Curso Online de Epidemiologia - Indicadores de Saúde

Curso Online de Epidemiologia - Indicadores de Saúde

Os objetivos do curso são: mostrar os principais indicadores de saúde e a maneira de expressá-los; mostrar os elementos em que se baseia ...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 8 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Os objetivos do curso são: mostrar os principais indicadores de saúde e a maneira de expressá-los; mostrar os elementos em que se baseia a descrição epidemiológica de um evento e fornecer orientações para elaboração de diagnósticos coletivos de saúde.

Estudante de Graduação em Odontologia.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Indicadores de saúde

    Indicadores de saúde

    Curso na área de epidemiologia básica

  • Objetivos do Curso

    Objetivos do Curso

    Quantificação de saúde e doença na população.
    Mostrar os principais indicadores de saúde e a maneira de expressá-los.
    Mostrar os elementos em que se baseia a descrição epidemiológica de um evento.
    Fornecer orientações para elaboração de diagnósticos coletivos de saúde.

  • Considerações Gerais

    Considerações Gerais

    Os indicadores de saúde são utilizados tanto no sentido de mudar uma situação insatisfatória quanto guiar os próximos passo, conhecendo uma determinada situação.
    Os indicadores informam uma situação existente, por isso, permitem comparações individuais e coletivas, para que sejam tomadas decisões que possam ser recomendadas ou aplicadas de imediato.
    Os indicadores possuem um caráter prognóstico, ou seja, presumem o que podem suceder no futuro e as mudanças que acontecem com o passar do tempo.

  • Indicador e Índice

    Indicador e Índice

    O indicador representa um único aspecto, por exemplo, a mortalidade.
    O índice expressa situações multidimensionais, pois incorpora em uma medida única diferentes aspectos ou diferentes indicadores.
    Tanto o indicador quanto o índice podem se referir ao estado de saúde de um indivíduo ou de uma população.
    Exemplos: Índice de Apgar (que mede a vitalidade do recém nascidos com base em 5 sinais clínicos no qual a presença de baixo índice indica maiores taxas de morbidade e mortalidade, é um índice muito útil para prognóstico e diagnóstico); e o índice de morbimortalidade (incorpora tanto as doenças quanto as mortes em uma população).

  • Critérios para Avaliação dos Indicadores

    Critérios para Avaliação dos Indicadores

    Os indicadores de saúde se tornam relevantes quando retratam fidedignidade praticidade, seguindo a ética, aspectos individual ou coletivo.
    No entanto, surge a seguinte pergunta: Quais são os indicadores mais apropriados para avaliações na área da saúde?

  • Complexidade do Conceito de Saúde

    Complexidade do Conceito de Saúde

    Se conceituar saúde é algo complexo, mensurá-la também se torna difícil. Isso por que há muitos enfoques como a mortalidade, morbidade, incapacidade física, qualidade de vida e outros.
    Nesses enfoques diversos indicadores podem ser utilizados, tornando-se inviável aplicá-los todos ao mesmo tempo. Isso mostra que não há um único indicador para todas as situações.
    A escolha do indicador depende dos objetivos de cada situação, da questão científica formulada, dos aspectos metodológicos, éticos e operacionais.

  • Critérios para Seleção e Avaliação de Indicadores

    Critérios para Seleção e Avaliação de Indicadores

    Validade
    Reprodutibilidade
    Representatividade (Cobertura)
    Obediência a preceitos éticos
    Oportunidade, simplicidade, facilidade de obtenção e custo compatível

  • Validade

    Validade

    Na escolha de um indicador devemos delimitar o problema, condição, tema ou evento que necessita ser observado ou medido.
    Alto grau de validade: significa a adequação do indicador para medir, representar o fenômeno considerado. O indicador deve discriminar corretamente um evento de outros e também detectar mudanças com o passar do tempo.

  • Exemplos de Validade

    Exemplos de Validade

    Numa condição onde deseja-se mensurar a anemia, a medida de hemoglobina no sangue pode ser o indicador de escolha, já que alcança níveis de validade apropriados. A proporção de adultos com um valor de hemoglobina estipulado como sendo inferior a 12 g/dl estimará a frequência de anemia. Nesse caso a validade consistirá em verificar se a dosagem de hemoglobina com o ponto de corte fixado reflete a presença de anemia para ser usada em avaliações populacionais.
    Em casos de miocardiopatia chagástica, a questão da validade consiste em verificar se o eletrocardiograma é o teste mais adequado ou se existe um outro exame para quantificar a frequência da miocardiopatia chagástica.

  • Confiabilidade (Reprodutibilidade ou fidedignidade)

    Confiabilidade (Reprodutibilidade ou fidedignidade)

    Alto grau de confiabilidade significa a obtenção de resultados semelhantes, quando a mensuração é repetida em uma mesma amostra.
    Um indicador de baixa confiabilidade não tem utilidade prática, enquanto que um de alta confiabilidade só tem utilidade se for também de alta validade. Por isso, a confiabilidade e a validade tem que ser adequadamente resolvidas.
    Exemplo: Anemia e cardiopatia chagásica (na avaliação da confiabilidade verifica-se a repetição da dosagem de hemoglobina ou da leitura de traçado eletrocardiográfico em uma mesma amostra de material, mostrando concordância de resultado.

  • Representatividade (Cobertura)

    Representatividade (Cobertura)

    Um indicador sanitário será tanto mais apropriado quanto maior cobertura populacional alcançar.
    Quando um indicador é proveniente de um sistema de amostragem, a nossa representatividade é garantida pelo processo adequado de seleção de unidades da amostra e por um trabalho de campo que alcance todos ou quase todos que foram selecionados.
    Exemplo: no Brasil o sistema de informação quanto a mortalidade não abrange toda a população pois nem todos os municípios são integrados ao sistema, não refletindo assim a situação real do Brasil.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Indicadores de saúde
  • Objetivos do Curso
  • Considerações Gerais
  • Indicador e Índice
  • Critérios para Avaliação dos Indicadores
  • Complexidade do Conceito de Saúde
  • Critérios para Seleção e Avaliação de Indicadores
  • Validade
  • Exemplos de Validade
  • Confiabilidade (Reprodutibilidade ou fidedignidade)
  • Representatividade (Cobertura)
  • Questão Ética
  • Ângulo Técnico Administrativo
  • Expressão dos Resultados
  • Resultados Expressos em Frequência Absoluta
  • Resultados Expressos em Frequência Relativa
  • Coeficiente ou Taxa
  • Exemplo 1
  • Exemplo 2
  • Escolha da Constante que expressará resultados
  • Intervalo de Tempo
  • Estabilidade dos Coeficientes
  • População Sob Risco para Cálculo dos Coeficientes
  • Índice
  • Principais Indicadores de Saúde
  • Mortalidade
  • Limitações do Uso da Mortalidade como Indicador
  • Morbidade
  • Decomposição do Processo Saúde Doença para a Respectiva Análise
  • Fontes de dados para o estudo da Morbidade
  • Registros Rotineiros
  • Inquéritos
  • Síntese dos resultados encontrados nos inquéritos gerais de morbidade
  • Explicações para as diferenças encontradas nos inquéritos
  • Gravidade do Processo Mórbido
  • Tipo de Agravo
  • Restrição de atividades
  • Indicadores de gravidade da doença
  • Outros Indicadores de Morbidade
  • Indicadores Nutricionais
  • Avaliação indireta do estado nutricional
  • Avaliação direta do estado nutricional
  • Avaliações Dietéticas
  • Avaliações Clínicas
  • Avaliações Laboratoriais
  • Indicadores Demográficos
  • Indicadores Sociais
  • Indicadores Ambientais
  • Serviços de Saúde
  • Indicadores de Insumos
  • Indicadores de Processo
  • Indicadores de Resultado ou de Impacto
  • Indicadores Positivos de Saúde
  • Epidemiologia Descritiva
  • Questões Básicas de Epidemiologia Descritiva
  • Fonte de Dados para Estudos descritivos
  • Conceitos básicos adicionais
  • Diagnóstico de Saúde da Comunidade
  • Diagnóstico e Planejamento de Saúde
  • Limitações do Diagnóstico Epidemiológico
  • Diagnóstico Clínico e Diagnóstico Epidemiológico
  • Componentes de um diagnóstico coletivo em saúde