Curso Online de Hidroponia

Curso Online de Hidroponia

A Hidroponia é a técnica de se cultivar plantas em soluções nutritivas, sem o plantio em solos. O curso permite que os iniciantes possam ...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 20 horas

Por: R$ 23,90
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

A Hidroponia é a técnica de se cultivar plantas em soluções nutritivas, sem o plantio em solos. O curso permite que os iniciantes possam ingressar nessa atividade com segurança e conhecimento, e que os já integrados nessa atividade, possam rever os conceitos e técnicas que utilizam, agregando novos conhecimentos para maximizar o rendimento e economicidade de sua produção.

Formação em Agronomia (UNICENTRO), pós-graduada em Pedagogia (UNICENTRO) e Educação Ambiental (UFPR). Experiência profissional como professora em diversas áreas de Ciências Agrárias; experiência em Educação à Distância; Tutora/Monitora; Palestras; Experiência em Cooperativa, Sindicato e Empresas Agrícolas. Experiência com cursos livres onlines desde 2012. Sou autodidata e busco incansavelmente o conhecimento das mais diversas áreas e uma frase que me define "Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua própria produção ou a sua construção." (Paulo Freire)



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • HIDROPONIA

    Professora: Scheila de Fátima Scisloski

    HIDROPONIA

  • Introdução

    Introdução

    A Hidroponia é uma técnica bastante difundida em todo o mundo e seu uso está crescendo em muitos países.

    Sua importância não é somente pelo fato de ser uma técnica para investigação hortícola e produção de vegetais; também está sendo empregada como uma ferramenta para resolver um amplo leque de problemas, que incluem tratamentos que reduzem a contaminação do solo e da água subterrânea, e manipulação dos níveis de nutrientes no produto.

  • A hidroponia ou hidropônica, termos derivados de dois radicais gregos (hydor, que significa água eponos, que significa trabalho), está-se desenvolvendo rapidamente como meio de produção vegetal, sobretudo de hortaliças sob cultivo protegido.

    A hidroponia é uma técnica alternativa de cultivo protegido, na qual o solo é substituído por uma solução aquosa contendo apenas os elementos minerais indispensáveis aos vegetais.

    Apesar do cultivo hidropônico ser bastante antigo, foi somente em meados de 1930 que se desenvolveu um sistema hidropônico para uso comercial, idealizado por W. F. Gericke da Universidade da Califórnia.

  • Segundo Donnan (2003), a primeira produção efetiva de grande escala não ocorreu até a Segunda Guerra Mundial.

    O exército dos EU estabeleceu unidades hidropônicas por inundação e drenagem, em várias ilhas áridas dos Oceanos Pacífico e Atlântico, usadas como pontos de aterrissagem.

    Isto foi seguido por uma unidade de 2 hectares (5 acres) em Chofu, Japão, para alimentar com hortaliças frescas as forças de ocupação.

  • No entanto, o uso desta técnica sobre circunstâncias normais provou não ser comercialmente viável.

    Uma vez que Chofu fechou, apenas restaram um punhado de pequenas unidades comerciais disseminadas ao redor do mundo, totalizando menos de 10 hectares.

    Em 1955 foi fundada a Sociedade Internacional de Cultivo Sem Solo (ISOSC) por um pequeno grupo de dedicados cientistas.

    Naqueles primeiros anos, frequentemente estiveram sujeitos ao ridículo por perseguirem uma causa que comercialmente foi considerada inútil e irrelevante.

  • O primeiro uso comercial significativo não ocorreu até a metade da década de 1960, no Canadá.

    Existia uma sólida indústria de estufas de vidro em Columbia Britânica, principal produtor de tomates, que chegou a ser devastado por enfermidades do solo.

    Eventualmente, a única opção para sobreviver foi evitando o solo, pelo uso da hidroponia.

    A técnica que usaram foi rega por gotejamento em bolsas de serragem.

  • Os recentes avanços técnicos também ajudaram especialmente ao desenvolvimento de plásticos e fertilizantes.

    No decorrer desta década, houve um aumento de investimento na investigação e desenvolvimento de sistemas hidropônicos.

    Também houve um pequeno aumento gradual na área comercial que estava sendo utilizada.

    O seguinte maior avanço veio como resultado do impacto da crise do petróleo, sobre o custo de calefação da indústria de estufas em rápida expansão na Europa.

  • Devido ao enorme incremento nos custos da calefação, os rendimentos chegaram a ser ainda mais importantes, assim os produtores e investigadores começaram a ver a hidroponia como um meio para melhorar a produção.

    Na década de 1970, o cultivo em areia e outros sistemas floresceram e logo desapareceram nos Estados Unidos.

    O sistema NFT (Nutrient Film Technique) foi desenvolvido, assim como o meio de crescimento denominado lã de rocha.

    Por volta de 1979, o grande volume de produção em estufas continuou aumentando.

  • A nível mundial a área hidropônica esteve ao redor de apenas 300 hectares (75 acres).

    A detecção de níveis significativos de substâncias tóxicas nas águas subterrâneas em regiões da Holanda em 1980, resultou no uso de esterilização do solo em estufas sendo progressivamente proibido.

    Isto levou a um rápido abandono do solo, através da hidroponia, a técnica mais popular foi lã de rocha alimentada por regas por gotejamento.

  • Seguindo os evidentes êxitos na Holanda, houve uma rápida expansão na produção hidropônica comercial em muitos países ao redor do mundo.

    Utilizando sistemas que diferem amplamente de país a país, a área mundial hidropônica aumentou cerca de 6.0 hectares (15.0 acres) no ano de 1989.

    A hidroponia agora foi alterada de uma “curiosidade irrelevante” a uma significativa técnica hortícola, especialmente em segmentos de flor cortada e hortaliças para saladas.

  • Através dos anos 1990, a expansão continuou ainda que a taxa de incremento tenha diminuído notavelmente no norte da Europa.

    Alguns países tais como Espanha, se desenvolveram muito nos últimos anos, e não sabemos se a área hidropônica de algum país tenha diminuído nesta década.

    No lado técnico, estão sendo usados uma ampla gama de substratos incluindo alguns novos.

    Se desenvolveram um número de versões modificadas de técnicas já existentes, mas nenhuma teve maior impacto. 


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • HIDROPONIA
  • Introdução
  • Tipos de Sistemas
  • Vantagens
  • Desvantagens
  • A Técnica do Filme Nutriente (NFT)
  • Sistema Hidráulico
  • Reservatório
  • Escolha do Conjunto Moto-bomba
  • Regulador de Tempo ou Timer
  • Bancadas
  • Canais de Cultivo
  • Tubos de PVC
  • Tubos de Polipropileno
  • Aeroponia
  • Aeroponia Horizontal
  • Aeroponia Vertical
  • Plantas que Podem ser Cultivadas pelo Sistema NFT
  • Nutrição Mineral das Plantas
  • Sistema DFT (Deep film technique) ou Floating ou Piscina
  • Elementos Essenciais
  • Funções dos Nutrientes de Plantas
  • Nutrientes e Funções
  • A Água
  • Produção de Mudas para Hidroponia
  • Solução Nutritiva
  • Sugestões de Soluções Nutritivas
  • Manejo da Solução
  • Nível da Solução Nutritiva
  • pH da Solução Nutritiva
  • Condutividade Elétrica
  • Doenças e Pragas na Hidroponia
  • Referências Bibliográficas