Curso Online de Psoríase
4 estrelas 10 alunos avaliaram

Curso Online de Psoríase

- conceito - histórico - etiopatogenia - reação auto-imune - dados epidemiológicos - fatores de risco - tipos - diagnóstico difere...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

De: R$ 80,00 Por: R$ 50,00
(Pagamento único)

Mais de 650 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

- conceito
- histórico
- etiopatogenia
- reação auto-imune
- dados epidemiológicos
- fatores de risco
- tipos
- diagnóstico diferencial
- tratamento
- recomendações

Graduada em Enfermagem, Especialista em Saúde Mental, Pós-Graduada em Enfermagem Obstetrica e Neonatal e Mestranda em Educação para a Saúde, Enfermeira Assistencial UTI Neonatal, Foi Coordenadora Geral de Hospital Psiquiatrico, Docente Titular da Disciplina Saúde Mental do Departamento de Enfermagem de IES.


- Marcia Roque Oliveira

- Nayara Souza E Silva

- Eduardo Gomes Da Silva

"Olá Equipe Buzzero, Na minha opinão o curso de Psoríase é excelente. O fato de ser portadora de Psoríase me levou a fazer o curso não só com o objetivo de conhecer essa enfermidade como me informar a respeito de um tratamento adequado. Recomendo e agradeço pela oportunidade."

- Rosely Maia Vieira Araújo

"possuo psoríase,então pra mim foi muito util ."

- Dolores Bezerra De Assumpção

- Rosely Maia Vieira Araújo

- Mariângela Dias Lessa

- Aline Nascimento Silva

- Agnaldo Moreira De Oliveira Júnior

- Rubilan Nunes De Oliveira

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • PSORÍSE

    psoríse

    enfª márcia cunha

    a falta de conhecimento gera preconceito!

  • CONCEITO: grego - erupção sarnenta

    conceito: grego - erupção sarnenta

    a psoríase é uma doença dermatológica crônica, não contagiosa, ainda sem cura, que surge devido a uma rápida reprodução e proliferação das células da pele, causando espessamento, inflamação e descamação.

    a psoríase pode causar lesões discretas ou ser uma doença grave com lesões extensas e comprometimento das articulações.

    doença genética auto-imune.
    (antígenos de histocompa-tibilidade com determinados locais nos cromossomos 27, 17 e cw6)

    enfª márcia cunha

  • HISTÓRICO

    histórico

    psora= escama
    não encontrada descrição no antigo egito
    hipócrates e no velho testamento: descritas junto com a lepra
    no antigo testamento era descrita a melhora da lepra com exposição solar.
    até o século xiv eram tratados como leprosos, sendo isolados, a igreja considerava como mortos e chegaram a ser queimados.
    somente em 1850 foi considerada uma entidade diferente da lepra.

    enfª márcia cunha

  • HISTÓRICO

    histórico

    tratamento:
    início do séc. xix
    crisarobina, βnaftol, enxofre, mercúrio
    inicio do séc. xx
    irradiação, uv artificial, ac. salicílico, coaltar, injeções de leite, ou de extrato de adrenal, dietas, arsênico
    final do séc. xx
    fototerapia, corticóides tópicos, análogos da vit d, metotrexato, retinóides, ciclosporina, sulfas, biológicos

    enfª márcia cunha

  • ETIOPATOGENIA

    etiopatogenia

    é uma moléstia geneticamente determinada; tem história de ocorrência familiar em 70% dos casos. a associação dessa predisposição genética a múltiplos fatores ambientais leva a uma alteração imune, desencadeando o surto eruptivo, resultante da hiperproliferação da epiderme e distúrbio da queratinização. os fatores ambientais mais comuns são: queimadura solar grave, traumatismo físico, clima frio, estresse emocional e infecções. algumas drogas podem provocar e até desencadear a psoríase: antimaláricos, lítio, betabloqueadores e alguns aines.

    enfª márcia cunha

  • REAÇÃO AUTO-IMUNE

    reação auto-imune

    atualmente tem se dado muita atenção ao papel do linfócito t, um dos nossos glóbulos brancos (células de defesa), que parece ser o responsável pela inflamação da pele na psoríase. os linfócitos t normalmente combatem organismos invasores, mas na psoríase ele inapropriadamente passa a considerar as células da pele como agentes intrusos, atacando-as. o ataque do sistema imune contra a pele, além de causar intensa inflamação, estimula a produção de novas células da pele para substituição das lesadas, causando uma rápida proliferação de novo tecido. como as células mortas não conseguem ser eliminadas tão rapidamente, a pele começa a ficar mais espessa, pois as novas camadas formadas empurram as antigas para a superfície. deste processo surgem as lesões típicas da psoríase, explicadas com mais detalhes à frente.

    enfª márcia cunha

  • CARACTERÍSTICAS

    características

    a psoríase pertence ao grupo das doenças eritemo-descamativas.

    caracteriza-se por lesões bem delimitadas, normalmente em placas - as menores são chamadas pápulas -, eritemas e descamações mais evidentes e grosseiras, principalmente na tríade couro cabeludo, cotovelo e joelho.

    a lesão típica da psoríase são placas de pele secas e avermelhadas com descamação prateada/esbranquiçada. essas lesões podem causar comichão e/ou dor.

    enfª márcia cunha

  • EPIDEMIOLOGIA

    epidemiologia

    afeta 1 a 3% da população mundial (cerca de 190 milhões de pessoas).
    a doença acomete homens e mulheres em igual proporção, embora o início seja mais precoce nas mulheres

    atinge todas as etnias, sendo, porém, mais comum em caucasianos (brancos) do que em negros e não existe entre esquimós.

    existem dois picos de idade de prevalência: antes dos 30 e após os 50 anos. e, em 15% dos casos, surge antes dos dez anos de idade

    enfª márcia cunha

  • EPIDEMIOLOGIA

    epidemiologia

    a psoríase pode surgir em qualquer idade, mas costuma surgir em adultos jovens.

    cerca de 30% das pessoas que têm psoríase apresentam história de familiares também acometidos.

    o desencadeamento pode ocorrer em qualquer idade, motivado por influência do meio, alguns medicamentos ou estresse.

    dia 29 de outubro é o dia nacional de combate à psoríase.

    enfª márcia cunha

  • FATORES DE RISCO

    fatores de risco

    exposição ao frio;
    uso de certos medicamentos;
    consumo de álcool ou tabaco, excessivamente;
    infecções bacterianas ou virais;
    obesidade;
    histórico familiar;
    estresse

    fenômenos emocionais são frequentemente relacionados com o seu surgimento ou sua agravação, provavelmente atuando como fatores desencadeantes de uma predisposição genética para a doença.

    enfª márcia cunha

  • COMPLICAÇÕES

    complicações

    ordem psicológica (ansiedade, depressão, etc.). de fato, a psoríase pode ser difícil de suportar por conta da sociedade em que estamos inseridos, isso pode ser motivo de vergonha e, portanto, de perda da auto-estima.

    infarto do miocárdio

    síndrome metabólica (diabetes, hipertensão...),

    hepatite c crônica, pois os tratamentos da hepatite c podem representar um fato desencadeador ou agravante da psoríase.

    enfª márcia cunha


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 50,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • PSORÍSE
  • CONCEITO: grego - erupção sarnenta
  • HISTÓRICO
  • ETIOPATOGENIA
  • REAÇÃO AUTO-IMUNE
  • CARACTERÍSTICAS
  • EPIDEMIOLOGIA
  • FATORES DE RISCO
  • COMPLICAÇÕES
  • TIPOS
  • PSORÍASE EM PLACA OU VULGAR
  • PSORÍASE GUTANA
  • PSORÍASE INVERTIDA
  • PSORÍASE UNGUEAL
  • PSORÍASE PUSTULOSA
  • PSORÍASE ERITRODÉRMICA
  • ARTRITE PSORÍATICA
  • DIAGNÓSTICO
  • DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL
  • TRATAMENTO
  • TRATAMENTOS
  • RECOMENDAÇÕES
  • REFERÊNCIA
  • SITES