Curso Online de TELEMARKETING
4 estrelas 4 alunos avaliaram

Curso Online de TELEMARKETING

Aprenda os principais tópicos e segredos do setor que cresceu 235% nos últimos 3 anos no Brasil. Com o curso de telemarketing

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Aprenda os principais tópicos e segredos do setor que cresceu 235% nos últimos 3 anos no Brasil. Com o curso de telemarketing

Licenciado em filosofia, Técnico em Hardware (Montagem e Manutenção de Computadores) Técnico em informática,Técnico em Farmácia.


- José Arnaldo Da Silva Júnior

- Emanuel Felipe De Lima Tenório

- Soraia Alves Cavalcante

- Katharina Carvalho Costa

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • TELEMARKETING

    TELEMARKETING

  • O QUE É?

    Telemarketing é o termo que designa a promoção de vendas e serviços por telefone.

    O QUE É?

  • TELEMARKETING / TELEATENDIMENTO

    TELEMARKETING / TELEATENDIMENTO

    ≈ O TELEMARKETING/TELEATENDIMENTO está presente em vários segmentos do sistema econômico-financeiro, como por exemplo:
    ▪ Bancos
    ▪ Concessionárias
    ▪ Serviços de saúde, transporte aéreo, de crédito, de telefonia móvel e fixa
    ▪ Comunicação
    ▪ Delivery

    ≈ Engloba ainda diversos tipos de atendimento a clientes nos mais diferentes setores. Todos esses campos de trabalho têm espaço para o operador de telemarketing.

  • ABRANGÊNCIA

    Em uma metrópole o “teleserviço” traz vantagens na economia e na viabilização dos trabalhos, frente às grandes problemáticas:
    Tempo x Trânsito x Atividades

    ABRANGÊNCIA

  • CALL CENTERS

    CALL CENTERS

    O número de trabalhadores nos Centros de Atendimento (ou Call Centers) é cada vez maior.

    De acordo com a Associação Brasileira de Telemarketing existem hoje cerca de 500 mil trabalhadores no setor. O faturamento ultrapassa cerca de 3 bilhões de reais por ano.

    Call Center: Ambiente de trabalho no qual a principal atividade é conduzida via telefone e/ou rádio com utilização simultânea de terminais de computador.
    NR-17, Anexo II

  • ABRANGÊNCIA

    ABRANGÊNCIA

    Com as mudanças tecnológicas esta atividade profissional proporcionou (e vem proporcionando) queixas relacionadas à saúde e as dúvidas relacionadas a direitos trabalhistas.

    ≈ A atividade representa oportunidade de emprego para milhares de jovens, porém eles passam a cumprir metas impraticáveis de trabalho, o que gera absenteísmo e adoecimento.

  • EQUIPAMENTOS

    O teleatendimento inclui o uso de equipamentos que caracterizam uma Posição de Atendimento (PA) em
    uma Central Telefônica (Call-Center): Computador e recursos de informática; Fone de ouvido (head set); Internet
    rápida (banda larga); Lista telefônica; PABX.

    EQUIPAMENTOS

    PABX: “Telefone Empresarial” utilizado efetuar ligações entre telefones internos

  • MODALIDADES

    ≈ A atividade consiste em fornecer informações ao cliente pelo uso constante da voz, sustentando-se nas tecnologias da informação e comunicação:
    ▪ Forma Ativa - Quando o operador liga para um cliente através do sistema computadorizado de discagem.
    ▪ Forma Receptiva - Quando é o cliente quem liga para a central.

    ≈ O equipamento pode controlar a rapidez de início e a duração de cada chamada, que é o Tempo Médio de Atendimento (TMA).

    MODALIDADES

  • MODALIDADES

    ▪ Forma Receptiva - Quando é o cliente quem liga para a central.
    ▪ Forma Ativa - Quando o operador liga para um cliente através do sistema computadorizado de discagem.

    MODALIDADES

  • FATORES DE RISCO

    Um dos fatores de risco para o adoecimento do trabalhador é o ritmo acelerado que é imposto ao teleatendente:
    ▪ Pelo cliente
    ▪ Pelas metas de produtividade (TMA)
    ▪ Por imprevistos e acontecimentos aleatórios
    ▪ Compensação de atrasos
    ▪ Pressão de supervisores

    FATORES DE RISCO

  • FATORES DE RISCO

    Hiperaceleração para desempenhar a atividade e pelas metas pretendidas.

    Avaliações de Desempenho e Monitorias.

    ≈ Grande carga emocional no contato com clientes e pouco espaço para diálogo com os superiores.

    FATORES DE RISCO


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • TELEMARKETING
  • O QUE É?
  • TELEMARKETING / TELEATENDIMENTO
  • ABRANGÊNCIA
  • CALL CENTERS
  • ABRANGÊNCIA
  • EQUIPAMENTOS
  • MODALIDADES
  • FATORES DE RISCO
  • Relação Entre Exigências no Atendimento
  • Efeitos das Condições e Organização do Trabalho na Saúde do Teleatendente
  • LER/DORT
  • Efeitos das Condições e Organização do Trabalho na Saúde do Teleatendente
  • Síndrome do Túnel do Carpo
  • DORES NO PUNHO, COTOVELO OU OMBRO
  • Efeitos das Condições e Organização do Trabalho na Saúde do Teleatendente
  • PAIR - Perda Auditiva Induzida por Ruído
  • Efeitos das Condições e Organização do Trabalho na Saúde do Teleatendente
  • Disfonia
  • DISFONIA OU ALTERAÇÃO NA VOZ
  • Análise de Riscos
  • 1 - Riscos “Biomecânicos”
  • Análise de Riscos
  • 2 - Distúrbios Emocionais
  • Condições Gerais Para Prevenção
  • LEGISLAÇÃO
  • ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO
  • LEGISLAÇÃO
  • Relação Operador x Usuário/Cliente
  • Relação Operador x Usuário/Cliente:
  • LEGISLAÇÃO
  • Para Refletir
  • BUZZERO.COM