Curso Online de Farmacologia da Doença de Parkinson

Curso Online de Farmacologia da Doença de Parkinson

INTRODUÇÃO FISIOPATOLOGIA QUADRO CLÍNICO DIAGNÓSTICO TRATAMENTO Classificação dos fármacos Interações Antiparkinsonianos Nutrientes ANTI...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

De: R$ 50,00 Por: R$ 30,00
(Pagamento único)

Mais de 0 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

INTRODUÇÃO
FISIOPATOLOGIA
QUADRO CLÍNICO
DIAGNÓSTICO
TRATAMENTO
Classificação dos fármacos
Interações Antiparkinsonianos Nutrientes
ANTICOLINÉRGICOS
ANTIDEPRESSIVOS
INIBIDORES DA MAO
LEVODOPA
ADMINISTRAÇÃO
AGONISTAS DOPAMINÉRGICOS

Graduado em Farmácia pela Universidade Federal do Maranhão (1981), Mestrado em Microbiologia e Imunologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (1985) e Doutorado em Ciências (Microbiologia) pela Universidade de São Paulo (1996). Pós-doutorado em nanotecnologia pela Universidade de Brasilia (2012). Atualmente é professor titular da disciplina de microbiologia da Universidade Federal do Maranhão e Professor Adjunto do Curso de Medicina da Universidade Estadual do Maranhão.Tem experiência na área de ensino superior desde 1985, estando apto para ministrar as seguintes disciplinas: microbiologia, imunologia, patologia, farmacologia, biofisica, saúde ambiente, epidemiologia, genética e embriologia. Endereço para acessar o CV: http://lattes.cnpq.br/9584161299199568



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • DOENÇA DE PARKINSON

    DOENÇA DE PARKINSON

  • INTRODUÇÃO

    INTRODUÇÃO

    James Parkinson (1817)
    Distúrbios motores
    Tétrade clássica:
    Tremor;
    Rigidez muscular;
    Bradicinesia;
    Distúrbios posturais.

  • Defeito bioquímico: Depleção de dopamina no sistema extrapiramidal, decorrente de degeneração neuronal.
    PARKINSONISMO:
    PRIMÁRIO: Sem causa conhecida. DOENÇA DE PARKINSON.
    SECUNDÁRIO:
    Infeccioso ou pós infeccioso (encefalites, LUES, AIDS)
    Toxinas (manganês, Thinner, mercúrio)
    Medicamentos: Cinarizina, flunarizina, Lítio, hidantoína, captopril, metoclopramida, alfa-metildopa, antipsicóticos (fenotiazinas).
    Tumores cerebrais
    Trauma físico (encefalopatia pugilística)
    Metabólico (hipoparatireoidismo, hipotireoidismo)

  • FISIOPATOLOGIA

    FISIOPATOLOGIA

    Macroscopia: descoloração da substância negra no mesencéfalo
    Progressiva perda neuronal das células pigmentadas desta área
    Microscopia: perda neuronal em múltiplas regiões, como na substância negra, núcleo caudado, globo pálido e putâmen
    Alterações menos específicas na córtex cerebral também podem ocorrer

  • FISIOPATOLOGIA

    FISIOPATOLOGIA

    Estudo de fatores ambientais, tóxicos, que podem estar influindo na degeneração neuronal seja por agressão direta ás céls ou por influírem em mecanismos celulares básicos, levando ao fenômeno de apoptose (morte celular programada)

  • FISIOPATOLOGIA DOS SINTOMAS

    FISIOPATOLOGIA DOS SINTOMAS

    Acentuada redução da concentração de dopamina em várias áreas dos gânglios basais, resultante do desaparecimento dos neurônios do SN
    A redução da dopamina produz uma cascata de eventos bioquímicos no Sistema Extrapiramidal, com PREDOMÍNIO da atividade colinérgica e hiperatividade de aminoácidos excitatórios na região subtalâmica

  • FISIOPATOLOGIA DOS SINTOMAS

    FISIOPATOLOGIA DOS SINTOMAS

    Parkinsonismo se manifesta após, depleção maior que 85-90% da concentração de dopamina nos gânglios da base ou redução maior que 50% do número de células

  • QUADRO CLÍNICO

    QUADRO CLÍNICO

    Tétrade clássica:
    Tremor;
    Rigidez muscular;
    Bradicinesia
    Distúrbios posturais.

  • TREMOR

    TREMOR

    Durante o repouso (fases iniciais), principalmente em MMSS (mãos e antebraços), MMII e segmento cefálico (mandíbula)
    Facilmente diferenciável de outras formas de tremor (“contar dinheiro” ou “enrolar pílulas” com os dedos das mãos, prono-supinação da mão ou flexo-extensão do antebraço

  • TREMOR

    TREMOR

    Geralmente se inicia em um dos lados do corpo, unilateral, se desenvolve acometendo o outro lado, freqüentemente mantendo-se assimétrico (diagnóstico diferencial com outras sd parkinsonianas)

  • QUADRO CLÍNICO

    QUADRO CLÍNICO

    Rigidez muscular:
    Plástica, com roda denteada

    Bradicinesia:
    Pobreza geral da movimentação, desaparecimento dos movimentos automáticos ou acessórios, como o balançar dos braços durante a marcha, a mímica facial ou gestual das mãos durante a fala, conferindo ao pcte, aspecto estático, com fácies fixa, em máscara


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 30,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • DOENÇA DE PARKINSON
  • INTRODUÇÃO
  • FISIOPATOLOGIA
  • FISIOPATOLOGIA DOS SINTOMAS
  • QUADRO CLÍNICO
  • TREMOR
  • QUADRO CLÍNICO
  • DIAGNÓSTICO
  • TRATAMENTO
  • Classificação dos fármacos Antiparkinsonianos
  • Interações Antiparkinsonianos Nutrientes
  • ANTICOLINÉRGICOS
  • ANTICOLINÉRGICOS – EFEITOS COLATERAIS
  • ANTICOLINÉRGICOS
  • ANTIDEPRESSIVOS
  • INIBIDORES DA MAO
  • LEVODOPA
  • ADMINISTRAÇÃO
  • AGONISTAS DOPAMINÉRGICOS DIRETOS
  • APOMORFINA
  • BLOQUEADORAS DA COMT
  • TRATAMENTO - Geral