Curso Online de URGÊNCIA E EMERGÊNCIA NA VETERINÁRIA: COMO IDENTIFICAR E O QUE FAZER?

Curso Online de URGÊNCIA E EMERGÊNCIA NA VETERINÁRIA: COMO IDENTIFICAR E O QUE FAZER?

O CURSO TEM POR OBJETIVO AUXILIAR DISCENTES E PROFISSIONAIS FRENTE A SITUAÇÕES COMO EMERGÊNCIAS E URGÊNCIAS. AQUI SERÁ ABORDADO: -DEFINIÇ...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 3 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Mais de 10 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

O CURSO TEM POR OBJETIVO AUXILIAR DISCENTES E PROFISSIONAIS FRENTE A SITUAÇÕES COMO EMERGÊNCIAS E URGÊNCIAS. AQUI SERÁ ABORDADO:
-DEFINIÇÕES
-SERVIÇO DE TRIAGEM
-ATENDIMENTO DE EMERGÊNCIA
-"ABCDE DO TRAUMA"
-ORDEM DE EXAME
-EXAME DE CABEÇA E PESCOÇO
-EXAME DO TÓRAX
-EXAME DO ABDÔMEN
-AVALIAÇÃO DOS MEMBROS
-EXAMES NECESSÁRIOS
-HEMOGRAMA
-URINÁLISE
-RADIOGRAFIA
-ULTRASSONOGRAFIA
-TORACOCENTESE E ABDOMINOCENTESE

Médico Veterinário graduado pela Universidade Federal de Pelotas. Atualmente trabalha como intensivista na Clínica Pronto Pet, clínica veterinária 24 horas. Foi estagiário no setor de Cirurgia do Hospital de Clínicas Veterinária- UFPel, também faz acompanhamento de procedimentos cirúrgicos na Clínica Paulo Sampaio com o Med Vet Daniel Dutra. É integrante do Laboratório de Anestesiologia e Cirurgia Animal, do Projeto Dioctophyma renale em cães e gatos(PRODIC) e Projeto Castração. Durante a graduação foi colaborador no Grupo de Ensino e Pesquisa em Reprodução Animal - ReproPEL,onde adquiriu experiência em coleta, manipulação de sêmen de diversas espécies de animais, incluindo os animais domésticos, e produção de recursos didáticos alternativos para o curso de Medicina Veterinária. Também teve a oportunidade de realizar outros estágios, como no Hospital de Clínicas Veterinária da UFPEL no setor de clínicas de Equinos; Também pode acompanhar a rotina diária na Clínica particular Paulo Sampaio com o Med. Vet Rafael Muller; Além do mais, Estagiou no Setor de Patologia Animal da Faculdade Veterinária da UFPEL.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • URGÊNCIA E EMERGÊNCIA NA VETERINÁRIA: COMO IDENTIFICAR E O QUE FAZER?

    Autor: Francisco de Assis Araújo Camelo Jr.

  • URGÊNCIA X EMERGÊNCIA

    URGÊNCIA X EMERGÊNCIA

    DEFINIÇÕES:
    URGÊNCIA-> O MÉDICO VETERINÁRIO DEVE INTERVIR ASSIM QUE POSSÍVEL, PORÉM O PACIENTE NÃO CORRE RISCO DE MORTE!!!
    EMERGÊNCIA-> DEVE-SE INTERVIR IMEDIATAMENTE, POIS O PACIENTE CORRE RISCO DE MORTE!!

    EMERGÊNCIA

    CRÍTICA: EX: PARADA CARDIORRESPIRATÓRIA.

    SUBCRÍTICA: EX: HEMORRAGIAS, PIOMETRITES E AFINS.

    NÃO CRÍTICA/URGÊNCIA:EX: FRATURAS.

  • Ventura et al, 2011

    CRÍTICA: EX: PARADA CARDIORRESPIRATÓRIA

  • SUBCRÍTICA: EX: PIOMETRA

    ÚTERO NORMAL

    ÚTERO COM PIOMETRA

    Imagem do Google

  • NÃO CRÍTICA/URGÊNCIA:EX: FRATURAS.

    Imagem do Autor

  • SERVIÇO DE TRIAGEM

    SERVIÇO DE TRIAGEM

     MOMENTO DO PROFISSIONAL RECONHECER AS URGÊNCIAS E EMERGÊNCIAS.
     QUANDO HOUVER A PRESENÇA DE UMA EMERGÊNCIA, DEIXAR DE LADO QUALQUER OUTRO SERVIÇO E PASSAR À FRENTE DOS OUTROS ATENDIMENTOS.
     CABE SALIENTAR QUE, ESSA ATITUDE É ESSENCIAL POIS ESTARÁ SALVANDO VIDAS. E É O SERVIÇO DE TRIAGEM QUE CLASSIFICA CADA PACIENTE!!!

  • EXEMPLO HIPOTÉTICO:
    (1) CHEGOU AO HOSPITAL DOIS PACIENTES CLASSIFICADOS COMO EMERGÊNCIA, PORÉM UM DELES APRESENTA-SE COM PARADA CARDIORRESPIRATÓRIA E O OUTRO COM HEMORRAGIA.
    O QUE FAZER?
    -> O MEDICO VETERINÁRIO DA TRIAGEM PRECISA IDENTIFICAR QUAL PACIENTE DEVE SER ATENDIDO COM PRIORIDADE, O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL. COM ISSO, É DE EXTREMA IMPORTÂNCIA SABER FAZER UM EXAME CLÍNICO GERAL, MINUCIOSAMENTE, RÁPIDO E PRÁTICO, NÃO DEIXANDO PASSAR NENHUM DETALHE!!!
    -> O SERVIÇO DE EMERGÊNCIA DEVE CONTAR COM EQUIPAMENTOS E EQUIPES EM UM NÚMERO SUPERIOR AO DE PACIENTES DOENTES QUE CHEGAM AO HOSPITAL. ASSIM, TODOS OS PACIENTES PODERÃO SER ATENDIDOS. SE HOUVER UM NÚMERO INFERIOR DE EQUIPAMENTOS E EQUIPE, O PACIENTE QUE APRESENTAR MENOR GRAVIDADE DEVERÁ SER ATENDIDO COM PRIORIDADE, POIS A CHANCE DE SOBREVIVER SERÁ MAIOR.

  • -> ATUALMENTE, A MEDICINA VETERINÁRIA VEM CRESCENDO E SE ATUALIZANDO COM A REAL SITUAÇÃO DOS ANIMAIS E SEUS PROPRIETÁRIOS.
    -> A CINOFILIA VEM CRESCENDO CADA VEZ MAIS, O QUE LEVA AOS VETERINÁRIOS SE ESPECIALIZAREM MAIS PARA SE TORNAREM APTOS A SITUAÇÕES ADVERSAR.
    -> O SERVIÇO DE EMERGÊNCIA MÓVEL AINDA NÃO É UM SERVIÇO CONSTANTE NA VETERINÁRIA. DESSA FORMA, OS PROPRIETÁRIOS ACABAM DEMORANDO PARA LEVAR OS PACIENTES TRAUMATIZADOS A UMA CLÍNICA/ HOSPITAL MAIS PRÓXIMA. ISSO, ACABA AGRAVANDO O QUADRO DO PACIENTE.

    Imagem do Google

  • Atendimento de emergência

    Atendimento de emergência

    DICA: REALIZAR O EXAME CLINICO GERAL TENTANDO MANTER A CALMA, SENDO RÁPIDO E PRECISO PARA QUE NÃO HAJA RISCO DE ESQUECER DE AVALIAR ALGUM PARÂMETRO OU DETALHE QUE PODE COMPROMETER A VIDA DO PACIENTE.
    -> NA MEDICINA HUMANA FOI CRIADO UM SISTEMA DENOMINADO COMO “ABCDE DO TRAUMA” JUSTAMENTE PARA ISSO, PARA IMPEDIR QUE O PROFISSIONAL ESQUEÇA DE AVALIAR ALGUM DETALHE DE EXTREMA IMPORTÂNCIA.

    Imagem do Google

  • “ abcde do trauma”

    “ abcde do trauma”

  • -> A LETRA “A” SIGNIFICA AIRWAY E É REPRESENTADA PELAS VIAS AÉREAS.
    -> NESSA PRIMEIRA ETAPA, A EQUIPE PRECISA VERIFICAR SE AS VIAS AÉREAS ESTÃO LIVRES OU ESTÃO OBSTRUÍDAS.
    -> SE ESTIVER OBSTRUÍDAS É NECESSÁRIO RETIRAR O QUE ESTÁ BLOQUEANDO A PASSAGEM DE AR, POR EXEMPLO VÔMITO, COÁGULOS, OSSOS E AFINS.
    -> NESSA ETAPA TAMBÉM PODEREMOS IDENTIFICAR QUAL SERÁ O TIPO DE VENTILAÇÃO QUE DEVEREMOS FORNECER AO PACIENTE. EX: INTUBAÇÃO.

    -> A LETRA “B” SIGNIFICA BREATHING E SERIA VERIFICAR, NORMALMENTE JÁ FEITO NO PASSO ANTERIOR, SE O PACIENTE ENCONTRA-SE RESPIRANDO OU NÃO.
    -> DESSA FORMA, SELECIONADO O TIPO DE VENTILAÇÃO, SERÁ FORNECIDO OXIGENOTERAPIA AO PACIENTE.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • URGÊNCIA X EMERGÊNCIA
  • SERVIÇO DE TRIAGEM
  • Atendimento de emergência
  • “ abcde do trauma”
  • ORDEM DO EXAME
  • Exame de cabeça e pescoço
  • EXAME DE TÓRAX
  • EXAME DO ABDÔMEN
  • AVALIAÇÃO DOS MEMBROS
  • EXAMES NECESSÁRIOS
  • HEMOGRAMA
  • urinálise
  • ultrassonografia
  • RADIOGRAFIA
  • Toracocentese e abdominocentese
  • REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS