Curso Online de DOENÇA DE PARKINSON

Curso Online de DOENÇA DE PARKINSON

eSTE CURSO DETALHA BEM A DOENÇA DE PARKINSON. nELE VOCÊ ENCONTRARÁ: HISTÓRICO DA DOENÇA, DEFINIÇÃO, EPIDEMIOLOGIA E ETIOLOGIA, A FISIOPAT...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 7 horas

Por: R$ 30,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

eSTE CURSO DETALHA BEM A DOENÇA DE PARKINSON. nELE VOCÊ ENCONTRARÁ: HISTÓRICO DA DOENÇA, DEFINIÇÃO, EPIDEMIOLOGIA E ETIOLOGIA, A FISIOPATOLOGIA, MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS, CURSO DA DOENÇA, TRATAMENTO MÉDICO E FIOSTERAPEUTICO.

Bacharel em fisioterapia pela PUC de Goiás, pós-graduada em fisioterapia neurofuncional e fisioterapia em obstetrícia e uroginecologia.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • DOENÇA DE PARKINSON

    doença de parkinson

    melyse moura campos
    puc-goiás

  • HISTÓRICO

    histórico

    descrita pela primeira vez por james parkinson – 1817.

    sua patologia foi descrita cerca de 100 anos depois.

    o tratamento sofreu uma revolução nos anos 60 – levodopa.

    stokes, 2000; instituto superior de ciências da saúde do norte, 2007

  • DEFINIÇÕES

    definições

    a doença de parkinson e a síndrome de parkinson – um grupo de distúrbios caracterizados por tremor e pertubação do movimento voluntário, da postura e do equilíbrio.

    a síndrome de parkinson é um grupo de distúrbios nos quais os sinais e sintomas característicos do parkinsonismo desenvolvem-se – secundários a outras doenças neurológicas.

    stokes, 2000

  • DEFINIÇÕES

    definições

    doença de parkinson: é uma patologia degenerativa primária que ocorre na segunda metade da vida, seguindo um curso progressivo.

    parkinsonismo:
    é utilizada para descrever
    sinais e sintomas, indepen-
    dente da causa do estado
    patológico -núcleos da base.

    stokes, 2000; o`sullivan & schmitz, 2004

    lentidão de movimento, rigidez, tremor, oftalmoplegia, hipotensão postural e disfunção autonômica.

  • DEFINIÇÕES

    definições

    “a doença de parkinson é uma doença crônica progressiva do sistema nervoso, caracterizada pelos sinais cardinais de rigidez, acinesia, bradicinesia, tremor e instabilidade postural”.

    o`sullivan & schmitz, 2004

  • EPIDEMIOLOGIA

    epidemiologia

    ocorre em cerca de 1% da população acima de 55 anos de idade;
    2,6% da população por volta dos 85 anos de idade;
    a idade média tem surgimento entre 58 a 62 anos e a maioria - 50 a 79;
    10% desenvolve precocemente - 40 anos – curso benigno a longo prazo;
    os homens tem maior risco de desenvolver a doença;
    idiopática - observada em todas as raças e grupos étnicos;
    a projeção para 2040 é que as doenças neurodegenerativas sejam a segunda causa de morte em idosos.

    o`sullivan & schmitz, 2004; bertucci filho, 2006

  • ETIOLOGIA

    etiologia

    parkinsonismo
    primário

    parkinsonismo
    secundário

    doença de parkinson – 78%

    resulta de inúmeras causas:
    -distúrbios hereditários;
    -neurodegenerativos adquiridos.

    síndromes parkinsonismo-plus

    há sintomas de degeneração de múltiplos sistemas

    o`sullivan & schmitz, 2004

  • ETIOLOGIA

    etiologia

    doença de parkinson (parkinsonismo primário):
    * a etiologia é idiopática;
    * 2 subgrupos clínicos distintos:

    sintomas dominantes são instabilidade postural e distúrbios da marcha.

    tremor principal característica – problemas com bradicinesia e instabilidade postural.

    o`sullivan & schmitz, 2004

  • ETIOLOGIA

    etiologia

    parkinsonismo pós-infeccioso (parkinsonismo secundário):
    * epidemia de gripe de encefalite letárgica – 1917 a 1926;
    * sintomas depois de muitos anos – virús lento que estaria infectando o cérebro;
    * diminuindo lentamente de frequência.
    * recorrência com meningite
    criptocóccia e com a
    doença de jacob-creutzfledt.

    o`sullivan & schmitz, 2004

  • ETIOLOGIA

    etiologia

    parkinsonismo tóxico ( parkinsonismo secundário):
    * exposição a certos venenos industriais e produtos químicos ;

    manganês representa o maior risco ocupacional – mineiradores.
    indivíduos que injetaram uma heroína sintética.

    o`sullivan & schmitz, 2004

  • ETIOLOGIA

    etiologia

    parkinsonismo farmacológico
    (parkinsonismo secundário):
    * uma diversidade de drogas podem produzir uma disfunção extrapiramidal que se assemelha aos sinais de doença de parkinson.
    *parecem interferir nos mecanismos dopaminérgicos no nivel pré e pós-sináptico.

    drogas neuroepléticas;
    drogas antidepressivas;
    drogas anti-hipertensivas

    o`sullivan & schmitz, 2004


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 30,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • DOENÇA DE PARKINSON
  • HISTÓRICO
  • DEFINIÇÕES
  • EPIDEMIOLOGIA
  • ETIOLOGIA
  • FISIOPATOLOGIA
  • MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS
  • RIGIDEZ
  • ACINESIA E BRADICINESIA
  • TREMOR
  • INSTABILIDADE POSTURAL
  • COMPROMETIMENTOS INDIRETOS COMPLICAÇÕES
  • DISTÚRBIOS DA MARCHA
  • COMPROMETIMENTOS INDIRETOS COMPLICAÇÕES
  • CONSEQUÊNCIAS
  • DIAGNÓSTICO
  • CURSO DA DOENÇA
  • TRATAMENTO MÉDICO
  • TRATAMENTO CIRÚRGICO
  • TRATAMENTOS
  • TRATAMENTO FISIOTERAPÊUTICO
  • ATIVIDADES
  • REFERÊNCIAS
  • OBRIGADA!!!!!!!!!!!!