Curso Online de ALIMENTAÇÃO PARA ATLETAS DE ALTA PERFORMACE I
5 estrelas 1 aluno avaliou

Curso Online de ALIMENTAÇÃO PARA ATLETAS DE ALTA PERFORMACE I

Nutrição para o Esportista Uma alimentação adequada fornece ao esportista uma alta performance, que lhe permite atuar com confiança em pr...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 8 horas

De: R$ 430,00 Por: R$ 300,00
(Pagamento único)

Mais de 40 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Nutrição para o Esportista
Uma alimentação adequada fornece ao esportista uma alta performance, que lhe permite atuar com confiança em provas com rendimento de alto nível. Apesar destas vantagens, muitos atletas não cumprem os seus objetivos nutricionais. Entre os problemas e desafios mais comuns incluem-se: Pouco conhecimento sobre alimentos e bebidas, e técnicas de cozinha inadequadas; Conhecimento escasso ou antiquado sobre nutrição para atletas; Falta de acesso a dietistas - nutricionistas ou a outros recursos credíveis; Meios econômicos insuficientes; Um estilo de vida atarefado que não permite dispor do tempo necessário para obter ou consumir os alimentos adequados; Disponibilidade limitada de boas opções de alimentos e bebidas; Viagens frequentes; Consumo indiscriminado de suplementos e alimentos para esportistas ou o uso inadequado de suplementos e alimentos para esportistas que não foram avaliados e comprovados por evidência científica. O que vai se descrever aqui neste curso, são orientações que levam atletas a reconhecerem o valor dos profissionais de saúde particularmente os nutricionistas e de áreas afins, que orientam atletas de alta performance. É um guia para o atleta que quer atingir seus objetivos, seja nos esportes mais comuns ou os mais raros.

ok


- Natália Louzada Sinotti

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • ALIMENTAÇÃO PARA ATLETAS DE ALTA PERFORMACE I

    ALIMENTAÇÃO PARA ATLETAS DE ALTA PERFORMACE I

    Prof. Ângela Silva Benjamim Constantino*

  •  Alta performance

     Alta performance

    Um jogador de futebol que é campeão do mundo por sua seleção e gozará de todas as regalias que o titulo lhe proporcionará pelo resto da vida através de sua alta performance.

  • Introdução

    Introdução

    Nutrição para o Esportista
    Uma alimentação adequada fornece ao esportista uma alta performance, que lhe permite atuar com confiança em provas com rendimento de alto nível. Apesar destas vantagens, muitos atletas não cumprem os seus objetivos nutricionais. Entre os problemas e desafios mais comuns incluem-se: Pouco conhecimento sobre alimentos e bebidas, e técnicas de cozinha inadequadas; Conhecimento escasso ou antiquado sobre nutrição para atletas; Falta de acesso a dietistas - nutricionistas ou a outros recursos credíveis; Meios econômicos insuficientes; Um estilo de vida atarefado que não permite dispor do tempo necessário para obter ou consumir os alimentos adequados; Disponibilidade limitada de boas opções de alimentos e bebidas; Viagens frequentes; Consumo indiscriminado de suplementos e alimentos para esportistas ou o uso inadequado de suplementos e alimentos para esportistas que não foram avaliados e comprovados por evidência científica. O que vai se descrever aqui neste curso, são orientações que levam atletas a reconhecerem o valor dos profissionais de saúde particularmente os nutricionistas e de áreas afins, que orientam atletas de alta performance. É um guia para o atleta que quer atingir seus objetivos, seja nos esportes mais comuns ou os mais raros.

  • A energia para treinar e ter um rendimento ao nível da elite precisa de ser acompanhada por vários profissionais com conhecimento de ponta para orientar atletas que desejam alcançar o alto nível nas suas performances. Um ótimo resultado do programa de treino, estabelecido por uma equipe de profissionais orientados para o esporte permite que os atletas nele envolvidos alcancem seus objetivos em pouco tempo. A melhor recuperação antes, durante e entre os exercícios e provas necessita de acompanhamento medico e nutricional. A Consecução e manutenção do peso, e das condições físicas ideais, devem ser acompanhadas de boa alimentação. Benefícios procedentes de todos os nutrientes que favorecem a saúde redução do risco de lesões, de fadiga por excesso de treino e de doenças, estão na base de insucesso de vários atletas de alta performance. A Confiança por estar bem preparado para enfrentar a competição é um ato que não depende apenas de autoconfiança, e sim de um bom acompanhamento alimentar com um dieta apropriada para cada dia. A Regularidade na prossecução de um grande rendimento em competições de alto nível é o resultado deste acompanhamento nutricional. O Prazer nas refeições e nos eventos sociais, no local e em viagem, dependem de um estado nutricional adequado e um bem-estar físico e psicológico.

  • A informação contida nesta monografia foi desenhada para oferecer uma visão global das diretrizes mais recentes em nutrição para desportistas a todos os treinadores e atletas. Embora não existam dietas nem alimentos mágicos, existem muitas formas de comer e beber bem, de modo que os desportistas de qualquer nível de rendimento físico possam alcançar os objetivos especiais dos programas de treino e competição. Não faz sentido treinar duramente se ignorarmos os benefícios de escolher corretamente os alimentos

  • A Nutrição para esportistas baseia-se nas conclusões da Conferência Internacional de Consenso sobre Nutrição para o esporte, realizada em Lausanne, em outubro de 2010. Agradecemos o contribuição dos participantes na conferência como fontes científicas especializadas para a criação deste manual. A informação foi atualizada em abril de 2012, como preparativo para os Jogos Olímpicos de Londres 2012, de modo a assegurar que os atletas têm acesso à informação mais recente.

  • Atletas de Alta Performance

    Atletas de Alta Performance

    Em atletas há uma estreita relação entre a imagem corporal e o desempenho físico, o que faz com que atletas, principalmente mulheres jovens, se tornem um grupo vulnerável à instalação desses transtornos, tendo em vista a ênfase dada ao controle de peso. A complicação mais comum relatada é a “tríade da mulher atleta”, a qual envolve três processos: o distúrbio alimentar (anorexia, bulimia), a amenorréia (falta da menstruação em mulheres acima de 16 anos) e a osteoporose (diminuição da quantidade de massa óssea e mudança na micro arquitetura do osso). 

  • Estudos recentes citam a influência exercida pelos treinadores, patrocinadores e até mesmo pelos próprios familiares, por meio de comentários relacionados ao corpo, como um poderoso elemento de instalação de comportamentos alimentares anormais. Sabe-se ainda, que a adoção de dietas restritivas em idade precoce, pode causar sérios danos, tanto à saúde quanto ao desempenho atlético. Os esportes que preconizam o baixo peso corporal e supervalorizam a estética, são os mais afetados por essas esportistas, como por exemplo: na ginástica artística, nado sincronizado, atletismo, balé e outros.

  • Contudo, estudos científicos demonstram que a performance e a saúde de atletas, bem como as mudanças favoráveis da composição corporal e aprimoramento do desempenho desportivo podem ser beneficiadas com a modificação dietética, ou seja, através da adesão a um comportamento alimentar adequado ao seu esforço, em termos de quantidade e variedade de alimentos.

  • Os carboidratos devem contribuir com 60 a 70% do total de calorias ingeridas durante o dia, esta porcentagem assegura a recuperação do glicogênio muscular, manutenção do peso corporal e a adequada composição corporal, maximizando os resultados do treinamento e contribuindo para a manutenção da saúde. Para otimizar a reposição do glicogênio recomenda-se que o consumo de carboidratos esteja entre 5 e 8g/kg de peso/dia, sendo que em atividades de longa duração e/ou treinos intensos a recomendação pode chegar até 10g/kg de peso/dia. Os atletas que participam de provas longas, devem consumir entre 7 e 8g/kg de peso ou 30 a 60g de carboidrato, para cada hora de exercício. Assim, evitam-se os quadros de hipoglicemia, depleção de glicogênio e de fadiga. Após o exercício, recomenda-se a ingestão de carboidratos simples entre 0,7 e 1,5g/kg de peso no período de quatro horas, o que é suficiente para a ressíntese plena de glicogênio muscular.

  • Os carboidratos devem contribuir com 60 a 70% do total de calorias ingeridas durante o dia, esta porcentagem assegura a recuperação do glicogênio muscular, manutenção do peso corporal e a adequada composição corporal, maximizando os resultados do treinamento e contribuindo para a manutenção da saúde. Para otimizar a reposição do glicogênio recomenda-se que o consumo de carboidratos esteja entre 5 e 8g/kg de peso/dia, sendo que em atividades de longa duração e/ou treinos intensos a recomendação pode chegar até 10g/kg de peso/dia. Os atletas que participam de provas longas, devem consumir entre 7 e 8g/kg de peso ou 30 a 60g de carboidrato, para cada hora de exercício. Assim, evitam-se os quadros de hipoglicemia, depleção de glicogênio e de fadiga. Após o exercício, recomenda-se a ingestão de carboidratos simples entre 0,7 e 1,5g/kg de peso no período de quatro horas, o que é suficiente para a ressíntese plena de glicogênio muscular. As proteínas devem contribuir com 15 a 20% do total de calorias ingeridas durante o dia. Para atletas de endurance ou resistência, as proteínas têm o papel de auxiliar no fornecimento de energia para a atividade, calculando-se ser de 1,2 a 1,6g/kg de peso a necessidade diária. Para os atletas de força, a proteína tem papel importante no fornecimento de “matéria-prima” para a síntese de tecido, sendo de 1,4 a 1,8g/kg de peso das necessidades diárias


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 300,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • ALIMENTAÇÃO PARA ATLETAS DE ALTA PERFORMACE I
  •  Alta performance
  • Introdução
  • Atletas de Alta Performance
  • Necessidades de energia
  • Equilíbrio energético = Ingestão de energia– Gasto de energia
  • Disponibilidade de energia = Ingestão de energia – Gasto de energia de treino/ competição
  • Conselhos para manter uma disponibilidade adequada de energia
  • Disponibilidade de energia
  • Exemplos de diferentes níveis de disponibilidade energética
  • Disponibilidade de energia adequada
  • Disponibilidade de energia reduzida
  • Alterar a composição corporal
  • Uma alimentação adequada fornece ao esportista saúde integral.
  • Os princípios para modificar o tamanho e a forma são
  • Estratégias para reduzir a ingestão de energia e/ou reduzir os níveis de gordura corporal
  • Estratégias para aumentar a ingestão calórica que apoie o crescimento ou aumento de massa muscular
  • REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
  • F I M