Curso Online de Educação Especial

Curso Online de Educação Especial

Curso completo de Educação Especial.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 6 horas

De: R$ 50,00 Por: R$ 35,00
(Pagamento único)

Mais de 70 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Curso completo de Educação Especial.

Currículo da autora: PRISCILLA AMARAL Pedagoga com habilitação em séries iniciais, Administração Escolar e com Pós-Graduação em Deficiência Intelectual. Experiência de 12 anos entre Instituições e Escolas. Vários artigos publicados. Participação em programa de televisão on-line, sendo entrevistada por Célia Coev sobre o tema: Deficiência intelectual e programa de rádio AM chamado Espaço Alternativo, sendo entrevistada por Edson Natale sobre o tema: Autismo e deficiência Intelectual. Palestrante convidada pela Câmara Municipal do Estado de São Paulo para versar sobre o tema: Transtornos diversos. Autora do livro Transtornos de conduta - Síndromes diversas e Autismo no Tempo da Delicadeza. Professora convidada de Pós-Graduação no Centro-Sul de pesquisa, extensão e graduação (Censupeg), lecionando temas relacionados à saúde mental e à inclusão social e educacional. Professora de Sala de Recursos em Escola Estadual e professora itinerante de Educação Especial. Cursos de especialização realizados: Processo de Inclusão; Introdução ao Autismo e Psicose Infantil; Estimulação Precoce; Prontidão para alfabetização; Estimulação para pessoas com Necessidades Especiais; Curso de Dislexia; Atitudes que favorecem o sucesso Escolar; Síndromes diversas; Educação Especial: Condutas típicas; Introdução ao Estudo das Neurociências; Curso básico de libras e alfabetização para pessoas com deficiência visual. Neuropsicopedagoga e psicomotricista clínica e relacional em formação pela UCM. Autora de mais de 70 cursos on-line da área de Educação Especial pelo Buzzero.com e uma das fundadoras da plataforma de cursos NeuroPsicopedagogiar. Contato: E-mail: priscamaral@uol.com.br wathsapp: (11)95239-5049 Site: professora-priscilla.webnode.com



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • Educação Especial

    educação especial

  • A Educação Especial

    a educação especial

    a educação especial é o ramo da educação, que ocupa-se do atendimento e da educação de pessoas com deficiência em instituições especializadas, tais como escola para surdos, escola para cegos ou escolas para atender pessoas com deficiência intelectual. a educação especial realiza-se fora do sistema regular de ensino. nesta abordagem, as demais necessidades educacionais especiais que não se classificam como deficiência não estão incluídas.

  • Ensino Especial

    ensino especial

    a educação especial é uma educação organizada para atender especifica e exclusivamente alunos com determinadas necessidades especiais. algumas escolas dedicam-se apenas a um tipo de necessidade, enquanto que outras se dedicam a vários. o ensino especial tem sido alvo de criticas, por não promover o convívio entre as crianças especiais e as demais crianças. por outro lado, a escola direcionada para a educação especial conta com materiais, equipamentos e professores especializados. o sistema regular de ensino precisa ser adaptado e pedagogicamente transformado para atender de forma inclusiva.

  • Conhecimento e atuação profissional

    conhecimento e atuação profissional

    a educação especial denomina tanto uma área de conhecimento quanto um campo de atuação profissional. de um modo geral, a educação especial lida com aqueles fenômenos de ensino e aprendizagem que não têm sido ocupação do sistema de educação regular, porém tem entrada na pauta nas últimas duas décadas, devido ao movimento de educação inclusiva. historicamente a educação especial vem lidando com a educação e aperfeiçoamento de indivíduos que não se beneficiaram dos métodos e procedimentos usados pela educação regular. dentro de tal conceituação, inclui-se em educação especial desde o ensino de pessoas com deficiências sensoriais, passando pelo ensino de jovens e adultos, até mesmo ensino de competências profissionais.

  • Profissionais que trabalham em Educação Especial

    profissionais que trabalham em educação especial

    dentre os profissionais que trabalham ou atuam em educação especial estão:educador físico, professor, psicólogo, fisioterapeuta, fonoaudiólogo e terapeuta ocupacional.
    sendo assim, é necessário antes de tudo, tornar real os requisitos para que a escola seja verdadeiramente inclusiva e não excludente.

  • Crianças com necessidades especiais

    crianças com necessidades especiais

    crianças com necessidades especiais são aquelas que, por alguma espécie de limitação requerem certas modificações ou adaptações no programa educacional, para que possam atingir todo seu potencial. essas limitações podem advir de problemas visuais, auditivos, mentais ou motores, bem como de condições ambientais desfavoráveis.

  • A educação da criança surda

    a educação da criança surda

    a educação é crucial no crescimento da pessoa. a educação da criança surda é um direito, faz parte da sua condição como ser humano, e o dever de educar é uma exigência do ser humano adulto, do pai e do educador.
    para a criança surda, tal como para a criança ouvinte, o pleno desenvolvimento das suas capacidades lingüísticas, emocionais e sociais é uma condição imprescindível para o seu desenvolvimento como pessoa.

  • Desenvolvimento social e emocional da criança surda

    desenvolvimento social e emocional da criança surda

    é por meio dos relacionamentos sociais que descobrimos o que é necessário para viver na nossa sociedade.
    a família é o fato principal no que respeita à aprendizagem das questões sociais básicas. à medida que cresce, a criança convive cada vez mais com pessoas fora do círculo familiar, pessoas essas que, por sua vez, passam a ter parte ativa na socialização da criança. também a escola é importante – quase tanto quanto a família – pois proporciona à criança a convivência num grupo mais amplo de indivíduos (os seus pares). os media exercem um papel modelador nos comportamentos sociais da criança e a educação religiosa é também um meio de transmissão de valores.

  • A primeira infância

    a primeira infância

    na primeira infância, as interações ocorridas desempenham um papel determinante no desenvolvimento social da criança. estudos recentes concluem que a voz dos pais pode ser compensada com outros estímulos, tais como: sorrisos, carícias, expressões, etc. o educador (quer progenitor, quer outro) surdo do bebê surdo estabelece a ligação com a criança por intermédio de gestos, estímulos visuais e tácteis, de forma natural.

  • Idade Escolar

    idade escolar

    já na idade escolar, pais e educadores mostram, freqüentemente, alguma preocupação relativamente ao isolamento social da criança e ao aparecimento de comportamentos anti-sociais, ou faltas de educação. dentre os fatores de insucesso entre as crianças surdas, um dos mais relevantes será a falta do desenvolvimento da linguagem, uma vez que competência social está muitas vezes ligada a competência comunicativa. é também de extrema importância que a criança surda seja estimulada a ter uma boa auto estima, a aceitar o seu modo único de ser e a aceitar a surdez.

  • Comportamento das crianças surdas

    comportamento das crianças surdas

    quanto ao comportamento desajustado de algumas crianças surdas, esse fato deve-se, em muitas das vezes, à incompreensão das regras da sociedade, pelo que as mesmas lhes devem ser transmitidas com clareza e concisamente (se for necessário, usando ajudas visuais, tais como desenhos ou fotografias). a surdez em si, não influencia o desenvolvimento sócio-emocional da criança.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 35,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Educação Especial
  • A Educação Especial
  • Ensino Especial
  • Conhecimento e atuação profissional
  • Profissionais que trabalham em Educação Especial
  • Crianças com necessidades especiais
  • A educação da criança surda
  • Desenvolvimento social e emocional da criança surda
  • A primeira infância
  • Idade Escolar
  • Comportamento das crianças surdas
  • Tecnologias especiais para crianças com necessidades especiais
  • A evolução das tecnologias
  • A utilização da tecnologia, com o desenvolvimento da Informática.
  • Aprender é fazer
  • Despertando interesse e motivação
  • O uso das tecnologias no campo do ensino-aprendizagem
  • Proporcionou ao aluno os conhecimentos tecnológicos necessários
  • A adaptação do sistema educativo
  • Criação de um programa de formação sobre a utilização das tecnologias da informação
  • Perspectivas históricas da Educação Especial
  • O legado psico-médico
  • Abordagens Curriculares
  • Convenção da Deficiência
  • Inclusão plena
  • Medidas efetivas de apoio individualizado
  • Países Membros
  • Primeiro tratado dos direitos humanos
  • A Inclusão:Ato ou efeito de incluir
  • Objetivo da inclusão
  • Resistências por parte das escolas regulares
  • Os educadores especiais
  • Legislação que regulamenta a Educação Especial no Brasil
  • Emenda Constitucional nº 1
  • Um novo texto constitucional.
  • A constituição brasileira
  • A Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB)
  • O Estatuto da Criança e do Adolescente - ECA
  • Acessibilidade
  • arquitetura e urbanismo
  • Informática: programas que provêm acessibilidade
  • Websites
  • A língua brasileira de sinais (LIBRAS)
  • Níveis lingüísticos
  • As modalidades de articulação
  • Libras : Sistema lingüístico de transmissão de idéias e fatos
  • Lei n.º 8.899, de 29 de junho de 1994 - Passe Livre
  • O Movimento Passe Livre
  • Lei nº 9424 de 24 de dezembro de 1996 - FUNDEF
  • FUNDEB
  • Duração
  • Lei nº 10.845, de 5 de março de 2004