Curso Online de Cultivo e Manejo do Pepino

Curso Online de Cultivo e Manejo do Pepino

Este curso foi criado para técnicos, profissionais da horticultura, acadêmicos e trabalhadores ligados ao campo. O curso tem como princíp...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 8 horas

De: R$ 50,00 Por: R$ 29,90
(Pagamento único)

Mais de 5 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Este curso foi criado para técnicos, profissionais da horticultura, acadêmicos e trabalhadores ligados ao campo. O curso tem como princípio básico oferecer subsídio mínimo exigido ao aluno para que possa atuar no campo, atendendo as necessidades básicas de implantação da cultura à comercialização de pepinos.

Engenheiro Agrônomo e Mestrando em Agronomia pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Editor e revisor do Blog PlantasMedicinaissite, Competências acadêmicas e conhecimentos na área de Produção agrícola sustentável e orgânica, com ênfase em extensão rural, Educação Ambiental, Produção Agrícola e Medicinal.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • CULTIVO E MANEJO DE PEPINO

    CULTIVO E MANEJO DE PEPINO

    Engenheiro Agrônomo Jean Tides

  • INTRODUÇÃO

    INTRODUÇÃO

    A maior parte das espécies do gênero Cucumis encontra seu centro na África, no entanto, o pepino (Cucumis sativus L.) tem sua provável origem nas regiões montanhosas da Índia, onde seu provável progenitor ancestral é uma espécie indígena (De Melo et al., 1998). Embora possa ser conduzido de forma prostrada, o pepino tem o seu grande destaque quando produzido em tutoramento, onde consegue elevadas produtividades e ótima qualidade para consumo in natura.

  • INTRODUÇÃO

    INTRODUÇÃO

    Os desenvolvimentos das técnicas de cultivo em ambiente protegido proporcionaram o plantio do pepino durante todo ano, o que acarretou num grande volume comercializado, este volume girou em torno de 41.220 toneladas, por este motivo e pela sua ampla utilização na culinária o pepino ocupa a segunda posição em volume de produção, atrás apenas do tomate, em cultivo protegido (Silva Júnior et al., 1995).

  • INTRODUÇÃO

    INTRODUÇÃO

    No que se refere a sua composição nutricional, sendo o pepino um alimento energético, com elevado teor de açúcar, cada 1000 gramas de fruto contêm 150 Kcal; 140 mg de vitamina C; 160 mg de cálcio; 240 mg de fósforo e 6 g de ferro (Cañizares, 1998).

  • BOTÂNICA

    BOTÂNICA

    O pepino é uma planta da família das Cucurbitaceás, com caule volúvel provido de gavinhas, de consistência herbácea, suas folhas são grandes e ásperas de coloração verde escura, sistema radicular axial que pode atingir 30 cm de profundidade e 2 m de cada lado da planta (Filgueira, 1981).

  • BOTÂNICA

    BOTÂNICA

    Suas flores são amarelas, de 2-3 cm de diâmetro, a floração inicia-se independentemente do fotoperíodo e dependendo do cultivar e dos fatores edafo-climáticos, pode iniciar-se aos 25 dias após a germinação, durando entre 90 e 180 dias. Seu fruto é do tipo baga, sendo na sua maioria cilíndricos, alongados com 3-5 lóculos internos e lisos externamente ou com espinhos pretos ou brancos.

    Fonte: Esmeraldazul

    Fonte: hortas.info

    Fonte: cpt

  • CLIMA

    CLIMA

    Todas as plantas da família das Cucurbitáceas, em geral, são exigentes em calor. O pepino requer uma temperatura superior à da abobrinha e inferior a do melão, sendo a faixa ideal de umidade relativa do ar entre 70 e 90%. A alta luminosidade facilita o crescimento da planta, com incidência direta do sol ao menos por algumas horas do dia.

  • TEMPERATURA

    TEMPERATURA

    O pepino é uma cultura de clima quente, não suportando temperaturas demasiadas baixas, nem geadas, mas tolerando temperaturas amenas. Em localidades de baixa altitude pode ser semeado ao longo do ano; em altitudes maiores semeia-se de agosto a abril, sendo que as semeaduras em maio a julho sofrem os efeitos negativos das temperaturas mais baixas

  • TEMPERATURA

    TEMPERATURA

    Quanto à germinação, esta pode ser limitada com temperaturas iguais ou inferiores a 10 ºC; com 15 ºC pode chegar a 95% de germinação em 13 dias. Temperaturas baixas induzem a planta a desenvolver folhas curtas e grossas em forma de roseta, a reduzir o comprimento do pecíolo; desenvolver entrenós curtos; interferir no desenvolvimento das plantas prolongando o ciclo vegetativo;

  • CULTIVARES/GRUPOS

    CULTIVARES/GRUPOS

    As cultivares podem ser divididas em quatro grupos, conforme as características e a finalidade dos frutos produzidos:
    TIPO CAIPIRA,
    TIPO AODAI,
    TIPO ALONGADO/JAPONÊS,
    TIPO INDUSTRIAL/CONSERVA.

  • CULTIVARES/GRUPOS

    CULTIVARES/GRUPOS

    Fonte: lideragronomia


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 29,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • CULTIVO E MANEJO DE PEPINO
  • INTRODUÇÃO
  • BOTÂNICA
  • CLIMA
  • TEMPERATURA
  • CULTIVARES/GRUPOS
  • CULTIVARES: TIPO CAIPIRA
  • CULTIVARES: TIPO AODAI
  • CULTIVARES: TIPO JAPONÊS (ALONGADO)
  • CULTIVARES: TIPO INDUSTRIAL/CONSERVA
  • PRODUÇÃO DE MUDAS
  • ENXERTIA DE PEPINO EM ABÓBORA
  • IMPLANTAÇÃO DA CULTURA
  • CONDUÇÃO RASTEIRO
  • CONDUÇÃO TUTORADO
  • SEMEADURA DIRETA
  • PLANTIO INDUSTRIAL
  • CULTIVO PROTEGIDO
  • AMBIENTE ABERTO – EM CAMPO
  • SOLOS E ADUBAÇÃO
  • TRANSPLANTE E ESPAÇAMENTO
  • IRRIGAÇÃO
  • POLINIZAÇÃO
  • TUTORAMENTO
  • TUTORAMENTO - VANTAGENS
  • PODA
  • COLHEITA E CLASSIFICAÇÃO
  • PRAGAS
  • PRAGAS – BROCA DOS FRUTOS
  • PRAGAS - PULGÃO
  • PRAGAS - VAQUINHAS
  • PRAGAS - LIRIOMIZA
  • DOENÇAS - MOSAICO
  • DOENÇAS - MÍLDIO
  • DOENÇAS – MANCHA ANGULAR
  • DOENÇAS - ANTRACNOSE
  • DOENÇAS - OÍDIO
  • DOENÇAS – Xanthomonas campestres pv.
  • DOENÇAS – Pseudomonas solanacearum
  • DOENÇAS – Pseudomonas syringae pv. tabaci
  • CONTROLE DE PLANTAS DANINHAS
  • EMBALAGEM/COMERCIALIZAÇÃO
  • RECEITA DE CONSERVA DE PEPINO
  • REFERÊNCIAS BILIOGRÁFICAS