Curso Online de VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Curso Online de VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

SEJA BEM VINDA O CURSO VIOLÊNCIA DOMÉSTICA CARGA HORÁRIA 35 HORAS AULA.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 35 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

SEJA BEM VINDA O

CURSO
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

CARGA HORÁRIA 35 HORAS AULA.




ORGANIZAÇÃO QUE BUSCA APRESENTAR CURSOS EM DIVERSAS ÁREAS DE ATUAÇÃO E FORMAÇÃO POR UM BAIXO CUSTO PARA OS USUÁRIOS.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

    VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

  • SEJA BEM VINDO(A)!

    CURSO
    VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

  • VIOLÊNCIA DOMÉSTICA É MAIS COMUM É PERMEIA PELO VICIO DE UMA SOCIEDADE PARTIARCAL E MACHISTA.

    A FIGURA DA PESSOA QUE SOFRE VIOLÊNCIA NEM SEMPRE É VISTA COMO A PESSOA QUE SOFREU, MAS POR MUITOS PELO MODELO PATRIARCAL COMO A QUE PROVOCOU A VIOLÊNCIA.

  • VIOLÊNCIA EM CASA É PREDOMINANTEMENTE SOFRIDA PELOS MAIS DESFAVORECIDOS – MULHERES, CRIANÇAS, DEFICIENTES E IDOSOS.

    CASOS APARECEM TODOS OS DIAS NAS MÍDIAS E NA REDE DE REFERÊNCIA.

  • A FIGURA DO AGRESSOR NEM SEMPRE É PERCEBIDA PELAS PESSOAS COMO O SER VIOLENTO.

    POR EXEMPLO QUANDO O HOMEM CHEGA ALCOOLIZADO EM SUA RESIDÊNCIA E AGRIDE VERBALMENTE A SUA COMPANHEIRA. PARA ALGUMAS PESSOAS É NORMAL.

  • PESSOAS QUE SOFREM VIOLÊNCIA LEVAM NOS SEUS CORPOS, ALMA, COMPORTAMENTO E VIVÊNCIAS AS SEQUELAS DA VIOLÊNCIA.

  • ASPECTOS HISTÓRICOS DO DIREITO DA MULHER

    ASPECTOS HISTÓRICOS DO DIREITO DA MULHER

    Conforme preconiza a ONU (2011), é direito da mulher: igualdade de acesso à educação, à formação profissional, além de igualdade de condições no emprego, inclusive salário e assistência social” (ONU, 2011, p. 11).

  • ONU E DIREITO DAS MULHERES:

    •Direito à vida.
    •Direito à liberdade e à segurança pessoal.
    •Direito à igualdade e a estar livre de todas as formas de discriminação.
    •Direito à liberdade de pensamento.
    •Direito à informação e à educação.
    •Direito à privacidade.
    ••Direito a não ser submetida a torturas e maltrato.

  • Direito à saúde e à proteção desta.
    •Direito a construir relacionamento conjugal e a planejar a sua família.
    •Direito a decidir ter ou não ter filhos e quando tê-los.
    •Direito aos benefícios do progresso científico.
    •Direito à liberdade de reunião e participação política
    •Direito a não ser submetida a torturas e maltrato

  • A ORGANIZAÇÃOD AS NAÇÕES UNIDAS PRECONIZA DIREITOS ESTABELECIDOS PARA AS MULHERES.

    MEDIDAS PROTETIVAS SÃO ESSENCIAIS PARA O FORTALECIMENTO DESTES DIREITOS.


  • Ainda na década de 1970 foi aprovada a Convenção sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra a Mulher que representou um novo marco histórico para o compromisso dos governos com a promoção e a proteção dos direitos das mulheres


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
  • ASPECTOS HISTÓRICOS DO DIREITO DA MULHER
  • DIREITO DA MULHER: BRASIL
  • LEI MARIA DA PENHA
  • MULHER DIREITO DE VIVER SEM VIOLÊNCIA
  • VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
  • FORMAS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
  • MEDIDAS PROTETIVAS
  • HOMEM DE VERDADE NÃO BATE EM MULHER
  • VIOLÊNCIA E SAÚDE
  • PACTO NACIONAL DE ENFRENTAMENTO A VIOLÊNCIA CONTRA MULHER
  • METAS
  • HUMANIZAÇÃO E ATENÇÃO ÀS PESSOAS EM SITUAÇÕES DE VIOLÊNCIA
  • PNHAH
  • A VIOLÊNCIA NA ATENÇÃO À SAÚDE
  • DIREITOS DA MULHER
  • BASE HISTÓRICA DOS DIREITOS DAS MULHERES
  • CARTA ÀS MULHERES
  • HISTÓRIA DAS MULHERES
  • LEI MARIA DA PENHA
  • LEI – CONSTITUIÇÃO DA LEI
  • A LEI
  • CRÍTICAS POSITIVAS
  • CRÍTICAS NEGATIVAS
  • REDE SOCIAL MARIA DA PENHA
  • VIOLÊNCIA CONTRA MULHER
  • LEI MARIA DA PENHA
  • DA VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
  • DAS FORMAS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR
  • DA ASSISTÊNCIA DA MULHER
  • DA ASSISTÊNCIA
  • DO ATENDIMENTO PELA AUTORIDADE
  • DOS PROCEDIMENTOS
  • DAS MEDIDAS PROTETIVAS
  • MEDIDAS PROTETIVAS - AGRESSOR
  • MEDIDAS PROTETIVAS - OFENDIDA
  • ATUAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO
  • DA ASSISTÊNCIA JURÍDICA
  • EQUIPE DE ATENDIMENTO
  • DISPOSIÇÕES
  • CNJ – LEI MARIA DA PENHA
  • TIPOS DE VIOLÊNCIA CONTRA MULHER
  • VIOLÊNCIA CONTRA IDOSOS
  • ESTATUTO DOS IDOSOS
  • LEI Nº 13.104, DE 9 DE MARÇO DE 2015
  • Notificação compulsória
  • LEI Nº 12.015, DE 7 DE AGOSTO DE 2009
  • LEI Nº 12.845, DE 1º DE AGOSTO DE 2013
  • LEI Nº 13.285, DE 10 DE MAIO DE 2016.
  • Comissão mista violência contra mulheres
  • CÓDIGO PENAL E VIOLÊNCIA
  • CONSTITUIÇÃO E PROTEÇÃO
  • DECRETO Nº 7.958, DE 13 DE MARÇO DE 2013
  • CENTRAL DE ATENDIMENTO A MULHER
  • ESTATÍSTICA VIOLÊNCIA CONTRA MULHER
  • REFERÊNCIAS