Curso Online de Comportamento Organizacional
4 estrelas 1 aluno avaliou

Curso Online de Comportamento Organizacional

As Organizações são sistemas cujo grau de complexidade sendo variável, carecem de uma análise aprofundada de maneira a conseguir obter-se...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 50 horas

Por: R$ 39,90
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

As Organizações são sistemas cujo grau de complexidade sendo variável, carecem de uma análise aprofundada de maneira a conseguir obter-se uma razoável visão e compreensão das mesmas. Compreenda com este curso intensivo o Comportamento das organizações segundo algumas variáveis. Curso que compila os seguintes conteúdos: Liderança nas Organizações, Comunicação nas Organizações, Negociação e Mediação nas Organizações, Aprendizagem e Inovação nas organizações, Trabalho de equipe nas organizações.

Licenciada em Estudos Europeus pela Universidade Lusófona do Porto. Desenvolve a sua actividade profissional como Assessora de Imprensa e como formadora. Tem conhecimento e experiência em Formação a distância, tanto em ambientes síncronos como assíncronos, nomeadamente através de plataformas LMS. Possuí várias formações realizadas através de plataformas de formação à distância. Ministra formação sobre variados assuntos.Os seus interesses são diversificados salientando-se a política, as artes decorativas, saúde, alimentação saudável e bem-estar, religião e esoterismo.


- KÁtia Alves Malheiros

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Comportamento Organizacional

    Comportamento Organizacional

  • Introdução

    Introdução

  • As Organizações são sistemas cujo grau de complexidade sendo variável, carecem de uma análise aprofundada de maneira a conseguir obter-se uma razoável visão e compreensão das mesmas.

  • Enquanto sistema, uma organização é composta por vários subsistemas os quais se inter-relacionam e inter-influenciam de forma que o todo é maior do que a soma das suas partes ou elementos.

  • Este princípio chave da teoria sistémica tem implicações diretas na forma como as organizações são abordadas, estudadas e compreendidas.

  • As organizações enquanto entidades vivas e dinâmicas devem possuir algumas capacidades, como sejam a capacidade de se renovarem, inovarem, aprenderem, ajustarem-se às mudanças internas e externas, transformar informação em conhecimento, resolver problemas, acrescentar valor.

  • As organizações tal como as concebemos na sua maior parte, são dotadas de estruturas que funcionam como o hardware no qual “correm” softwares muito variados.

  • A estrutura das organizações condiciona muitas vezes a definição dos objetivos a atingir, o tipo de estratégia a adotar, o grau de operacionalidade da organização e, a um nível mais macro, a própria visão e a missão da organização.

  • Durante muitos anos ocorreram a este nível inúmeras discussões académicas e práticas sobre o predomínio da estrutura face à estratégia e vice-versa, muitas delas com o objetivo central de melhorar os níveis de eficiência e eficácia organizativa.

  • Das certezas absolutas dos modelos clássicos de administração, cujo expoente máximo foi encarnado por Taylor e para o qual existia a melhor forma de gerir – the best way – juntamente com um dos princípios da gestão, dita científica, que se traduzia na máxima “o homem certo no lugar certo e no tempo preciso”;

  • Passou-se assim por várias discussões, evoluções e chegou-se ao princípio da contingencialidade, para o qual não só não existe a melhor forma de gerir como a gestão deve ser adequada à envolvente interna e externa da organização, aos problemas concretos.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 39,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Comportamento Organizacional
  • Introdução
  • Liderança nas Organizações
  • Introdução
  • Gestores versus líderes
  • Abordagens da Liderança
  • Os Estilos de Liderança de Likert
  • Modelo de Blake e Mouton (1964)
  • As Abordagens Contingenciais
  • A importância e a vontade de ser líder
  • Comportamentos de Liderança
  • Orientação para o desenvolvimento dos colaboradores
  • Conclusão
  • Comunicação nas organizações
  • Introdução
  • Conceito de Comunicação
  • Dimensões essenciais do processo de comunicação
  • O Emissor
  • A Codificação
  • A Mensagem
  • Seleção de Meio e Canal
  • Recetor
  • Descodificação e Criação do Significado
  • Feed-back
  • Contexto
  • Ruídos Comunicacionais
  • Comunicação organizacional
  • Tipos de comunicação
  • Barreiras à comunicação organizacional
  • Comunicação e mudança organizacional
  • Comunicação e motivação organizacional
  • Conclusão
  • Negociação e Mediação nas Organizações
  • Introdução
  • O Conflito
  • O Processo de Mediação
  • Definição de Mediação
  • As fases da Mediação
  • Papel e tarefas do Mediador
  • Vantagens da mediação
  • O Processo de Negociação
  • Conceito de Negociação
  • As etapas da Negociação
  • O que é a Negociação?
  • Negociação Cooperativa
  • Conclusão
  • Aprendizagem e Inovação nas Organizações
  • Introdução
  • A Aprendizagem
  • Aprendizagem organizacional
  • O processo de aprendizagem organizacional
  • Formas de Aprendizagem Organizacional
  • Dimensão Voluntarismo/Determinismo
  • Dimensão Método/Emergência
  • Estratégias para melhorar os níveis de aprendizagem
  • Como é que as pessoas aprendem?
  • Porque é que as pessoas aprendem?
  • As fases do processo de Aprendizagem Organizacional
  • A Inovação
  • O conceito de Inovação
  • As fases do Processo de Inovação
  • Modelos de Inovação
  • Modelo dos Determinantes do Comportamento Inovador
  • Conclusão
  • Trabalho de Equipe nas Organizações
  • Introdução
  • Conceito de Grupo
  • As funções dos Grupos
  • Equipes, um caso particular de grupos
  • O que avaliar numa equipa
  • Condições para uma boa gestão de equipe
  • O que se exige a uma equipe vencedora
  • Conclusão