Curso Online de Cultura do Café
5 estrelas 1 aluno avaliou

Curso Online de Cultura do Café

Curso básico sobre a cultura do café.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 11 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Mais de 20 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Curso básico sobre a cultura do café.

Graduado em Agronomia Pós graduado em Biologia vegetal


- André Araujo

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • A CULTURA DO CAFÉ

    Milton M. Júnior
    Engenheiro Agrônomo
    Esp. Em Biologia Vegetal

    A CULTURA DO CAFÉ

  • INTRODUÇÃO

    IMPORTÂNCIA ECONÔMICA E SOCIAL

    CARACTERÍSTICAS AGRONÔMICAS

    IMPLANTAÇÃO E MANEJO DE UMA LAVOURA

    PRAGAS E DOENÇAS

    COLHEITA E SECAGEM DO CAFÉ

    BENEFICIAMENTO E CLASSIFICAÇÃO

  • 1. INTRODUÇÃO

    1. INTRODUÇÃO

  • Descoberta do Café

    Séc XV: da Etiópia o café foi levado para a Arábia

    O nome café não é originário de Kaffa e sim da palavra árabe “qahwa”, que significa vinho. Por esse motivo, o café era conhecido como “vinho da Arábia”

    Local da descoberta: Etiópia

    Descoberta do Café

  • Café: 124 espécies

    Coffea arabica (café arábica)

    Coffea canephora (café robusta/conilon)

  • ORIGEM

    ORIGEM

    . Continente Africano: Centro origem da espécie
    Gênero possui 124 espécies

    50 sp

    53 sp

    Local de maior diversidade genética

  • Como o café chegou ao Brasil?

    A cultura foi introduzida na América pelos holandeses, por intermédio
    da colônia do Suriname, em 1718
    Para o Brasil veio da Guiana Francesa, em 1717, pelo sargento-mor Francisco de Mello Palheta, estabelecendo uma modesta lavoura no Pará, de onde foi para o Maranhão, seguindo para o Sudeste e Sul

    Como o café chegou ao Brasil?

  • - Café: planta estimulante

    Alimentício

    - Café: planta estimulante

    - Principal uso: bebida

    - Possui outros modos de utilização:

    Industrial

  • Café não é apenas uma bebida estimulante, ele já é considerado como um alimento funcional e nutracêutico.

    Café não é apenas uma bebida estimulante, ele já é considerado como um alimento funcional e nutracêutico.

  • 1. INTRODUÇÃO

  • 2. IMPORTÂNCIA ECONÔMICA E SOCIAL

    2. IMPORTÂNCIA ECONÔMICA E SOCIAL


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • A CULTURA DO CAFÉ
  • 1. INTRODUÇÃO
  • Descoberta do Café
  • ORIGEM
  • Como o café chegou ao Brasil?
  • - Café: planta estimulante
  • Café não é apenas uma bebida estimulante, ele já é considerado como um alimento funcional e nutracêutico.
  • 2. IMPORTÂNCIA ECONÔMICA E SOCIAL
  • - Segunda maior commodity
  • -Produção mundial: 130 milhões de sacas
  • A CAFEICULTURA BRASILEIRA
  • 3. CARACTERÍSTICAS AGRONÔMICAS
  • ZONEAMENTO CLIMÁTICO DO CAFÉ
  • Plantio: dez a fev
  • . Cultura perene, porte arbustivo, planta C3
  • CICLOS VEGETATIVO E REPRODUTIVO MESMO ANO
  • ESQUEMA DA FENOLOGIA DO CAFÉ
  • - Primeira colheita: 24-36 meses após o plantio
  • Fruto: indeiscente, drupa, 2 sementes plano-convexas
  • Tipos de sementes
  • 4 - IMPLANTAÇÃO E MANEJO DE UMA LAVOURA
  • PRODUÇÃO DE MUDAS - VIVEIRO
  • . Quantidade sementes:
  • PLANTIO
  • d) Plantio
  • - importantíssimo irrigar após o plantio
  • CULTIVARES
  • ESPAÇAMENTOS
  • ADUBAÇÕES
  • ADUBAÇÕES DE FORMAÇÃO E PRODUÇÃO
  • SINTOMAS DE DEFICIÊNCIAS
  • PODAS
  • ARBORIZAÇÃO
  • IRRIGAÇÃO
  • 5. PRAGAS E DOENÇAS
  • DOENÇAS
  • - Ferrugem-da-folha (Hemileia vastatrix)
  • Fungicidas
  • - Cercosporiose (Cercospora coffeicola)
  • Mancha de phoma (Phoma tarda ou Boeremia exigua)
  • Mancha aureolada (Pseudomonas syringae pv. garcae)
  • Mancha aureolada x Mancha de phoma
  • PRAGAS
  • Bicho mineiro (Perileucoptera coffeella)
  • Nematóides
  • Broca do café (Hypothenemus hampei)
  • Ácaro da mancha anular (Brevipalpus phoenicis)
  • 6. COLHEITA E SECAGEM DO CAFÉ
  • - Colheita pode ser manual ou mecânica (80% dos frutos maduros)
  • Operações pós-colheita
  • Secagem do café
  • . Terreiros suspensos
  • 7. BENEFICIAMENTO E CLASSIFICAÇÃO DO CAFÉ
  • CAFÉ ROBUSTA (COFFEA CANEPHORA)
  • Produção mundial: 50 milhões sacas robusta
  • C. canephora é dividida em dois grupos:
  • Principais usos do C. canephora:
  • Tendência
  • Robusta: multicaule
  • Arábica x Robusta
  • Auto-incompatível: gametofítica - devido a uma séria alélica
  • PLANTIO
  • Plantio comercial
  • PROPAGAÇÃO
  • - Para a produção de estacas é necessário induzir a emissão de brotos
  • VERGAMENTO
  • Poda ou Vergamento
  • ESPAÇAMENTOS
  • PODAS
  • COLHEITA
  • CULTIVARES DESENVOLVIDAS NO BRASIL
  • PROGRAMA COFFEA CANEPHORA - IAC
  • ORIGEM COFFEA ARABICA
  • OBRIGADO
  • GOSTOU DO BREVE CURSO? Ajude á mantermos no ar, faça uma doação de R$ 5,00 0u 10,00 em nossa conta corrente: Agência: 2403-1 Conta corrente: 18273-7 BANCO DO BRASIL MILTON M. JÚNIOR