Curso Online de Psicoterapia: Articulação teória e na prática
3 estrelas 1 aluno avaliou

Curso Online de Psicoterapia: Articulação teória e na prática

faz articulação na abordagem fenomenologica como e na teoria e na pratica;a descrição do homem mundan;objetivo fundamental do homem no mu...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 3 horas

De: R$ 50,00 Por: R$ 35,00
(Pagamento único)

Mais de 5 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

faz articulação na abordagem fenomenologica como e na teoria e na pratica;a descrição do homem mundan;objetivo fundamental do homem no mundo;No caso da prática psicológica clínica no Brasil e na América Latina;Fundamentos da Psicoterapia Humanista - Fenomenológica;Perspectiva Histórica: Psicologia Humanista X Fenomenologia ;Abordagens humanistas acusadas;Fenomenologia Psicológica;Fenomenologia e Existencialismo;Desenvolvimento;Desenvolvimento da Abordagem Centrada na Pessoa – teoria humanista de Rogers;Psicopatologia fenomenológica;Psicopatologia fenomenológica ;Inquietudes teóricas.


- Erik Billé De Oliveira

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • PSICOTERAPIA : ARTICULAÇÃO TEÓRIA E NA PRÁTICA

    PSICOTERAPIA : ARTICULAÇÃO TEÓRIA E NA PRÁTICA

  • A Fenomenologia como articulação entre Teoria e Prática em Psicoterapia

    A Fenomenologia como articulação entre Teoria e Prática em Psicoterapia

    Discrepância entre teoria e prática:
    A discussão acerca da articulação entre teoria e prática da Psicoterapia é necessária, visto a ampla importação de modelos psicológicos originados em outros contextos.

    É preciso uma reflexão crítica a respeito de sua introdução a um contexto sociocultural particular.

  • A pergunta:

    A pergunta:


    Como realizar uma articulação entre teoria e prática da psicoterapia em distintas culturas e com diferentes povos

  • RESPOSTA:

    RESPOSTA:

    O caminho para a articulação entre teoria e prática é a descrição da prática.

    “teoria e prática existem em mútua constituição. É necessário abrir um caminho para que se desenvolvam, já que uma sem a outra não pode sobreviver”. (MOREIRA, 1993b, p.156)

  • A Descrição do Homem Mundano

    A Descrição do Homem Mundano

    Não se trata de empregar o conhecimento e as teorias existentes, sejam elas européias, norte-americanas ou orientais, e sim de retomá-las e desenvolvê-las de forma congruente com a cultura onde se aplicam.
    Merleau-Ponty já propunha como pano de fundo para uma articulação entre teoria e prática psicológica a partir da Fenomenologia.

  • A Fenomenologia:

    A Fenomenologia:

    Tem como objetivo fundamental a descrição do homem no mundo, da realidade vivida, da experiência.

    ...a realidade deve ser descrita, não analisada nem explicada, já que é um tecido sólido que já está dado; o real é um a priori na perspectiva da fenomenologia e da experiência vivida, que se dá no âmbito da prática (MERLEAU-PONTY, 1945).

    A Teoria é entendida, como uma expressão da prática e é recriada a cada momento por esta. Por sua vez, a prática é criada pela teoria.

  • Trata-se de uma teoria articulada com a prática, do conhecimento vinculado à experiência, à sua inserção no mundo.

  • Voltar às Coisas Mesmas

    Voltar às Coisas Mesmas

    No caso da prática psicológica clínica no Brasil e na América Latina:
    Não se trata de desconsiderar a teoria: ainda que sejam importadas, inadequadas ou estejam desarticuladas com esta realidade cultural.
    Devem ser utilizadas fenomenologicamente, conforme palavras de Merleau-Ponty:
    (...)uma fenomenologia é a dupla vontade de recolher todas as experiências concretas do homem, tais como se apresentam na história e não somente experiências de conhecimento, mas também, suas experiências de vida, de civilização (p.29).

  • Voltar às Coisas Mesmas

    Voltar às Coisas Mesmas

    A coisa mesma Husserliana é a experiência mesma, ou seja, a prática cotidiana da psicoterapia, em diferentes regiões, em culturas específicas.

    O método fenomenológico é necessário para a apreensão desta prática sem a negação de um conhecimento anterior, mesmo que se trate de uma cultura distinta.

  • A teoria é fundamental, mas deverá ser posta entre parênteses, portanto, não se trata de negar a teoria, mas sim de se dar conta dela (MOREIRA, 1979).
    Este é o verdadeiro exercício de suspensão, necessário para a descrição da prática como ela se dá.
    Para que se possa praticar o método da redução fenomenológica, devem existir conhecimentos que possam ser postos entre parênteses, ou seja, sem a teoria, o que será posto entre parênteses na aplicação do método na prática psicológica?

  • Merleau-Ponty

    Merleau-Ponty

    Para Merleau-Ponty é impossível alcançar uma redução completa e é por se caracterizar sempre de forma incompleta, inacabada, tal como a existência humana, é que o método fenomenológico se constitui como uma contribuição para a apreensão da realidade humana.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 35,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • PSICOTERAPIA : ARTICULAÇÃO TEÓRIA E NA PRÁTICA
  • A Fenomenologia como articulação entre Teoria e Prática em Psicoterapia
  • A pergunta:
  • RESPOSTA:
  • A Descrição do Homem Mundano
  • A Fenomenologia:
  • Voltar às Coisas Mesmas
  • Merleau-Ponty
  • Fundamentos da Psicoterapia Humanista - Fenomenológica
  • Perspectiva Histórica: Psicologia Humanista X Fenomenologia
  • Abordagens humanistas acusadas
  • Mal-entendidos e interpretações errôneas
  • Fenomenologia Psicológica
  • Fenomenologia e Existencialismo
  • Ser-no-mundo
  • Homem mundano
  • Rogers 1961 : Tornar-se pessoa
  • Desenvolvimento
  • Desenvolvimento da Abordagem Centrada na Pessoa – teoria humanista de Rogers
  • Fundamentação filosófica
  • Psicopatologia fenomenológica
  • Humanistas X Fenomenólogos
  • Os latinos-americanos se identificam com as 2 vertentes, talvez por isso tenha desenvolvido, mais fortemente, a Psicologia Humanista-fenomenológica. Segrega(2002)
  • Crítica ao Humanismo Antropocêntrico:
  • Crítica
  • Abertura e não cristalização
  • Pesquisa
  • Pesquisa / Resultados
  • Uma Fenomenologia Antropológica
  • Fenomenologia Antropológica
  • Múltiplos contornos
  • Definição de Humanismo em Merleau-Ponty
  • Merleau-Ponty
  • Inquietudes teóricas
  • Resposta:
  • Conceito de Carne em Merleau-Ponty
  • Limites e Perspectivas da Intervenção Clínica Fenomenológica Mundana