Curso Online de  COMO CUIDAR DA DIABETES

Curso Online de COMO CUIDAR DA DIABETES

O tratamento exige o uso diário de insulina e/ou outros medicamentos para controlar a glicose no sangue. A causa do diabetes tipo 1 ainda...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas


Por: R$ 29,90
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

O tratamento exige o uso diário de insulina e/ou outros medicamentos para controlar a glicose no sangue. A causa do diabetes tipo 1 ainda é desconhecida e a melhor forma de preveni-la é com práticas de vida saudáveis (alimentação, atividades físicas e evitando álcool, tabaco e outras drogas).

CONSULTOR DE AUTO-AJUDA ,PSICOLOGIA DA APRENDIZAGEM,CONSULTOR DE PROGRAMAÇÃO NEUROLÍNGUISTICA ,CONSULTOR INTELIGÊNCIA EMOCIONAL E PALESTRANTE



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • DIABETES MELLITUS ( DM )
    O que é ?
    Doença provocada pela deficiência de produção e/ou de ação da insulina, que leva a sintomas agudos e a complicações crônicas características.
    O distúrbio envolve o metabolismo da glicose, das gorduras e das proteínas e tem graves conseqüências tanto quando surge rapidamente como quando se instala lentamente. Nos dias atuais se constitui em problema de saúde pública pelo número de pessoas que apresentam a doença, principalmente no Brasil.
    Apresenta diversas formas clínicas, sendo classificado em:

  • É uma síndrome metabólica de etiologia múltipla, decorrente da produção ou ação deficiente da insulina que leva a um quadro clínico heterogêneo, comprometendo sistemas e órgãos de forma progressiva e generalizada.
    Laboratorialmente, caracteriza-se por hiperglicemia crônica com alteração no metabolismo de hidratos de carbono, lipídeos e proteínas.
    ASPECTOS CONCEITUAIS

  • DEFICIÊNCIA DE INSULINA ConseqüênciasRedução da entrada de glicose na célulaAumento da produção hepática de glicoseHiperglicemia LipóliseProteóliseGlicosúriaProdução de corpos cetônicosCetonúria

  • QUADRO CLÍNICOForma RápidaPoliúriaPolidipsiaPerda de pesoPolifagiaFraquezaDesidrataçãoNáuseas, võmitos, irritação, sonolência e dor abdominal; suspeita de cetoacidose

  • QUADRO CLÍNICOForma LentaQuadro clínico insidioso: Secreção residual de insulina Glicemias não intensamente elevadas Teste laboratoriais para o diagnóstico




  • QUANTO À ORIGEM
    QUANTO AO TEMPO DE AÇÃO
    QUANTO AO GRAU DE PURIFICAÇÃO
    Humana (DNA recombinante ou semi-sintética)
    Animal (bovina e suína)
    Ultralenta
    Intermediária
    Rápida
    Ultra-rápida (análogos)
    Pré-misturas (NPH + regular ou NPH + lispro)
    Altamente purificadas
    Monocomponentes
    Tipos de insulinas

  • Como se desenvolve?
    Conforme pode ser observado no item acima (formas clínicas), são várias as causas do DM.
    No DM tipo I, a causa básica é uma doença auto- imune que lesa irreversivelmente as células pancreáticas produtoras de insulina (células beta). Assim sendo, nos primeiros meses após o

  • início da doença, são detectados no sangue dos pacientes, diversos anticorpos sendo os mais importantes o anticorpo anti-ilhota pancreática, o anticorpo contra enzimas das células beta (anticorpos antidescarboxilase do ácido glutâmico - antiGAD, por exemplo) e anticorpos anti-insulina.
    No DM tipo II, ocorrem diversos mecanismos de resistência a ação da insulina, sendo o principal deles a obesidade, que está presente na maioria dos pacientes.
    Nos pacientes com outras formas de DM, o que ocorre em geral é uma lesão anatômica do pâncreas, decorrente de diversas agressões tóxicas seja por álcool, drogas, medicamentos ou infecções, entre outras.

  • O que se sente ?
    Os sintomas do DM são decorrentes do aumento da glicemia e das complicações crônicas que se desenvolvem a longo prazo.
    Os sintomas do aumento da glicemia são:

  • Estes sintomas tendem a se agravar progressivamente e podem levar a complicações severas que são a cetoacidose diabética (no DM tipo I) e o coma hiperosmolar (no DM tipo II).
    Os sintomas das complicações envolvem queixas visuais, cardíacas, circulatórias, digestivas, renais, urinárias, neurológicas, dermatológicas e ortopédicas, entre outras.

  • Como o médico faz o diagnóstico ?
    O diagnóstico pode ser presumido em pacientes que apresentam os sintomas e sinais clássicos da doença, que são: sede excessiva, aumento do volume e do número de micções (incluindo o surgimento do hábito de acordar a noite para


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 29,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Deficiência de Insulina
  • Conseqüências
  • Redução da Entrada de Glicose na Célula
  • Aumento da Produção Hepática de Glicose
  • Hiperglicemia
  • Lipólise
  • Proteólise
  • Glicosúria
  • Produção de Corpos Cetônicos
  • Cetonúria
  • Quadro Clínico
  • Forma Rápida
  • Poliúria
  • Polidipsi
  • Quadro Clínico
  • Forma Lenta
  • Quadro Clínico Insidioso
  • Secreção Residual de Insulina
  • Glicemias Não Intensamente Elevadas
  • Teste Laboratoriais para o Diagnóstico
  • Tudo Sobre os Exercícios Físicos e a Diabetes Mellitus
  • Exercícios Físicos e Diabetes Mellitus
  • Diabetes Mellitus
  • Recomendações de Exercícios Físicos para Complicações Específicas
  • Recomendações Especiais Em Relação Aos Exercícios Físicos
  • Procedimentos de Avaliação Antes dos Exercícios Físicos
  • Prescrição de Exercícios para Diabetes Mellitus Tipo 1
  • Prescrição de Exercícios para Diabetes Mellitus Tipo 2
  • a Prática Regular de Atividades Físicas na Prevenção do Diabetes Mellitus
  • Exercícios Acarretam Às Pessoas Com Diabetes Mellitus Não Insulino-dependente?