Curso Online de PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO
5 estrelas 10 alunos avaliaram

Curso Online de PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO

ELABORAÇÃO DE PLANO MINICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 8 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

ELABORAÇÃO DE PLANO MINICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO

Graduado em Licenciatura Plena em Letras pela UNEMAT - Universidade do Estado de Mato Grosso. Pós Graduado em Gestão Municipal pela UAB/UNEMAT. Funcionário Público Municipal na área de Saneamento, membro do Coselho Municipal de Meio Ambiente de Alto Araguaia-MT.


- Ariani De Assis Mero

- Pâmela Mirela Morais

- Samuel Talarides De Aguiar

- Daiane Dias De Jesus

- Anderson Lopes Da Silva

- Maria Tarcisa De O.Braga

- Rejane Guaranha Nobre Surini

- Shangela Oliveira Ventura

- Camila Nereida De Souza

- Fernando Jorge Dos Santos Pedrosa

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO

    PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO

    PROCESSOS DE ELABORAÇÃO

    Clodomiro Pereira Valeiro
    Especialista em Gestão Municipal

  • SUMÁRIO

    SUMÁRIO

    1 - A trajetória do saneamento básico no Brasil
    2 - A Lei 11.445 de 05 de janeiro de 2007
    3 - PASSOS PARA CRIAÇÃO DO PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO

  • RESUMO

    RESUMO

    O saneamento passou várias fases, caminhando a passos lentos, para chegar ao nível em que se encontra atualmente. Desde os tempos antigos os povos procuravam construir cidades próximo aos rios, buscando assim alternativas para suprir suas necessidades sanitárias. No Brasil, a história do saneamento começa a tomar novos rumos desde o período colonial, mas é no século XX que os avanços começam a despontar, com apoio técnico e investimentos estrangeiros.

  • A partir da década de 1950 houve uma grande mudança na gestão dos serviços de saneamento com a criação dos SAAEs, Serviços Autônomos de Água e Esgoto, que foram os precursores na cobrança de tarifas. A partir do Governo FHC o saneamento passa a tomar novos rumos com o acordo estabelecido no Congresso de Washington, visando a concentração de gastos em políticas sociais, administração pública e a privatização.

  • Em 05 de janeiro de 2007 foi sancionada a Lei 11.445, conhecida como a Lei do saneamento. É a partir dessa Lei que surgiu a necessidade de elaborar os Planos Municipais de Saneamento Básico, com objetivo de estabelecer um sistema de gerenciamento capaz de nortear as ações no setor do saneamento no âmbito da administração pública municipal.

  • Este curso apresenta a elaboração de um Plano Municipal de Saneamento Básico do município, fazendo uma reflexão sobre a trajetória do saneamento no Brasil e sobre a lei que estabelece as diretrizes nacionais para o saneamento básico.

  • ÍNDICE DE SIGLAS E ABREVIATURAS

    ÍNDICE DE SIGLAS E ABREVIATURAS

    PMSB: Plano Municipal de Saneamento Básico
    FUNASA: Fundação Nacional de Saúde
    TR: Termo de Referência
    FHC: Fernando Henrique Cardoso
    SESP: Serviço Especial de Saúde Pública
    SUCAM: Superintendência de Campanhas da saúde Pública
    SAAE: Serviços Autônomos de Água e Esgoto
    BNH: Banco Nacional de Habitação
    DFS: Sistema Financeiro de Saneamento
    FGTS: Fundo de Garantia Por Tempo de Serviço
    SUDENE: Superintendência Para o Desenvolvimento do Nordeste
    BID: Banco Internacional de Desenvolvimento

  • INTRODUÇÃO

    INTRODUÇÃO

    O Saneamento Básico surgiu desde a antiguidade, quando o homem aprendeu, pela própria experiência, que a água suja e o lixo transmitiam doenças, passando assim a adotar medidas para obter água limpa e livrar-se dos detritos produzidos nas suas atividades diárias. Assim, o reconhecimento da importância do saneamento e sua relação com a saúde humana remontam às mais antigas civilizações, como os egípcios, gregos e os romanos.

  • No Brasil, de acordo com Bittencourt (2012), a história do saneamento iniciou no Período Colonial e com a chegada da família real aumentou a demanda por abastecimento de água e pela dispersão dos dejetos, pois com a vinda da família real, a população aumentou significativamente, chegando a 100.000 habitantes em 1.822.

  • É importante lembrar, segundo a autora, que após o fim do Império e com o início da República, o Rio de Janeiro foi uma das cidades pioneiras em todo o mundo a adotar um sistema de coleta de esgoto com redes centralizadas que cobriam apenas uma parcela da população urbana.

  • No primeiro capítulo será feito uma reflexão sobre a trajetória do saneamento básico no Brasil, e sobre as leis que norteiam o saneamento, assim como o Termo de Referência da FUNASA, que institui as normas para elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO
  • SUMÁRIO
  • RESUMO
  • ÍNDICE DE SIGLAS E ABREVIATURAS
  • INTRODUÇÃO
  • 1 - A TRAJETÓRIA DO SANEAMENTO NO BRASIL.
  • 2 - Lei 11.445 de 05 de janeiro de 2007, a Lei do Saneamento
  • Termo de referência da funasa – um iNstrumento para elaboração de planos municipais de saneamento básico
  • CARACTERIZAÇÃO DO MUNICÍPIO
  • 3 PASSOS PARA CRIAÇÃO DO PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO
  • PLANO DE MOBILIZAÇÃO SOCIAL
  • MOBILIZAÇÃO SOCIAL EM CADA ÁREA DE ABRANGÊNCIA DO PMSB
  • DIAGNÓSTICO TÉCNICO PARTICIPATIVO
  • as DIRETRIZES E ESTRATÉGIAS PARA O PMSB
  • a regulação dos serviços de saneamento
  • considerações finais
  • REFERêNCIAS
  • SOBRE O AUTOR
  • FORMAÇÃO ACADÊMICA / CURSOS