Curso Online de Estequiometria: aprendendo fazer cálculos com fórmulas e equações químicas

Curso Online de Estequiometria: aprendendo fazer cálculos com fórmulas e equações químicas

O curso de estequiometria examina os principais conceitos, as teorias dos cálculos estequiométricos envolvendo fórmulas e equações químic...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 10 horas

Por: R$ 29,90
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

O curso de estequiometria examina os principais conceitos, as teorias dos cálculos estequiométricos envolvendo fórmulas e equações químicas. Assim, este curso não equivale uma graduação, nem um curso básico porém uma pequena parte do currículo de química geral I.

Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Química - UFSCar - Mestre em Ciência e Tecnologia para Recursos Amazônicos - PPGCTRA/UFAM.Possui Graduação em Licenciatura Plena em Quimica Pela Universidade do Estado do Amazonas - UEA.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Minicurso: Estequiometria - cálculos com fórmulas e equações químicas

    Minicurso: Estequiometria - cálculos com fórmulas e equações químicas

    Química Geral I
    Profº. Oziel Ribeiro Marinho

  • Apresentação

    Apresentação

    O curso de estequiometria examina os principais conceitos, as teorias dos cálculos estequiométricos envolvendo fórmulas e equações químicas. Assim, este curso não equivale uma graduação, nem um curso básico porém uma pequena parte do currículo de química geral I.

  • Sumário

    Sumário

    Equações químicas.
    Alguns padrões simples de reatividade química.
    Massa molecular.
    O mol.
    Fórmulas mínimas a partir de análises.
    Informações quantitativas a partir de equações balanceadas.
    Reagentes limitantes.

    3

    Marinho - 2017

  • O professor

    O professor

    Doutorando em Química Analítica - UFScar
    Mestre em Ciência e Tecnologia para Recursos Amazônicos – PPGCTRA/UFAM - 2014
    Possui Licenciatura Plena em Química pela Universidade do Estado do Amazonas – 2010
    Parintins - Amazonas.

    4

    Marinho - 2017

  • Recomendações

    Recomendações

    Para resolver os exercícios é preciso os seguintes materiais:
    Caderno de rascunho;
    Calculadora;
    Lápis, caneta, borracha
    E boa vontade de aprender.

    5

    Marinho - 2017

  • Introdução

    Introdução

    O curso tem por objetivo examinar a parte de químca geral I conhecida como estequiometria, nome derivado das palavras gregas stoichein (elemento) e metron (medida). Estequiometria é uma ferramenta essencial da química. Problemas tão diversos como medir a concentração de ozônio na atmosfera, determinar o rendimento potencial do ouro a partir do mineral e avaliar diferentes processos para converter carvão e combustíveis gasosos são selecionados com princípios de estequiometria. No entanto, as fórmulas e reações químicas são usadas para representar o arranjo dos átomos que ocorre nas reações químicas.

    6

    Marinho - 2017

  • Objetivos

    Objetivos

    Utilizar fórmulas químicas para escrever equações que representam reações;
    Ultilizar fórmulas químicas para relacionar as massas das substâncias com os números de átomos, moléculas ou íon que elas contém;
    Aplicar o conceito de mol para determinarmos fórmulas químicas a partir das massas de cada elemento em certa quantidade de um composto;
    Usar a informação quantitativa inerente a fórmula e equações químicas com o conceito molar.

    7

    Marinho - 2017

  • Parte - I

    Parte - I

    Equações quimicas

  • Equações químicas

    Equações químicas

    As reações químicas são representadas de forma concisa pelas equações químicas.
    Veja o exemplo da combustão do hidrogênio (H2), reagindo com o (O2) do ar para formar água (H2O).
    Ecrevemos a equação química assim:
    2H2 + O2  2H2O
    Lemos o sinal + como 'reage com' e a seta como 'produz'.
    As fórmulas químicas à esquerda da seta representa as substâncias de partida (reagentes). As fórmulas químicas à direita da seta represenstam as substâncias produzidas na reação (produtos)

    9

    Marinho - 2017

  • Equações químicas - balanceamento

    Equações químicas - balanceamento

    Os números diante das fórmulas são os coeficientes. (Como em uma equação algébrica, o número 1 em geral não é escrito)
    Se os átomos não são formados nem destruidos em uma reação, a equação química deve ter um número igual de átomos.
    Quando essa condição é satisfeita, diz-se que a equação está balanceada.
    2H2 + O2  2H2O
    Nesse caso temos:

    2H2O (lê-se moléculas de água) – produto
    2  2 = 4 átomos de H
    2  1 = 2 átomos de O

    2H2 + O2 (lê-se moléculas gás hidrogênio + moléculas de gás oxigênio) – reagente
    2  2 = 4 átomos de H
    1  2 = 2 átomos de O

    Portanto a equação está balanceada.

    10

    Marinho - 2017

  • Diferença entre um índice inferior e uma fórmula química e um coeficiente diante da fórmula

    Diferença entre um índice inferior e uma fórmula química e um coeficiente diante da fórmula

    Note que o número de átomos de cada tipo (listado ao lado de composição) é obtido pela multiplicação do coeficiente pelo índice inferior associado a cada elemento da fórmula.

    11

    Marinho - 2017


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 29,90
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Minicurso: Estequiometria - cálculos com fórmulas e equações químicas
  • Apresentação
  • Sumário
  • O professor
  • Recomendações
  • Introdução
  • Objetivos
  • Parte - I
  • Equações químicas
  • Equações químicas - balanceamento
  • Diferença entre um índice inferior e uma fórmula química e um coeficiente diante da fórmula
  • Equações químicas - balanceamento
  • Ilustração de uma equação química balanceada
  • Parte - I
  • Exercícios
  • Exercícios - continuação
  • Parte - II
  • Reações
  • Tabela - Reações de combinação e decomposição
  • Magnésio metálico
  • Reações de decomposição
  • Combustão do ar
  • Parte - II
  • Exercícios
  • Exerxícios
  • Exercícios
  • Exercícios - continuação
  • Exercícios
  • Parte - III
  • Massa molecular
  • Peso molecular e massa molecular
  • Composição percentual a partir das fórmulas
  • Exercício parte - III
  • Exercícios
  • Exercícios - continuação
  • Parte - IV
  • O mol
  • Massa molar
  • Conversões entre massas, mols e número de partículas
  • Exercício parte - IV
  • Exercícios
  • Exercícios - continuação
  • Exercícios
  • Parte – V
  • Fórmulas mínimas a partir de análise
  • Figura – Determinação de fómula mínima
  • Fórmula molecular a partir de fórmula mínima
  • Análise por combustão
  • Exercício - Parte V
  • Exercícios
  • Exercícios - continuação
  • Exercícios
  • Exercícios - continuação
  • Exercícios – continuação.
  • Exercício - continuação
  • Parte VI
  • Informações quantitativas a partir de equações balanceadas
  • Exercícios - Parte VI
  • Exercícios
  • Exercícios - continuação
  • Exercícios
  • Exercícios - continuações
  • Parte VII
  • Reagentes limitantes
  • Rendimentos teóricos
  • Exercícios - Parte VII
  • Exercícios
  • Exercícios - continuação
  • Exercícios
  • Exercício - continuação
  • Exercícios
  • Conclusão
  • Referências