, método de palpação obstétrica, verificação da altura uterina, ausculta dos BCFs, queixas freqüentes durante a gestação, crescimento e desenvolvimento intrauterino semana a semana, cuidados alimentares, complicações durante o período gestacional, infecção urinária, eclampsia e pré - eclampsia, fases do trabalho de parto, puerpério, aleitamento materno.

VML Cursos. Aproveite para se atualizar profissionalmente, cursos de ótima qualidade, temas diversos, com preços promocionais. APROVEITEM PARA FAZER UMA ATUALIZAÇÃO/EXTENSÃO DE QUALIDADE. Sou bacharel em enfermagem e pós graduada em saúde pública com ênfase em saúde da família, tenho seis anos de experiência profissional na área e vários cursos de atualização profissional. Meus cursos são de ótima qualidade técnica e de ótimo embasamento bibliográfico. EXPERIMENTE!!! VOCÊ NÃO IRÁ SE ARREPENDER. APROVEITEM O CERTIFICADO DESSES CURSOS TEM VALIDADE EM FINS CURRICULARES E EM PROVAS DE TÍTULOS, COMO UM CERTIFICADO DE ATUALIZAÇÃO/APERFEIÇOAMENTO/EXTENSÃO.


- Marisa Terezinha Klitzke

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • ENFERMAGEM
    OBSTÉTRICA

  • Aparelho Reprodutor Feminino:

    Aparelho Reprodutor Feminino:

    É dividido em:
    Interno (vagina, útero, ovários e tubas)
    Externo (vulva, grandes e pequenos lábios, glândulas de bartollini, clitóris)

  • FISIOLOGIA DO
    SISTEMA

  • Fisiologia do Sistema

    Fisiologia do Sistema

    A ovulação (liberação do óvulo pelo ovário) é o evento mais importante do ciclo fértil, o mecanismo ovulatório produz dois hormônios: estradiol ou estrogênio e progesterona.

    O estradiol é produzido somente pelo folículo em desenvolvimento, antes da ovulação, estimula a secreção de muco para facilitar a passagem dos espermatozóides, também estimula o crescimento do endométrio.

  • Fisiologia do Sistema

    Fisiologia do Sistema

    Após a ovulação a progesterona é produzida pelo corpo lúteo que é o folículo rompido, que causa mudança no muco e prepara o endométrio para a implantação do óvulo fertilizado.

    Na ausência de gravidez os hormônios diminuem e aproximadamente sete dias após resulta a descamação do endométrio, resultando na menstruação 11 a 16 dias após a ovulação.

  • Fisiologia do Sistema

    Fisiologia do Sistema

    Juntamente com os hormônios ovarianos são secretados dois hormônios hipofisários o FSH (hormônio folículo estimulante) e o LH (hormônio luteinizante).

    Quando diminui a produção do estradiol e progesterona no final do ciclo o FSH se eleva e estimula a ovulação, quando aumenta o estradiol diminui o FSH e aumenta o LH que inicia a ruptura do folículo.

  • RESUMO

    RESUMO

    O FSH estimula a ovulação,
    Fazendo com que o estradiol se eleve,
    Aumentando a secreção de muco facilitando a passagem de espermatozóide e estimulando o crescimento do endométrio,
    Posteriormente aumenta o LH,
    Fazendo ocorrer o rompimento do folículo liberando o óvulo,
    Ocorre a estimulação da progesterona que prepara o útero para a implantação do óvulo fertilizado.
    Não ocorrendo a fecundação ocorre a diminuição da produção dos hormônios e ocorre a descamação do útero:
    Menstruação.

  • INSTALAÇÃO DA
    GESTAÇÃO

  • Instalação da Gestação.

    Instalação da Gestação.

    É precedida por fenômenos complexos biofísicos – químicos:
    Espermatogênese,
    Ovogênese,
    Ciclo menstruo – endometrial,
    Capacitação,
    Migração,
    Nidação ovular.

  • Ovogênese.

    Ovogênese.

    Dá origem ao gameta feminino, ou ovócito. É toda a seqüência de eventos pelos quais as ovogônias transformam-se em óvulos maduros.

    Esse processo de maturação começa antes do nascimento mas só se completa na puberdade, quando começam os ciclos reprodutivos.

  • Captação Ovular e Fecundação.

    Captação Ovular e Fecundação.

    Através da ejaculação são depositados cerca de 2 a 6 ml de sêmen no fundo da vagina, devido a ovulação as fímbrias tubárias se acoplam sob o ovário, o óvulo expulso é captado, será encaminhado ao encontro do espermatozóide devido as contrações tubárias e atividade rítmica ciliar, apesar da quantidade de espermatozóides poucos alcançam o local da fecundação.

    No processo de penetração ovular, surgem no acrossomo (parte da cabeça do espermatozóide) pequenos poros por onde são excretados enzimas (acrosina, neurominidase, hialuronidades) com a capacidade de lisar as células e fecundar o óvulo.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Aparelho Reprodutor Feminino:
  • Fisiologia do Sistema
  • RESUMO
  • Instalação da Gestação.
  • Ovogênese.
  • Captação Ovular e Fecundação.
  • Migração e Nidação Ovular:
  • RESUMO
  • Migração e Nidação Ovular:
  • Placenta:
  • Funções da Placenta:
  • Diagnóstico Clínico:
  • Diagnóstico Laboratorial:
  • Diagnóstico Ultrassonográfico:
  • Primeiro Trimestre
  • Segundo Trimestre
  • Terceiro Trimestre
  • Fatores de Risco:
  • DPP
  • EXEMPLO
  • DPP
  • Tipagem Sanguínea:
  • Hemograma:
  • Glicemia de Jejum:
  • Teste Anti – HIV:
  • Urina:
  • VDRL:
  • HBsAg:
  • Sorologia da Toxoplasmose:
  • Aferição de Peso e Estatura:
  • Aferição da PA:
  • Palpação Obstétrica:
  • Medida da Altura Uterina:
  • BCF:
  • Edemas:
  • Avaliação de Edemas:
  • Naúseas e Vômitos:
  • Pirose:
  • Sialorréia:
  • Fraquezas e Desmaios:
  • Hemorróidas:
  • Corrimento Vaginal:
  • Queixas Urinárias:
  • Falta de Ar:
  • Dor nas Mamas:
  • Dor nas Costas:
  • Cefaléia:
  • Sangramento nas Gengivas:
  • Edema de MMII:
  • Cloasma Gravídico:
  • Estrias:
  • CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO INTRAUTERINO
  • Crescimento e Desenvolvimento Fetal:
  • A CONCEPÇÃO:
  • DESENVOLVIMENTO INTRAUTERINO
  • O EMBRIÃO
  • O EMBRIÃO:
  • O EMBRIÃO
  • O FETO
  • TERCEIRA SEMANA:
  • QUARTA E QUINTA SEMANA:
  • SEXTA SEMANA:
  • SÉTIMA SEMANA:
  • OITAVA SEMANA:
  • NONA A DÉCIMA SEGUNDA SEMANA:
  • DÉCIMA TERCEIRA A DÉCIMA SEXTA SEMANA:
  • VIGÉSIMA SEMANA:
  • VIGÉSIMA QUARTA SEMANA:
  • VIGÉSIMA QUINTA A VIGÉSIMA OITAVA SEMANA:
  • VIGÉSIMA NONA A TRIGÉSIMA SEGUNDA SEMANA:
  • TRIGÉSIMA SEXTA SEMANA:
  • TRIGÉSIMA OITAVA A QUADRAGÉSIMA SEMANA:
  • CARDIOTOCOGRAFIA
  • VITAMINA A
  • ÁCIDO FÓLICO
  • CARBOIDRATO
  • FERRO
  • VITAMINA D e E
  • VITAMINA C
  • NIACINA (COMPLEXO B)
  • TIAMINA (B1)
  • PIRIDOXINA (B6)
  • MAGNÉSIO
  • CÁLCIO E FÓSFORO
  • MOLA HIDATIFORME
  • GRAVIDEZ ECTÓPICA
  • ABORTO ESPONTÂNEO E CONCEPTO NATIMORTO
  • DESCOLAMENTO PREMATURO DA PLACENTA
  • PLACENTA PRÉVIA
  • ROTURA UTERINA
  • GEMELARIDADE
  • INFECÇÃO URINÁRIA
  • INFECÇÃO URINÁRIA NA GESTAÇÃO
  • CAUSAS
  • CAUSAS:
  • TIPOS
  • TIPOS:
  • CISTITE
  • CISTITE:
  • PIELONEFRITE
  • PIELONEFRITE:
  • RISCOS
  • RISCOS:
  • COMO EVITAR??
  • COMO TRATAR??
  • ALGUMAS DICAS
  • DICAS
  • HIPERTENSÃO NA GESTAÇÃO
  • FATORES DE RISCO PARA A A MULHER APRESENTAR PRÉ-ECLÂMPSIA
  • PRÉ-ECLÂMPSIA
  • ECLÂMPSIA
  • TRATAMENTO EM ALGUNS CASOS
  • MAIOR PROBABILIDADE DE HIPERTENSÃO NA GRAVIDEZ
  • AS DUAS FORMAS MAIS COMUNS DE HIPERTENSÃO NA GRAVIDEZ
  • PREVENÇÃO
  • DILATAÇÃO
  • EXPULSÃO
  • SECUNDAMENTO
  • PUERPÉRIO
  • LÓQUIOS
  • VOCÊ SABIA???