Curso Online de Alcoolismo

Curso Online de Alcoolismo

Curso descreve: definição de alcoolismo, farmacologia, dependência, metabolização do álcool, sintomatologia, padrões do consumo do álcool...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 4 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Curso descreve: definição de alcoolismo, farmacologia, dependência, metabolização do álcool, sintomatologia, padrões do consumo do álcool, classificação da dependência alcoólica, fatores de risco, patologias decorrentes do álcool, alcoolismo na gestação, formas de tratamento e muito mais

VML Cursos. Aproveite para se atualizar profissionalmente, cursos de ótima qualidade, temas diversos, com preços promocionais. APROVEITEM PARA FAZER UMA ATUALIZAÇÃO/EXTENSÃO DE QUALIDADE. Sou bacharel em enfermagem e pós graduada em saúde pública com ênfase em saúde da família, tenho seis anos de experiência profissional na área e vários cursos de atualização profissional. Meus cursos são de ótima qualidade técnica e de ótimo embasamento bibliográfico. EXPERIMENTE!!! VOCÊ NÃO IRÁ SE ARREPENDER. APROVEITEM O CERTIFICADO DESSES CURSOS TEM VALIDADE EM FINS CURRICULARES E EM PROVAS DE TÍTULOS, COMO UM CERTIFICADO DE ATUALIZAÇÃO/APERFEIÇOAMENTO/EXTENSÃO.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • ALCOOLISMO

    ALCOOLISMO

    Dependência do álcool: aspectos clínicos e diagnóstico.

  • alcoolismo

    alcoolismo

    está entre as drogas de maior relevância no Brasil;
    o álcool exerce influencia sobre 12% da população;
    De qualquer maneira, estima-se que 90% das pessoas ingerem álcool de alguma forma;
    Normalmente as primeiras experiências acontecem na adolescência, quando se bebe para ficar desinibido;
    O problema é que para jovens com tendência para o alcoolismo fica difícil saber quando parar ou mesmo perceber quando a pessoa deixa de ser um bebedor de fim de semana para se tornar um bebedor habitual – um alcoólatra;

  • alcoolismo

    alcoolismo

    Segundo a maioria dos médicos brasileiros, o problema do consumo alcoólico tem solução, apesar do aumento de casos continuamente;
    é responsável por quase 75% de todos os acidentes de trânsito com mortes;
    39% de ocorrências policiais e
    40% das consultas psiquiátricas;
    15% da população do país é alcoólatra;
    Segundo especialistas no assunto, a solução para o problema é um comprometimento maior das autoridades para a elaboração e cumprimento de leis sobre a comercialização e consumo das bebidas alcoólicas;
    Por um outro lado, algumas ações já estão sendo desenvolvidas para levar este problema mais a sério e ser tratado como uma doença;

  • ALCOOLISMO

    ALCOOLISMO

    o consumo de álcool na sociedade é visto predominantemente de forma positiva;
    Dificultando assim o reconhecimento do alcoolismo como doença e, ao mesmo tempo, a mobilização de profissionais de saúde para diminuir índices de problemas decorrentes do uso do álcool;
    Desde os tempos mais remotos, a definição de alcoolismo está associada ao status social;
    em 1849 surgiu o termo alcoolismo e uma de suas primeiras definições, com Magnus Huss, que o definiu como “o conjunto de manifestações patológicas do sistema nervoso, nas esferas psíquica, sensitiva e motora”;
    observadas em sujeitos que consomem bebidas alcoólicas de forma contínua e excessiva, durante longo tempo.

  • alcoolismo

    alcoolismo

    Mais tarde essa definição foi reestruturada e o comportamento do alcoólico passou a ser classificado como doença, o que gerou uma noção de repercussão negativa e social;
    Alcoolismo: todo indivíduo cujo consumo de bebidas alcoólicas pudesse prejudicar o próprio, a sociedade ou ambos, e categorizou o alcoolismo como doença, tendo como base a quantidade de álcool consumida;
    Alcoolismo segundo oms: alcoolista é um bebedor excessivo, cuja dependência em relação ao álcool é acompanhada de perturbações mentais, da saúde física, da relação com os outros e do comportamento social e econômico.

  • Farmacologia e impacto nutricional do álcool

    Farmacologia e impacto nutricional do álcool

    O etanol (ou o “espírito do vinho”, do latim spiritus vini), cuja fórmula química é C2H5OH, é um líquido incolor encontrado em todas as bebidas alcoólicas;
    Nem todas as pessoas estão propensas a se tornar dependentes do álcool;
    O etanol é altamente solúvel em água, por isso cai rapidamente na corrente sanguínea;
    O nível do álcool no sangue é expresso em miligramas ou gramas de etanol por decilitro, um nível de 0,02 a 0,03, por exemplo, é o resultado da ingestão de uma a duas doses de bebidas alcoólicas;
    O organismo metaboliza e excreta aproximadamente uma dose por hora.

  • Dependência alcóolica

    Dependência alcóolica

    Para que a dependência alcoólica ocorra, é fundamental que haja vulnerabilidade e suscetibilidade à dependência, fomentadas por condições biológicas, psicológicas, sociais e ambientais;
    Do ponto de vista médico, é relevante o fato de que as enzimas que metabolizam o álcool no organismo diferem de indivíduo para indivíduo, o que se chama vulnerabilidade biológica.

  • Metabolização do álcool

    Metabolização do álcool

    o etanol cai rapidamente na corrente sanguínea, é distribuído para a maioria dos órgãos e sistemas, ele É absorvido em pequenas quantidades pelas membranas mucosas da boca e do esôfago, em quantidades moderadas pelo intestino grosso e é absorvido principalmente pela porção proximal do intestino delgado;
    a taxa de absorção é aumentada quando o esvaziamento gástrico está acelerado, como na ausência de proteínas, gorduras ou carboidratos, que interferem na absorção, além de outros produtos oriundos da fermentação do álcool, na diluição de uma porcentagem moderada de etanol (máximo de 20% do volume) e na presença de gás carbônico (p.ex., champanhe);

  • Metabolização do álcool

    Metabolização do álcool

    Cerca de 2 a 10% do etanol é excretado diretamente pelos pulmões, pela urina ou pelo suor, mas a maior parte é metabolizada no fígado;
    Apesar do álcool fornecer calorias (uma dose de bebida alcoólica contém 70 a 100 kcal), estas são desprovidas de nutrientes, como minerais, proteínas e vitaminas;
    O álcool pode, também, interferir na absorção de vitaminas no intestino delgado e diminuir seu armazenamento no fígado com efeitos no folato (acido fólico), na piridoxina (B6), na tiamina (B1), no ácido nicotínico (niacina, B3) e na vitamina A.

  • Metabolização do álcool

    Metabolização do álcool

    Alguns indivíduos metabolizam o álcool melhor que outros;
    devido ao consumo frequente e abusivo do álcool ou ao esgotamento do organismo, uma pessoa que, até então, tolerava bem o álcool pode passar a reagir ao consumo de forma patológica;
    É importante considerar, também, a quantidade de bebida consumida diariamente por um período prolongado, sendo que a fronteira de risco para os homens é aproximadamente 60 g de álcool puro/dia e para as mulheres, de 40 g/dia;
    a dependência física, com suas consequências, aparece relativamente tarde, geralmente após 4 a 6 anos de consumo regular para o adolescente e após 6 a 8 anos para o adulto.

  • Sinais e sintomas: uso agudo e crônico

    Sinais e sintomas: uso agudo e crônico

    Os principais sintomas são:
    •• rubor e edema moderado da face;
    •• edemas das pálpebras;
    •• olhos lacrimejantes;
    •• eritrose palmar;
    •• hálito alcoólico;
    •• falta de coordenação motora;
    •• vertigens e desequilíbrio;
    •• suores;
    •• tremor fino nas extremidades.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • ALCOOLISMO
  • alcoolismo
  • ALCOOLISMO
  • alcoolismo
  • Farmacologia e impacto nutricional do álcool
  • Dependência alcóolica
  • Metabolização do álcool
  • Sinais e sintomas: uso agudo e crônico
  • definições
  • Padrões de consumo de álcool
  • USO MODERADO do álcool
  • Beber pesado (bp)
  • Beber pesado episódico (bpe)
  • Classificação da dependência alcoólica – sintomas alcoolismo
  • Classificação da gravidade da dependência alcoólica
  • Fatores de risco
  • Patologias decorrentes do alcoolismo
  • Alcoolismo na gestação
  • tratamento
  • Formas de tratamento
  • desintoxicação
  • psicoterapias
  • Tipos de abordagem
  • Ajuda individual
  • Ajuda de grupo
  • Tratamento farmacológico
  • Melhor forma de tratamento
  • internamento
  • prognóstico