Curso Online de Cristianismo de Matriz Africana

Curso Online de Cristianismo de Matriz Africana

O Curso Cristianismo de Matriz Africana à Distância visa oferecer subsídios para a promoção do pensamento da matriz africana do cristian...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 7 horas

De: R$ 50,00 Por: R$ 30,00
(Pagamento único)

Mais de 0 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

O Curso Cristianismo de Matriz Africana à Distância visa oferecer subsídios para a promoção do pensamento da matriz africana do cristianismo. A influência Africana na origem do Cristianismo ao longo do Nilo são pontos muito importantes que vamos conhecer no Curso Cristianismo de Matriz Africana.

Hernani, é empreendedor social da Ashoka, secretario executivo da Cenacora, CEO da Rede Social Afrokut,profissional de comunicação e marketing e Acadêmico de Ciências Sociais, escritor, articulista. Publicou o Movimento Negro Evangélico, um mover do Espírito Santo – pelo Selo Negritude Cristã, é autor de vários artigos com atemática da negritude e questão racial.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • a influência africana na origem do cristianismo ao longo do nilo são pontos muito importantes que vamos conhecer no curso cristianismo de matriz africana.

    objetivo do curso

    o curso cristianismo de matriz africana à distância visa oferecer subsídios para a promoção do pensamento da matriz africana do cristianismo.

    o curso

    hernani francisco da silva

  • objetivo

    ao final desta aula, você:

    saberá que a religião tradicional africana é monoteísta.

    conhecerá a visão de deus e do mundo, segundo os afrodescendentes.

    bons estudos!

    1ª módulo: negritude e experiência de deus

  • 1ª MÓDULO: Negritude e experiência de Deus

    1ª módulo: negritude e experiência de deus

    deus em áfrica é um ser relacional que é conhecido através de vários níveis de relacionamento com a criação. em relação à humanidade, deus é o grande ancestral da raça humana.

    quando falamos de áfrica, neste contexto, nos referimos a áfrica ao sul do deserto do saara.o norte pertence mais ao mundo mediterrâneo e da religião do islã é bem estabelecida nessa parte da áfrica.

    religião tradicional africana

  • salvação e plenitude dos povos africano

    um estudo das crenças e práticas dos povos africano leva à observação teológica que a religião tradicional africana é uma religião de salvação e plenitude. uma análise cuidadosa mostra uma ênfase na salvação deste mundo e plenitude. porque os africanos acreditam que a vida é uma teia complexa de relações que podem aumentar e preservar a vida ou diminuir e destruí-la, o objetivo da religião é o de manter as relações que protege e preserva a vida.

    1ª módulo: negritude e experiência de deus

  • a concepção de deus no mundo africano

    os povos africanos são profundamente religiosos e concebem a experiência com o sagrado como norma de vida. o modo de expressar a fé em deus é bastante diversa, mas há um consenso, entre os pesquisadores e entre os próprios africanos de que sua religião é monoteísta e de que, quando se fala em panteão africano, não se entende necessariamente uma assembléia de deuses como os egípcios, os assírio-babilônicos, nem como os gregos e romanos, mas como “conjunto das entidades supraterrestres invocadas pelos diversos povos da áfrica”.

    1ª módulo: negritude e experiência de deus

  • o africano acredita num deus único

    o africano acredita num deus único incriado e criador que está além de nós e tem a força e o poder por si mesmo. é ele quem dá a existência e o crescimento aos outros seres, mantendo-os na existência. um deus supremo que mora no céu, mas que assegura a vida, a terra e tudo o que nela existe; o fato de as tribos africanas serem isoladas culturalmente, e com dialetos próprios, fez com que cada uma lhe atribuísse um nome diferente, de acordo com a experiência de cada tribo. é um deus inacessível à manipulação humana, do qual não se tem nenhuma imagem; assim como nos recorda a bíblia, no antigo testamento.

    1ª módulo: negritude e experiência de deus

  • a centralidade da comunidade

    uma das convicções do africano é a de que o ser humano é parte integrante do universo. esta verdade constitui o núcleo de sua espiritualidade, por isso é que se diz que a cosmovisão africana é profundamente religiosa. nessa participação e comunhão com o universo, o africano encontra um dos fundamentos do viver e isso é possível por conceber a terra como um ser vivo, maternal e fecundo. mas essa participação só é possível, se ele está integrado a um grupo. a corrente vital só acontece de fato na comunidade, através da experiência familiar. essa experiência se refere à família ampliada.

    1ª módulo: negritude e experiência de deus

  • não entra na mentalidade africana a questão do individualismo tão presente nos grandes sistemas baseados na competitividade e no subjetivismo. o africano fora da família, da comunidade, se desorienta. ele tem necessidade de viver amparado, sentir o calor humano e a solidariedade do grupo, sem os quais perde a razão de viver.

    o calor humano e a solidariedade

    1ª módulo: negritude e experiência de deus

  • a experiência religiosa afro-brasileira

    quanto aos negros vindos para o brasil: culturas sudanesas; culturas guineano-sudanesas islamizadas; culturas bantos. pessoas de tradições muito diferentes umas das outras, de religiosidade totalmente diversas; alguns com uma capacidade enorme de organização, outros, nem tanto; alguns vindos de reinos, outros de apenas uma organização tribal. restava somar forças contra um inimigo comum, buscando uma melhor maneira de se reorganizar, a fim de manter vivas, as raízes da mãe-áfrica, resgatando valores e tradições.

    1ª módulo: negritude e experiência de deus

  • rejuvenescimento dos valores religiosos africano

    o tráfico de escravos no brasil não cessava, também não cessava a contínua renovação das fontes de vida, “estabelecendo um contato permanente entre os antigos escravos ou seus filhos e os recém-chegados em cujas fileiras vinham, com freqüência, sacerdotes, adivinhos, médicos-feiticeiros, o que fez com que houvesse, durante todo o período escravista, um rejuvenescimento dos valores religiosos”.

    1ª módulo: negritude e experiência de deus

  • a experiência de deus

    a experiência de deus que estes povos africanos vivenciavam era tão forte e marcante em suas vidas que, mesmo sendo de tribos rivais entre si, ao serem ajuntadas, em vista do cativeiro, não se destruíram mutuamente; muito pelo contrário, perceberam que era necessário unir as forças e resgatar os valores de suas culturas e, em especial, aquilo que era razão de sua existência e que lhes trazia uma identidade comum: a experiência de deus.

    1ª módulo: negritude e experiência de deus


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 30,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • 1ª MÓDULO: Negritude e experiência de Deus
  • 2ª MÓDULO: O Negro e a Bíblia
  • 3ª MÓDULO: Cristianismo de matriz africana