Curso Online de Churrasco

Curso Online de Churrasco

Churrasco é um estado de espírito. Bebida gelada e música não são suficientes, o churrasco deve está bom. Será que fazemos um bom churras...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 20 horas

Por: R$ 49,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Churrasco é um estado de espírito. Bebida gelada e música não são suficientes, o churrasco deve está bom. Será que fazemos um bom churrasco?
Esse pergunta sem uma base conceitual é difícil de responder. O Curso de Churrasco tem o objetivo de prepará-lo para fazer um excelente churrasco e agradar a todos. Enquanto você lê essa descrição em algum lugar do Brasil a brasa está crepitando, assando uma boa peça de carne. Hummm... Que delícia, pode sentir o cheirinho?
Você vai adorar é maravilhoso. Todos os seus amigos estarão lá para comprova o seu talento e com certeza você será o mais novo consultor de churrasco do clube de futebol do seu bairro.
Quando concluir esse curso será um churrasqueiro certificado e com certeza aprovado.
Você já leu, você já sentiu, você já se apaixonou por esse curso. Bom Apetite!!!


  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Manual do Churrasco

    Manual do Churrasco

    Churrasco é um estado de espírito

  • O curso

    O curso

    As informações aqui contida é o resultado de pesquisas, cursos e vivencia organizado de forma cronológica onde o aluno irá encontrar informações valiosas desde o planejamento, normas de higiene, técnicas de controle do braseiro, instrumentais, etapas do churrasco, tipos de carnes até a limpeza das grelhas e espetos. Técnicas, curiosidades e dicas apresentadas aqui irão desenvolver novos conceitos sobre o churrasco, sendo um curso de linguagem fácil voltado tanto para iniciantes quanto para profissionais que desejam ampliar seus conhecimentos.
    O churrasco está intimamente ligada a cultura brasileira e desde jovem aprendemos a assar carnes, pois este ritual é sinônimo de confraternização. Mas será que fazemos um bom churrasco?
    Muitos realmente acham que sim, pois não tem um parâmetro de comparação. A proposta do curso é fornecer um novo parâmetro. Após realizar o curso verá que muitas das técnicas utilizadas anteriormente na verdade eram um grande erro. Assumindo uma nova postura o churrasqueiro terá um resultado final satisfatório. E mais uma vez a pergunta virá a tona: Mas será que fazemos um bom churrasco?
    E tua resposta vai ser: Agora sim.

  • O curso

    O curso


    Uma técnica muito usada neste curso é a osmose, ou seja, informações relevantes serão encontradas mais de um vez ao longo do curso. Com isso atingimos um nível maior de fixação do conteúdo, porém de uma forma agradável de aprendizagem. Outra técnica utilizada é o negrito que serve para chamar a atenção do aluno a detalhes importantes.
    Seria interessante adquirir também o curso impresso para posteriores consultas já que o conteúdo é extenso e contém diversas receitas. No ato da compra solicite o material impresso.
    Antes de começarmos nosso estudo gostaria de disponibilizar a minha URL no Buzzero onde há disponíveis outros cursos:
    http://www.buzzero.com/autores/leonardo-barboza?a=leonardo-barboza

    Clique no curso desejado e bom estudo.

  • Introdução

    Introdução

    A palavra churrasco em português e também no espanhol dos países latinos é usada para designar um pedaço de carne assada na brasa e tem sua origem segundo o dicionário da Academia Espanhola no vocábulo onomatopeica, presumivelmente do som que produz a gordura ao gotejar sobre a brasa.
    Do fogo de chão passando pelas churrasqueiras improvisadas até as profissionais, o churrasco se tornou um hábito difundido em todo Brasil que tem como objetivo a confraternização entre amigos e familiares, comemoração de uma conquista ou almoço de negócios acompanhado de uma cerveja pilsen bem gelada e um drink nacional como a caipirinha.
    O tradicional churrasco gaúcho é feito em fogo de chão com grandes espetos fincados na terra nos quais se coloca carne salgada para assar. No mesmo fogo monta-se um tripé que é usado para fazer arroz carreteiro e esquentar a água para o chimarrão, bebida digestiva preparada com erva mate.
    Nos dias de hoje o tempero geralmente obedece aos costumes locais, podendo ser simplesmente sal grosso até temperos mais elaborados com uso de ervas.

  • Introdução

    Introdução

    A carne preferida é a bovina, mas o costume de fazer churrasco teve influência dos italianos, que além de saborearem o tradicional churrasco de carne bovina, introduziram também os de origem suína, ovina, de aves, além de embutidos como a linguiça, nascendo o “espeto corrido”. O “espeto corrido” como é conhecido no sul é o nome dado para o atual rodízio. A história conta que um garçom muito atrapalhado confundia os pedidos dos clientes com frequência devido ao grande movimento na churrascaria, levando o prato de uma mesa para outra. Com o intuito de evitar mais confusões o dono do estabelecimento resolveu servir todos os pedidos em todas as mesas da churrascaria, disfarçando a atrapalhada do garçom. Esse sistema de atendimento fez muito sucesso e o dono da churrascaria aproveitou a oportunidade, criando o rodízio.
    Já os nossos vizinhos argentinos e uruguaios também dominam a arte de churrasquear com algumas variações do tradicional churrasco gaúcho. Eles chamam de asado, e é o prato nacional de ambos os países.

  • Introdução

    Introdução

    Tradicionalmente é feito na grelha com uso de lenha acompanhado por salada e molho chimichurri. Aproveitam-se praticamente todas as partes do bovino, incluindo-se cortes raramente utilizados noutras partes do mundo, como por exemplo, o timo. Na Argentina o asado tradicional dos Pampas estendeu-se a toda a população, e hoje, devido à qualidade e ao preço baixo, é consumido por todas as classes sociais. É até comum ver operários a preparar o prato na rua na hora do almoço. Aos finais de semana, as famílias se juntam nos pátios das casas para desfrutar um asado mais sofisticado que inclui, além de famoso bife, todo o tipo de "achuras" (órgãos menores como rins, intestino e estômago). Na capital do Uruguai o tradicional Mercado del Puerto é um ponto especial para nativos e para turistas consumirem a parrillada e outras especialidades da culinária regional, além de escutar músicas locais entre outras atrações.

  • Origem do Churrasco

    Origem do Churrasco

    Não existe referência exata sobre a origem do churrasco, mas presume-se que a partir do domínio do fogo na pré-história, o homem passou a assar a carne de caça quando percebeu que o processo deixava mais macia e saborosa.
    Séculos mais tarde, registros comprovam que os índios que habitavam a costa das três Américas assavam a carne ao ar livre, numa fogueira sobre pedras com auxílio de uma grelha de madeira verde, porém foi na região dos pampas do Rio Grande do Sul que o churrasco encontrou o seu ambiente ideal no século XVII, quando essa parte do Brasil era disputada pela coroa portuguesa e espanhola. Por decisão de Dom Pedro II o Império Português deveria ocupar a margem esquerda do Rio da Prata, em seguida a consolidação da presença lusa no sul do continente se deu com a fundação da Colônia de Sacramento que tinha como objetivo afirmar a presença portuguesa na área e servir como um ponto de apoio militar.

  • Origem do Churrasco

    Origem do Churrasco

    Como a Colônia de Sacramento ficava muito afastada de qualquer outra colônia lusa ela foi facilmente capturada pelos espanhóis. A partir daí as coroas revezaram constantemente a posse da colônia, enquanto isso os portugueses estabeleciam um novo ponto de apoio na ocupação do território do sul: Laguna. O interesse dos portugueses além do poder territorial era o econômico, já que essas terras eram ocupadas por milhares de cabeças de gado selvagem, oriundas do interior dos Sete Povos das Missões, comunidade criada pelos jesuítas no oeste do Rio Grande para reunir indígenas na missão catequizadora. Destruída a comunidade deixou como testemunho, além das ruínas, rebanhos sem dono que ganharam os campos e ali se multiplicaram ao sabor da natureza.

  • Origem do Churrasco

    Em busca desses rebanhos e índios para escravizar, tropeiros vindos de São Vicente, migravam entre as regiões de produção e os centros consumidores. Sendo os protagonistas na criação do churrasco gaúcho, cujas refeições básicas nas breves paradas de acampamento consistiam num pedaço de carne fresca (abundante na região) assada ao calor das brasas no chão e temperado com um pouco de cinza. Nessa época nascia o embrião do churrasco gaúcho como o conhecemos hoje.

    Origem do Churrasco

  • Origem do Churrasco

    Logo os tropeiros aperfeiçoaram a técnica do churrasco copiando dos índios o costume de colocar mantas de carne sob o arreamento, no lombo do cavalo, enquanto cavalgavam. No ponto de parada, devidamente salgado pelo suor do animal, a carne estava pronta para ir ao fogo. A carne assada era a refeição mais fácil de preparar quando se passava dias fora de casa, bastando uma estaca de madeira, uma faca afiada, um bom fogo.

    Origem do Churrasco

  • Origem do Churrasco

    Origem do Churrasco

    No final do século XVII, o churrasco tornou-se uma prática mais difundida, surgindo cortes especiais da carne, como a costela e a paleta sendo saldada por sal grosso que era usado como complemento alimentar da criação de gado.
    A partir dali o costume cruzou as regiões e se tornou um prato nacional, multiplicando-se as formas de preparo, o que gera entre os adeptos muita discussão sobre o verdadeiro churrasco, como por exemplo, a utilização de lenha ou carvão, de espeto ou grelha, temperado ou não, com sal grosso ou refinado, de gado, suíno, aves ou frutos do mar. O correto é afirmar que não existe fórmula exata, uma vez que cada região desenvolveu um tipo diferente de carne assada, mas, sem dúvida, a imagem mais famosa no Brasil é o churrasco preparado pelos gaúchos, expressão que virou nome do cidadão nascido no estado do Rio Grande do Sul. O gaúcho não é um tipo étnico racial, se caracterizando por sua atividade, modo de viver, costumes, crenças, valores e cultura.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 49,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Manual do Churrasco
  • O curso
  • Introdução
  • Origem do Churrasco
  • Churrasco e a Gastronomia
  • Churrasqueira
  • Projeto de Churrasqueira
  • Braseiro
  • Instrumental
  • Normas de higiene na cozinha
  • Segurança dos alimentos
  • POP – Procedimentos Operacionais Padronizados
  • Contaminação
  • Higiene Pessoal
  • Açougue
  • Preparativos para o churrasco
  • Sal e condimentos
  • Etapas do Churrasco
  • Entradas
  • Entradas - Linguiça
  • Entradas - Frango
  • Entradas – coração de Frango
  • Tipos de carnes
  • Anatomia da carne
  • Conceitos básicos da carne
  • Grelhar ou assar?
  • Alcatra
  • Características da Alcatra
  • Como prepara a Alcatra
  • Receita com Alcatra
  • Picanha
  • Características da Picanha
  • Como prepara a Picanha
  • Receita Com Picanha
  • Maminha
  • Características da Maminha
  • Como prepara a Maminha
  • Receita Com Maminha
  • Contrafilé
  • Características do Contrafilé
  • Como prepara o Contrafilé
  • Receita Com Contrafilé
  • Filé Mignon
  • Características do Filé Mignon
  • Como prepara o filé mignon
  • Receita Com filé mignon
  • Fraldinha
  • Características da Fraldinha
  • Como prepara a Fraldinha
  • Receita Com Fraldinha
  • Costela
  • Características da Costela
  • Como prepara a Costela
  • Cupim
  • Características do Cupim
  • Como prepara o Cupim
  • Carne Suína
  • Mitos sobre Carne Suína
  • Picanha Suína
  • Características da Picanha Suína
  • Como prepara uma Picanha Suína
  • Receita Com Picanha Suína
  • Costelinha Suína
  • Características da Costelinha Suína
  • Como prepara uma Costelinha Suína
  • Receita Com costelinha Suína
  • Carne de Ovino
  • Carré de cordeiro
  • Encerramento - frutas
  • Caipirinha: um drink nacional
  • Limpando grelhas e espetos
  • Conclusão