Curso Online de História Indígena aplicada ao Livro   Didático de História.

Curso Online de História Indígena aplicada ao Livro Didático de História.

Este curso atende a uma demanda da lei 11.645-08 e aborda como a questão indígena vem sendo tratada nos livros didáticos de História, at...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 10 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Este curso atende a uma demanda da lei 11.645-08 e aborda como a questão indígena vem sendo tratada nos livros didáticos de História, através da análise prática da coleção: História, Sociedade de Cidadania.
Após este curso, o estudante estará melhor habilitado quanto a escolha do melhor livro didático para a realidade dos seus alunos.

Professora especialista em Ensino de História da Educação Básica. Atualmente sou mestranda no programa de pós graduação em Ensino em Educação Básica (PPGEB) do CAP _UERJ.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • História Indígena aplicada ao Livro didático de História

    História Indígena aplicada ao Livro didático de História

    A L ei 11.645-08 observada a partir de uma análise prática de uma coleção de História (História, Sociedade e Cidadania do professor Alfredo Boulos).

  • Conteúdo deste curso

    Conteúdo deste curso

    A lei 11.645-08: Origens, historicidade, conteúdo e aplicações e dificuldades para as aplicações;
    O mito da democracia racial
    Alteridade: definição e aplicações nos livros didáticos de História.
    Identidade e diferenças.
    Identidade para Stuart Hall.
    “Indio” ou Índios? Equívocos da nomenclatura.
    Representações do “índio” no Livro Didático.
    O Livro Didático.
    O Guia PNLD

  • Continuação: conteúdo deste curso:

    Continuação: conteúdo deste curso:

    Análise de caso: um livro didático avaliado positivamente no Guia PNLD: História, Sociedade e Cidadania do professor Alfredo Boulos. (Um estudo de caso que pode ajudar o professor na escolha de outros livros didáticos adequados a realidade dos seus alunos).
    Narrativas Históricas.
    Análise de Conteúdo: o que é? Categorias de análise. Uma categoria para este curso: Encontros.
    Alguns conceitos sobre a questão temporal: simultaneidade e tempo cronológico.
    Revisões historiográficas: uma demanda da lei 11.645-08.
    Estudantes do ensino fundamental e a iniciação científica.
    O que a categoria encontro pode ajudar a construir no saber escolar.
    Mudanças e possibilidades a partir da lei 11.645-08
    Rupturas com as imagens canônicas.
    Especificidades do Saber histórico escolar.
    Referências Bibliográficas.

  • A lei 11.645 -08

    A lei 11.645 -08

    A Lei 11.645/2008 objetiva contribuir
    para a construção de uma educação
    que valorize as relações étnico-raciais
    no sentido do resgate das identidades,
    incentivando o respeito entre os grupos
    que compõem a nossa sociedade e
    o questionamento do mito da ‘democracia
    racial’.

  • Historicidade da Lei 11. 645 -08.

    Historicidade da Lei 11. 645 -08.

    Essa lei tornou obrigatório o ensino e o “estudo da cultura e da história
    afro-brasileira e indígena” em escolas brasileiras da educação básica, públicas
    ou particulares.
    Anteriormente, o presidente Lula assinou em seu primeiro ano de mandato a Lei 10.639/2003. Seu dispositivo visava incluir naquele momento apenas
    a ‘temática africana’, tornando esse conteúdo componente curricular, preferencialmente nas disciplinas de língua portuguesa, história e artes.

  • Preferencialmente...

    Preferencialmente...

    É muito importante atentarmos para esta palavra, o termo preferencialmente indica em quais disciplinas a temática indígena poderão ser estudadas... Mas isto não significa EXCLUSIVAMENTE, ou seja, tal temática deverá ser estudada apenas nestas disciplinas.
    Sendo assim, qualquer professor de qualquer disciplina que se interesse pelo tema e deseje contribuir para uma sociedade mais igualitária poderá contribuir no ensino desta temática em sua disciplina (química, física, educação física, matemática, etc...).

  • A história da Lei 11.645-08 continua...

    A história da Lei 11.645-08 continua...

    É importante destacar que a Lei 10.639/2003 emergiu do próprio anseio da sociedade, como uma resposta às ações do movimento negro.
    Não foi imposta ‘de cima para baixo’, como muitos acreditam, mas refletiu as lutas dos movimentos sociais.
    A inclusão da temática indígena no texto da Lei 11.645/2008 também resultou das iniciativas
    dos movimentos indígenas e indigenistas.

  • A história da Lei 11.645-08 continua...

    A história da Lei 11.645-08 continua...

    Obviamente, não é apenas por força da lei que esses conteúdos serão operacionalizados na prática, no cotidiano das escolas.
    De modo geral, é possível constatar que os professores que já adotavam práticas pedagógicas que privilegiavam o respeito às diferenças e uma educação para a promoção nas relações étnico-raciais continuaram adotando essas práticas; os que não adotavam tais práticas pedagógicas não se viram compelidos a adotá-las como resultado de
    uma imposição legal.

  • O livro didático, como se verá adiante, pode contribuir para a operacionalização desses conteúdos.

    O livro didático, como se verá adiante, pode contribuir para a operacionalização desses conteúdos.

  • Dificuldades para a aplicação:

    Dificuldades para a aplicação:

    A Lei 11.645/2008 é fruto de muitas disputas e representa um passo importante para as relações étnico-raciais, por vários motivos: traz não só a possibilidade de representação de grupos que, historicamente, foram ou marginalizados ou vítimas de estereótipos, mas também uma mudança na própria concepção da História, tradicionalmente ‘europeizante’, com a qual nos
    acostumamos.

  • Dificuldades para a aplicação da lei 11.645-08

    Dificuldades para a aplicação da lei 11.645-08

    Daí já é possível vislumbrar algumas dificuldades na aplicação dessa lei, ou por falta de fontes, ou pela dificuldade de superação do modelo de História que sempre esteve presente nos currículos oficiais, não só na educação básica, mas até mesmo no ensino superior de História.
    Entre os objetivos desse ensino consta a formação inicial dos professores que irão atuar no Ensino Fundamental
    e Médio. A nova lei implica a revisão de conteúdos curriculares, iniciativa que deveria partir das próprias universidades em diálogo com os professores da Educação, a fim de m elhor atingir a educação básica.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • História Indígena aplicada ao Livro didático de História
  • Conteúdo deste curso
  • Continuação: conteúdo deste curso:
  • A lei 11.645 -08
  • Historicidade da Lei 11. 645 -08.
  • Preferencialmente...
  • A história da Lei 11.645-08 continua...
  • O livro didático, como se verá adiante, pode contribuir para a operacionalização desses conteúdos.
  • Dificuldades para a aplicação:
  • Dificuldades para a aplicação da lei 11.645-08
  • Mudanças para além do currículo – Mudanças de paradigma.
  • O mito da democracia racial:
  • O PNLD
  • Objetivos do PNLD
  • Por que os autores desejam se adequar ao guia PNLD?
  • Critérios de Aprovação do Guia PNLD em 2008.
  • Critérios de Aprovação no Guia PNLD em 2011:
  • Identidade:
  • Identidade para stuart hall.
  • Diferenças:
  • Algumas Contribuições da lei 11.645-08
  • O que uma legislação representa ?
  • Análise de uma das obras aprovadas no guia pnld – 2011:
  • Entendendo melhor os critérios:
  • Duas categorias:
  • Informativo:
  • Crítico-reflexivo:
  • Foco principal de análise:
  • Conceito de alteridade:
  • Um dado preocupante:
  • Um olhar sobre uma obra aprovada positivamente, ajuda a construir outros olhares na hora de escolher o livro didático mais indicado para seus alunos:
  • Justificativa do autor para uma abordagem cronológica:
  • Perspectiva tradicional x perspectivas mais modernas:
  • A importância de se escolher um livro didático para seus alunos:
  • A importância da narrativa histórica.
  • A Análise de conteúdo pode te ajudar a escolher os livros mais adequados para seu aluno:
  • Algumas advertências
  • Escolhas implica em perdas também!
  • As categorias de análise
  • Como foram criadas as categorias de análise (um modelo para ajudar na escolha do livro didático mais adequado aos seus alunos):
  • As categorias foram criadas a partir do texto da lei 11.645-08 e de textos teóricos sobre a questão racial:
  • O perfil deste curso nos leva a apresentar apenas uma das três categorias
  • Encontros
  • perspectivas dos diferentes grupos étnicos que compõem a nossa sociedade:
  • Ouvir a voz destes grupos:
  • Outras versões:
  • Quem precisa de vítimas ou bandidos?
  • Características da coleção: história, sociedade e cidadania:
  • Simultaneidade.
  • Claro que essa forma de divisão não é apenas um estilo narrativo, mas um recurso didático
  • Primeiro volume da coleção:
  • Segundo volume:
  • Problematizando alguns equívocos:
  • “índios como sujeitos da história”.
  • Problematizando o termo “índio”.
  • provocações do autor para os estudantes:
  • Diálogo com o presente:
  • O que é o trabalho para os indígenas:
  • O terceiro volume da coleção:
  • Destaques do terceiro volume:
  • Rupturas e inovações da coleção:
  • Tabela 1:
  • Razões para o declínio da escravidão indígena: ranços e avanços:
  • Mentalidade de época:
  • Negros e indígenas participam de guerras ao lado do colonizador:
  • Revisitações historiográficas – uma demanda da lei 11.645-08
  • Estudantes do ensino fundamental e a iniciação científica:
  • Equívocos:
  • Rupturas com as imagens canônicas:
  • O que a categoria encontro pode ajudar a construir no saber escolar:
  • Mudanças e possibilidades a partir da lei 11.645-08
  • Especificidades do saber histórico escolar:
  • Referências bibliográficas:
  • Continuação: referencias bibliográficas: