Curso Online de Implantação , Manutenção e retirada do Cateter Central de Inserção Periférica - PICC

Curso Online de Implantação , Manutenção e retirada do Cateter Central de Inserção Periférica - PICC

O Cateter Central de Inserção Periférica é um dispositivo vascular amplamente utilizado nos pacientes que necessitam de uma terapia prolo...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 8 horas


Por: R$ 24,90
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

O Cateter Central de Inserção Periférica é um dispositivo vascular amplamente utilizado nos pacientes que necessitam de uma terapia prolongada , infusão de drogas irritantes e vesicantes, assim como nos que recebem medicação ambulatorial. Seu uso está associado a um menor risco de complicações mecânicas e infecciosas. O curso fará uma abordagem sobre sua implantação, manutenção e retirada.

Técnica de enfermagem, com experiência profissional em Pronto socorro infantil e adulto. Cursos na área da APS, Saúde da Criança, Saúde da Mulher, Saúde do Idoso e Mental.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • 08 HORAS
    Implantação , Manutenção e retirada do Cateter Central de Inserção Periférica - PICC

  • Cateter Central de Inserção Periférica (PICC ou CCIP)

    A sigla PICC significa, em inglês,Peripherally Inserted Central Venous Catheter (Cateter Venoso Central de Inserção Periférica) que é um dispositivo intravenoso que, inserido em rede venosa periférica, atinge a porção distal da veia cava superior ou inferior, conferindo assim características de acesso central.

  • Contexto histórico do PICC

    Historicamente, a terapia intravenosa teve início no Renascimento, com a descoberta da circulação sanguínea, da produção da primeira agulha hipodérmica e da primeira transfusão sanguínea. Entretanto, foi durante a segunda metade do século XIX que ocorreram grandes avanços.

  • O PICC foi descrito na literatura pela primeira vez em 1929 pelo médico alemão Werner Theodor Otto Forssmann ao inserir uma cânula em sua própria veia antecubital, através da qual introduziu um cateter de 65 cm até o átrio direito, sendo confirmada a localização anatômica por imagem radiográfica. O procedimento rendeu-lhe o prêmio Nobel de Medicina em 1956, surgindo então uma alternativa de acesso venoso central por via periférica.

  • No Brasil, começou a ser utilizado na década de 1990, a princípio para uso em neonatologia, devido ao pequeno diâmetro do cateter e à flexibilidade do material (silicone), sendo posteriormente empregado em larga escala em terapia intensiva, oncologia e cuidados domiciliares.
    A Sociedade Brasileira de Enfermeiros em Terapia Intensiva (SOBETI), instituída em 1986, foi a primeira a certificar e qualificar enfermeiros

  • brasileiros quanto ao procedimento de inserção de cateter periférico central.
    O PICC vem sendo utilizado com maior frequência em unidade de terapia intensiva neonatal, pois uma vez que este dispositivo é instalado, o tempo de permanência é maior e o risco de infecção é reduzido, trazendo então, segurança e menos dor na inserção.

    Werner Forssman: pioneiro do cateterismo cardíaco

  • O cateter

    O cateter é confeccionado em silicone ou poliuretano e também é radiopaco (pode ser visualizado em radiografias), sendo os de silicone mais flexíveis e em sua maioria inertes, causando menor irritação à parede dos vasos. Atualmente no mercado temos modelos como:

    Power PICC

    Valvulado

  • O cateter é instalado em veia central, por meio de agulha, guia e introdutores.
    A escolha de quantos lúmens deverá ser observada e decidida mediante a terapia indicada e o caso clínico do paciente. Portanto, eles podem ser:
    Monolúmen
    Duplo lúmen
    Triplo lúmen

  • Comprimento e Calibre do cateter

    É longo (20 a 65cm de comprimento), quanto ao calibre quanto ao calibre varia de 14 a 24 gauge segundo escala americana ou 1 a 5 French segundo escala francesa. Quanto maior o French do cateter, maior o seu calibre.

  • Profissionais qualificados para realizar o procedimento

    O PICC ( Cateter Central de Inserção Periférica ) é um procedimento médico, mas que pode ser realizado por enfermeiro devidamente capacitado.
    De acordo com a Resolução nº 258 de 12 de julho de 2001 é lícito ao enfermeiro a Inserção de Cateter Periférico Central.
    No entanto, conforme a Resolução, é preciso que o enfermeiro submeta-se a qualificação e/ou capacitação profissional para realizar esta atividade.

  • FINALIDADE

    Promover a terapia intravenosa por tempo prolongado e de forma segura, garantindo a preservação da rede venosa periférica, diminuição do estresse, dor e desconforto gerado por múltiplas venopunções.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 24,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Cateter Central de Inserção Periférica (PICC ou CCIP)
  • Contexto histórico do PICC
  • O cateter
  • Comprimento e Calibre do cateter
  • Profissionais qualificados para realizar o procedimento
  • FINALIDADE
  • INDICAÇÃO DO PICC
  • CONTRA-INDICAÇÕES
  • Vantagens relativas à terapia com a utilização do PICC são:
  • DESVANTAGENS DO PICC
  • Local de INSERÇÃO DO PICC
  • RESPONSABILIDADES
  • INSERÇÃO DO CATETER
  • TÉCNICA DE MENSURAÇÃO E INSERÇÃO DAS VEIAS DOS MMSS
  • TÉCNICA DE MENSURAÇÃO E INSERÇÃO DAS VEIAS JUGULARES
  • Técnica de mensuração do cateter
  • LOCALIZAÇÃO DO CATETER
  • complicações imediatas durante a inserção do PICC
  • Complicações Locais
  • MANUTENÇÃO DO CATETER
  • Troca de Curativo do Cateter Central de Inserção Periférica
  • CUIDADOS ESPECIAIS
  • DESOBSTRUÇÃO DO CATETER
  • AVALIAÇÃO DO SÍTIO DE PUNÇÃO (DEVE SER REALIZADA DIARIAMENTE)
  • INDICAÇÕES PARA RETIRADA
  • RETIRADA DO CATETER
  • Referências bibliográficas