Curso Online de ADMINISTRAÇÃO DE CONDOMÍNIOS

Curso Online de ADMINISTRAÇÃO DE CONDOMÍNIOS

APRENDA O QUE FAZ O PROFISSIONAL SINDICO.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 21 horas

De: R$ 90,00 Por: R$ 60,00
(Pagamento único)

Mais de 20 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

APRENDA O QUE FAZ O PROFISSIONAL SINDICO.

Willian Braga Magalhães Lima é Perito e Especialista em Inteligência Civil (Investigação Particular) Especialista em Inteligência Civil realiza coleta de dados para pessoas físicas é jurídica e capacitação profissional em formação de detetive particular. É autor de vários trabalhos disciplinares para a formação profissional de especialistas em inteligência civil, dentre elas Investigação de Sequestro de Pets, Localização de Veículos. Instrutor, palestrante e proprietário do Instituto Federal de Inteligência Civil empresa educacional e prestadora de serviços em investigação que desenvolve cursos de formação e capacitação nas áreas investigativas, treinamentos e desenvolvimento profissional, estudos, pesquisas, palestras educativas e preventivas, assessoria, investigativa.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • ESTE É UM CURSO DESENVOVIDO PARA A PLATAFORMA BUZZERO.

  • Introdução

    Introdução

    O objetivo deste curso é socializar junto a profissionais e estudantes interessados em trabalhar com gestão contábil para condomínios, às diversas nuances que envolvem este tipo de entidade, principalmente no que diz respeito à escrituração contábil de condomínios, repassando informações acerca da administração e da legislação específica.

  • Este trabalho está dividido basicamente em três grandes grupos.
     
    No primeiro, falaremos da natureza jurídica do condomínio, sua formação, conceito do Condomínio. Discorreremos também da Convenção, do Regimento Interno e da Administração do Condomínio, terminando com a figura do síndico e suas responsabilidades.

  • Num segundo momento iremos expor a figura de Contador, falando sobre a Ética Profissional do Contabilista. No mesmo tópico, abordaremos Contabilidade, onde serão apresentadas as demonstrações contábeis, balancete/prestação de contas mensal e da documentação para contabilidade. Iremos também falar acerca da administração financeira do condomínio, falando sobre taxa fixa/rateio, taxas extras, controle do recebimento de taxas condominiais, boleto bancário/recibo, protesto das taxas de condomínio, SPC/SERASA de inadimplentes e fundo de reserva e, finalmente, o juizado especial. Serão discutidos métodos de racionalização de gastos, incremento de receitas e minimização de inadimplência.

  • O terceiro e último ponto será a discussão acerca do Setor Pessoal do Condomínio, onde falaremos acerca do contrato de trabalho, da terceirização de mão de obra, dos honorários do síndico. Buscaremos expor, outrossim, a real carga tributária que incide na contratação de mão de obra, e finalmente, a escala de trabalho de portaria e outras obrigações sociais.

  • Conceito e Natureza Jurídica do Condomínio

    Conceito e Natureza Jurídica do Condomínio

    É importante termos a compreensão do tipo de entidade em que estamos trabalhamos. Para tal, neste tópico serão apresentados conceitos, bem como a natureza jurídica e outras especificidades de Condomínios Residenciais ou Comerciais.

  • Conceito

    Conceito

    O primeiro conceito exposto é o do dicionário Aurélio, 1999:
     
    CONDOMÍNIO: Domínio exercido juntamente com outrem; co-propriedade. Condomínio fechado: conjunto residencial composto de edifícios e/ou casas, geralmente cercado, com acesso controlado, e cujos moradores dividem equipamentos comunitários. (AURÉLIO,1999).

  • Podemos afirmar pela definição acima exposta que o Condomínio vem a ser o domínio exercido por duas ou mais pessoas em relação a uma coisa comum. Assim, temos que há uma repartição do domínio de uma coisa para duas ou mais pessoas. A doutrina mais aceita para o condomínio entende que o mesmo vem a ser uma comunidade de direito, de que são titulares várias pessoas, incidindo sobre o mesmo objeto. Podemos afirmar, outrossim, como nos reporta Planiol et Ripert, que nos edifícios de andares ou apartamentos pertencentes a proprietários diversos existe superposição de propriedades distintas e separadas, complicada pela existência de comunhão relativa a determinadas dependências de uso comum dos diversos proprietários.

  • Temos assim, que em um condomínio existe uma propriedade comum, ou seja, de todos os condôminos e uma propriedade particular. Temos como partes pertencentes à propriedade comum o solo em que se constrói o edifício, suas fundações, pilastras, teto, vestíbulos, pórtico, escadas,elevadores, assoalho, corredores, pátios, aquecimento central, ar condicionado central, depósito, morada do zelador, em suma, todos os efeitos e utilidades destinados ao uso comum. Assim, todos os proprietários podem dispor e usar livremente de todas as partes comuns, desde que respeitando sua destinação, de modo a não prejudicar a coletividade.

  • Por sua vez, a propriedade particular constitui-se pelas unidades ou apartamentos autônomos, delimitados pelas paredes divisórias. Cada proprietário tem domínio único e exclusivo sobre suas partes ou dependências. Temos o disposto no Código Civil Brasileiro, que trata sobre o tema. Vejamos:

  • Art. 1.331. Pode haver, em edificações, partes que são propriedade exclusiva, e partes que são propriedade comum dos condôminos.
     
    § 1º As partes suscetíveis de utilização independente, tais como apartamentos, escritórios, salas, lojas, sobrelojas ou abrigos para veículos, com as respectivas frações ideais no solo e nas outras partes comuns, sujeitam-se a propriedade exclusiva, podendo ser alienadas e gravadas livremente por seus proprietários.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 60,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Introdução
  • Conceito e Natureza Jurídica do Condomínio
  • Conceito
  • Natureza Jurídica
  • Criação do Condomínio
  • Cadastro no CNPJ
  • Cadastro no INSS
  • Cadastro no FGTS/PIS
  • Convenção
  • Regimento Interno
  • Assembléia Geral
  • Síndico
  • Conselho Fiscal/Conselho Consultivo
  • Contabilidade
  • ÉTICA PROFISSIONAL DO CONTABILISTA
  • Demonstrações Contábeis
  • BALANCETE/PRESTAÇÃO DE CONTAS
  • Documentação para Contabilidade
  • Obrigações Fiscais
  • Administração Financeira do Condomínio
  • Taxa Fixa/Rateio
  • Taxas Extras
  • Controle do Recebimento de Taxas Condominiais
  • Boleto Bancário/Recibo
  • Protesto das Taxas de Condomínio
  • SPC / SERASA de Inadimplentes
  • Fundo de Reserva
  • Juizado Especial
  • Setor Pessoal do Condomínio
  • Contrato de Trabalho
  • Contrato de Experiência
  • Folha de Pagamento
  • Férias
  • Cesta Básica
  • Vale Transporte
  • Adiantamentos
  • Aviso Prévio
  • Calendário de Obrigações
  • TERCEIRIZAÇÃO DE MÃO DE OBRA.
  • Escala de Trabalho de Portaria
  • Salário Mínimo
  • Valores de Itens Remuneratórios
  • Informações Gerenciais
  • Medidas para Otimização da Arrecadação de Receitas
  • Racionalização do Gasto
  • MODELO DE CONVENÇÃO
  • Capítulo I
  • Capítulo II
  • Capítulo III
  • Capítulo IV
  • Capítulo V
  • Capítulo VI
  • Capítulo VII
  • Capítulo VIII
  • Capítulo IX
  • Capítulo X
  • MODELO DE REGIMENTO INTERNO
  • FORMULÁRIO