Curso Online de Análise de Risco Ambiental

Curso Online de Análise de Risco Ambiental

O curso aborda conceito e definições, Tipos de Análises de Risco, O que é Avaliação de Risco Ambiental, etc. Possui vídeo.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

De: R$ 50,00 Por: R$ 30,00
(Pagamento único)

Mais de 30 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

O curso aborda conceito e definições, Tipos de Análises de Risco, O que é Avaliação de Risco Ambiental, etc. Possui vídeo.

Site de Segurança do trabalho com vagas de emprego, cursos, apostilas, etc



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • Análise de Risco Ambiental

    Análise de Risco Ambiental

    Só Segurança do trabalho

  • Olá, bem-vindo (a) ao curso a distância do Só Segurança do trabalho.

    Utilize as teclas abaixo para sair, voltar ou avançar.

    Bons estudos!

  • Introdução

  • Introdução

    Introdução

    O estudo de risco ambiental apareceu como disciplina formal nos Estados Unidos de
    1940 a 1950, paralelamente ao lançamento da indústria nuclear e também para a
    segurança de instalações (“safety hazard analyses”) de refinação de petróleo, indústria
    química e aeroespacial. No Brasil, especificamente em Cubatão com o Plano de
    Controle da Poluição de Cubatão em 1983 desencadeou-se uma série de exigências para
    garantir a boa operação e manutenção de processos e tubulações e terminais de petróleo e de
    produtos químicos das 111 unidades industriais locais, dando-se início ao uso institucional
    desse tipo de estudo de risco.

    No caso de risco sobre a saúde, por outro lado, é mais recente a sua aplicação e somente foi
    acelerada com a publicação do EPA “Carcinogenic Risk Assessment Guidelines” (1976) e dos
    trabalhos de remediação do solo na década de 80. No Brasil, em São Paulo, a Agência
    Estadual do Meio Ambiente (CETESB) realizou de forma esparsa estudos de relação causa
    efeito (tóxico-epidemiológico) para algumas empresas com grandes impactos sobre a saúde
    da população vizinha, como no caso do chumbo, mas sem um aplicação como plano,
    programas e projetos como, por exemplo, no caso americano para os 189 poluentes perigosos
    do ar (“Hazardous Air Pollutants List/US EPA-The Clean Air Act Amendments of 1990, title
    III, Section 112 (b)”).

  • Para o risco ecológico podemos afirmar que o mesmo encontra-se na sua infância ao nível
    internacional e praticamente inexistente aqui no Brasil. Entretanto, o significativo aumento
    do seu interesse ao nível de toda a população do planeta, face os riscos eminentes que estão
    sendo mostrados, faz com que possamos tomar mais atenção e assumirmos mais
    comprometimentos em função das valiosas reservas de recursos naturais ainda aqui
    existentes.

  • Impacto Ambiental

  • Impacto Ambiental

    Impacto Ambiental

    Segundo o Artigo 1º da Resolução n.º 001/86 do Conselho Nacional do Meio Ambiente
    (CONAMA), Impacto Ambiental é "qualquer alteração das propriedades físicas, químicas,
    biológicas do meio ambiente, causada por qualquer forma de matéria ou energia resultante
    das atividades humanas que afetem diretamente ou indiretamente:
    A saúde, a segurança, e o bem estar da população;
    As atividades sociais e econômicas;
    A biota;
    As condições estéticas e sanitárias ambientais;
    A qualidade dos recursos ambientais"

    Portanto, a definição de Impacto Ambiental está associada à alteração ou efeito ambiental
    considerado significativo por meio da avaliação do projeto de um determinado
    empreendimento, podendo ser negativo ou positivo (Bitar & Ortega, 1998).

  • Na tabela abaixo são apresentadas as classificações dos impactos ambientais propostas no
    manual de orientação para elaboração do EIA/RIMA, da Secretaria Estadual do Meio
    Ambiente de São Paulo.

  • Conceito e Definições

  • Conceito e Definições

    Conceito e Definições

    Apesar de ser difícil a sua conceituação, o risco é inerente a nossa vida diária e em todas as
    decisões que tomamos. No tempo do homem da caverna, ele já tinha que levá-lo em conta
    cada vez que saía para caçar animais para o seu alimento. Também nos planos estratégicos de
    guerra são levados em conta até a humilhação das perdas das viúvas para os vencedores, há
    milhares de anos atrás.

    O estudo ou análise de riscos significa coisas diferentes para pessoas diferentes, por exemplo,
    o risco financeiro de se aplicar na bolsa de valores, o risco das empresas de seguro, as
    fatalidades de um acidente de uma planta de energia nuclear, o risco de câncer associado com
    as emissões poluidoras da indústria ou até de se fumar por 5 anos um determinado tipo de
    cigarro. Todos estes exemplos se mostram, apesar de muito diferentes um dos outros, como
    noções mensuráveis do fenômeno chamado risco.

  • De forma unificada podemos definir o estudo de risco como um processo de estimativa da
    probabilidade de ocorrência de um evento e a magnitude provável de seus efeitos adversos
    (econômicos sobre a saúde e segurança humana, ou ainda ecológico) durante um período de
    tempo especificado. Dentro das várias facetas do risco podemos ainda exemplificar os danos
    econômicos de uma contaminação do subsolo nos centros industrializados do país, danos
    econômicos à área turística dos 8.500 km de extensão do nosso litoral por vazamento de óleo
    ou limpeza de tanques de navios, vazamentos ou estouros de tanques ou reatores de indústria
    química, aplicação inadequada de pesticidas com conseqüente contaminação de alimentos
    com danos sobre a saúde dos consumidores e seus gastos decorrentes.

    Para um melhor entendimento, apresenta-se abaixo algumas definições básicas sobre o
    assunto.

    Perigo: situação (incêndio, explosão ou vazamento de substâncias tóxicas) que ameaça a
    existência de uma pessoa ou a integridade física de instalações e edificações.
    Alternativamente, pode também ser definida como sendo as condições de uma variável com
    potencial para causar danos ou lesões.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 30,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Análise de Risco Ambiental
  • Introdução
  • Impacto Ambiental
  • Conceito e Definições
  • Tipos de Análises de Risco
  • Etapas
  • O que é Avaliação de Risco Ambiental (ARA)?
  • O Estudo de Risco e o seu Gerenciamento
  • Comunicação de riscos
  • Processos de comunicação nos acidentes maiores
  • Avalie nosso curso
  • Bibliografia