Curso Online de Língua Portuguesa para Concursos Públicos - Parte 1

Curso Online de Língua Portuguesa para Concursos Públicos - Parte 1

Neste módulo estão inseridos os seguintes assuntos: - Crase - Ortografia - Pronome

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 2 horas

De: R$ 50,00 Por: R$ 30,00
(Pagamento único)

Mais de 0 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Neste módulo estão inseridos os seguintes assuntos:
- Crase
- Ortografia
- Pronome

- Videoconferência: ?Arte pra quê?? (Secretaria da Educação da Bahia) - Roteiro e direção da ?Abertura do Ano Letivo ? 2014? (Secretaria da Educação da Bahia) - LEITURA NEON-RECICLADA (livro de poemas) Editora: Organismo - Roteiros para programa de Webtv ?NOSSA LÍNGUA BAIANESA? (JORGE PORTUGAL PRODUÇÕES): Barril Barriado Nenhuma - Administração e produção de páginas do Facebook (JORGE PORTUGAL PRODUÇÕES): Professor na Estrada: https://www.facebook.com/Professornaestrada Página do Portugal: https://www.facebook.com/jorgeportugaloficial - Central do Vestibular Função: Professor de Redação - ABAÍS Produções Culturais Função: Direção de Núcleo de Produção e Produção de Roteiros - Caixa de Fósforo Produções Função: Tratamento Fotográfico - CRIA ? Centro de Referência Integrada de Adolescentes Função: Núcleo de Produção ?CRIA Poesia?



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • Língua Portuguesa

    para concursos
    públicos

    Crase

  • Oficina
    de Português

    Cargo: Advogado
    Ano: 2014
    Órgão: TRT-RJ
    Instituição: FGV
    Nível: Superior

    Pela manhã, ia ....... sala e se sentava ..... distância, escrevendo ...... lápis; pela tarde, ficava ....... perambular de uma praça ...... outra, lendo algum livro, percebendo o comportamento dos outros, entregue somente ...... suposições sobre si mesmo.

    Preenchem corretamente as lacunas da frase acima, na ordem dada:

    (A) a − à − à − a − à − à
    (B) à − a − a − a − à − à
    (C) à − à − a − a − à − a
    (D) à − a − a − a − a − a
    (E) à − à − a − a − à − às

    `

    Crase

    A palavra crase é de origem grega e significa fusão, mistura. Em gramática, a crase se refere à fusão da preposição a com o artigo feminino a.

    Vou à escola.

    a + a

    preposição

    artigo

    Vou ao colégio.

    a + o

    preposição

    artigo

  • Oficina
    de Português

    Pela manhã, ia ....... sala e se sentava ..... distância, escrevendo ...... lápis

    Usamos CRASE diante de palavras femininas.

    Entreguei o presente à noiva.

    Refiro-me à situação atual do país.

    Eu assistia à palestrante. Foi quando ela passou mal. Tive que assistir a palestrante.

    Assistir algo = socorrer.

    Assistir a algo = ver, presenciar.

    Prestar atenção ao verbo, dentro da oração.

    à

    se sentava ..... distância

    à

    CASO ESPECIAL

    Expressão
    determinativa

    se sentava ..... distância de cinco metros

    à

    a

    escrevendo ...... lápis

    Não usamos CRASE diante
    de palavras masculinas.

    Exceção:

    O jogador fez um gol à Pelé.  Usava sapatos à Luís XV. Ele canta à Roberto Carlos.

    à moda de

    a

  • Oficina
    de Português

    pela tarde, ficava ....... perambular de uma praça ...... outra

    Não usamos CRASE diante de verbos.

    a

    A PARTIR

    TÁ ERRADO!

    Não usamos CRASE diante de PRONOMES INDEFINIDOS.

    a

  • Oficina
    de Português

    entregue somente ...... suposições sobre si mesmo.

    Só usamos CRASE diante de palavras femininas no plural com a CRASE também no plural.

    às

    entregue somente ...... suposições sobre si mesmo.

    a

    Pela manhã, ia ....... sala e se sentava ..... distância, escrevendo ...... lápis; pela tarde, ficava ....... perambular de uma praça ..... outra, lendo algum livro, percebendo o comportamento dos outros, entregue somente ...... suposições sobre si mesmo.

    Preenchem corretamente as lacunas da frase acima, na ordem dada:

    (A) a − à − à − a − à − à
    (B) à − a − a − a − à − à
    (C) à − à − a − a − à − a
    (D) à − a − a − a − a − a
    (E) à − à − a − a − à − às

    à

    a

    a

    a

    a

    a

  • Oficina
    de Português

    Assinale a alternativa em que está incorreto o uso do acento indicativo de crase:
     
    (A) João sempre volta à casa perto do amanhecer.
    (B) São normas às quais todos devem obediência.
    (C) O autor se entregou àquela multidão.
    (D) Enfim, a secretária deu à luz.
    (E) Ele entregou o dinheiro à sua irmã.

    Cargo: Assistente Administrativo
    Ano: 2012
    Órgão: DETRAN-SE
    Instituição: FGV
    Nível: Médio

    (B) São normas às quais todos devem obediência.

    (C) O autor se entregou àquela multidão.

    (E) Ele entregou o dinheiro à sua irmã.

    CRASE + PRONOME

  • À CRASE!

    SIM!!!

    Antes dos pronomes relativos
    “A Qual”, “As Quais”:

    Oficina
    de Português

    (B) São normas às quais todos devem obediência.

    Antes dos pronomes demonstrativos:

    Exceção

    À CRASE!

    NÃO!!!

    (C) O autor se entregou àquela multidão.

  • 3 CASOS FACULTATIVOS DO USO DA CRASE:

    Antes de pronomes possessivos femininos.

    Entrei e falei tudo à Lúcia.

    Antes de nome próprio feminino.

    Fomos até à praia.

    Depois da preposição ATÉ.

    Fomos até a praia.

    Entrei e falei tudo a Lúcia.

    Oficina
    de Português

    (E) Ele entregou o dinheiro à sua irmã.

  • À CRASE!

    SIM!!!

    Em locuções adverbiais, prepositivas e conjuntivas de que participam palavras femininas:

    Oficina
    de Português

    (D) Enfim, a secretária deu à luz.

    Justificativa: A mãe dá o filho à luz, ou seja, ao mundo, à vida.

  • Os marinheiros voltaram à terra.

    Não há crase, se “terra” for antônimo de BORDO.

    Os marinheiros voltaram a terra.

    Oficina
    de Português

    (A) João sempre volta à casa perto do amanhecer.

    CASO ESPECIAL

    João sempre volta à casa de Sandro perto do amanhecer.

    Expressão
    determinativa

    O CASO DAS LOCALIDADES NO FEMININO

    Santa Catarina

    Vou a Angola.

    Vou à Angola.

    Vou a China.

    Vou à China.

    Vim de Angola.

    Vim da China.

    Vou à Roma dos bons vinhos.

    Vou a Roma dos bons vinhos.

    Expressão
    determinativa

  • Oficina
    de Reciclagem

    O primeiro atendente foi exonerado. O segundo atendente dispensado por licença de um ano. As exigências de admissão são semelhantes as dos anos anteriores.

    Ausência de 1 vírgula;
    Ausência de 1 crase.

    Verdade

    Elipse

    = Omissão

    Omitiu-se o “FOI”.

    O primeiro atendente foi exonerado.

    O segundo atendente foi dispensado

    ,

    As exigências de admissão são semelhantes as dos anos anteriores

    Diante do “a” como PRONOME DEMONSTRATIVO fazemos uso da CRASE.

    são semelhantes às exigências dos anos anteriores

    As exigências de admissão são semelhantes às dos anos anteriores


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 30,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.