Curso Online de Drogas com ação no sistema cardiovascular e renal

Curso Online de Drogas com ação no sistema cardiovascular e renal

Classificação da pressão arterial Fatores de Risco Conhecimento, Controle e Tratamento Tratamento Não-medicamentoso Tratamento Medicament...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

De: R$ 50,00 Por: R$ 30,00
(Pagamento único)

Mais de 0 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Classificação da pressão arterial
Fatores de Risco
Conhecimento, Controle e Tratamento
Tratamento Não-medicamentoso
Tratamento Medicamentoso
Classes de Anti-hipertensivos
Diuréticos.
Inibidores adrenérgicos.
Ação central ? agonistas alfa 2 centrais.
Alfabloqueadores ? bloqueadores alfa 1 adrenérgicos.
Betabloqueadores ? bloqueadores beta-adrenérgicos.
Alfabloqueadores e betabloqueadores.
Bloqueadores dos canais de cálcio.
Inibidores da ECA ( Enzima Conversora da Angiotensina)
Bloqueadores do receptor AT1 da angiotensina II.
Vasodilatadores diretos

Graduado em Farmácia pela Universidade Federal do Maranhão (1981), Mestrado em Microbiologia e Imunologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1985) e Doutorado em Ciências (Microbiologia) pela Universidade de São Paulo (1996). Pós-doutorado em nanotecnologia pela Universidade de Brasilia (2012). Atualmente é professor titular da disciplina de microbiologia da Universidade Federal do Maranhão e Professor Adjunto do Curso de Medicina da Universidade Estadual do Maranhão.Tem experiência na área de ensino superior desde 1985, estando apto para ministrar as seguintes disciplinas: microbiologia, imunologia, patologia, farmacologia, biofisica, saúde ambiente, epidemiologia, genética e embriologia. Endereço para acessar o CV: http://lattes.cnpq.br/9584161299199568



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • DROGAS CARDIOVASCULARES RENAIS

    DROGAS CARDIOVASCULARES RENAIS

    Agentes
    Antihipertensivos

  • Classificação da pressão arterial (>18 anos)

    Quando a sistólica e diastólica estão em categorias diferentes classificar pela maior. *
    Considerar intervenção de acordo com fatores de risco maiores e co-morbidades

    Sociedade Brasileira de Hipertensão – WWW.SBH.ORG.BR Cortesia: Dr. Décio Mion Jr.

  • Fatores de Risco

    Idade

    Gênero e Etnia • A prevalência global em homens e mulheres não sugere que o gênero seja um FR para hipertensão. • É mais prevalente em mulheres afrodescententes.

    Fatores socioeconômicos

    Sal

    Obesidade

    Álcool

    Sedentarismo

    Outros fatores • Predisposição genética e fatores ambientais

  • Conhecimento, Controle e Tratamento

    Indivíduos adultos

    • 50,8% sabiam ser hipertensos
    • 40,5% estavam em tratamento
    • 10,4% tinham PA controlada
    • Idade avançada, obesidade e baixo nível educacional mostraram-se associados a menores taxas de controle.

  • Tratamento Não-medicamentoso

    Controle de peso.
    Padrão alimentar.
    Redução do consumo de sal.
    Moderação no consumo de bebidas alcoólicas.
    Exercício físico.
    Abandono do tabagismo.
    Controle do estresse psicoemocional.

  • Modificações do estilo de vida no controle da PA

    Modificações

    Recomendação

    Redução aprox. na PAS

    Tratamento Não-medicamentoso

    * 6g de sal/dia = 4 colheres de café rasas de sal = 4g + 2g de sal próprio dos alimentos

  • Características das bebidas alcoólicas mais comuns

    Bebida

    % etanol oGL
    (Gay Lussac)

    Cerveja

    Consumo máximo tolerado

    ~6%
    (3-8)

    ~2 latas = 700 ml ou
    1 garrafa= 650 ml

    Tratamento Não-medicamentoso

    etanol (g)
    em 100 ml

    volume para
    30g de etanol

    6g/100 ml x 0,8* = 4,8 g

    625 ml

    Vinho

    ~12%
    (5-13)

    ~2 taças de 150 ml ou 1 taça de 300 ml

    12g/100 ml x 0,8* = 9,6 g

    312,5 ml

    Uísque, vodca, aguardente

    ~40%
    (30-50)

    ~2 doses de 50 ml ou 3 doses de 30 ml

    40g/100 ml x 0,8* = 32 g

    93,7 ml

    * Densidade do etanol

  • Ser eficaz por via oral.
    Ser bem tolerado.
    Permitir a administração em menor número possível de tomadas diárias, com preferência para dose única diária.

    O medicamento anti-hipertensivo deve:

    Iniciar com as menores doses efetivas preconizadas para cada situação clínica, podendo ser aumentadas gradativamente. Deve-se levar em conta quanto maior a dose, maiores serão as probabilidades de efeitos adversos.

    Princípios gerais

    Tratamento Medicamentoso

  • Pode-se considerar o uso combinado de medicamentos anti-hipertensivos em pacientes com hipertensão em estágios II e III que, na maioria das vezes, não respondem à monoterapia.

    Princípios gerais

    Tratamento Medicamentoso

    O medicamento anti-hipertensivo:

    Ser utilizado por período mínimo de 4 semanas, salvo em situações especiais, para aumento de dose, substituição da monoterapia ou mudança da associação de fármacos.

  • FISIOPATOGENIA

  • Diuréticos.
    Inibidores adrenérgicos.
    Ação central – agonistas alfa 2 centrais.
    Alfabloqueadores – bloqueadores alfa 1 adrenérgicos.
    Betabloqueadores – bloqueadores beta-adrenérgicos.
    Alfabloqueadores e betabloqueadores.
    Bloqueadores dos canais de cálcio.
    Inibidores da ECA ( Enzima Conversora da Angiotensina)
    Bloqueadores do receptor AT1 da angiotensina II.
    Vasodilatadores diretos

    Classes de Anti-hipertensivos


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 30,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • DROGAS CARDIOVASCULARES RENAIS
  • AÇÕES DOS IECA