Curso Online de GESTÃO ESCOLAR

Curso Online de GESTÃO ESCOLAR

O Curso de Gestão Escolar mostra quais são as formas corretas de planejar e administrar a estrutura escolar.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 7 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

O Curso de Gestão Escolar mostra quais são as formas corretas de planejar e administrar a estrutura escolar.

Licenciado em filosofia, Técnico em Hardware (Montagem e Manutenção de Computadores) Técnico em informática,Técnico em Farmácia.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • CONSULTORIA PARA EDUCAÇÃO DE QUALIDADE

  • COMPOSIÇÃO DA COMISSÃO
    REPRESENTATIVA
    DA ESCOLA

    DEFINIÇÃO E DIVULGAÇÃO
    DA MISSÃO, VISÃO E VALORES

    REALIZAR DIAGNÓSTICO
    "retrato da escola“
    resultados macro
    guia de referência

    PRIORIZAR OS PROBLEMAS

    ANÁLISE DAS CAUSAS

    PROPOSIÇÃO DE SOLUÇÕES

    DEFINIÇÃO DE
    METAS

    PLANO DE AÇÃO

    ACOMPANHAMENTO DOS
    INDICADORES E AVALIAÇÃO

  • MISSÃO

    MISSÃO

    Quais as características da Comunidade onde está inserida a minha escola?
    Quais as suas carências?
    Em que a minha escola poderá contribuir para o desenvolvimento desta comunidade e ampliar a sua visão de mundo?
    Qual a função social da minha escola?

  • MISSÃO

    MISSÃO

    A Missão definida expressa a que ela se propõe?
    Responde às perguntas essenciais?
    O que deve fazer?
    Como deve fazer?
    Onde deve fazer?
    Para quem deve fazer?
    Com qual Responsabilidade Social?
    Obs.: as perguntas ajudam a definir a estrutura da Missão.

  • VISÃO

    VISÃO

    Visão é a imagem viva de um estado futuro ambicioso e desejável, relacionado com a máxima satisfação dos clientes. Ela retrata isso?
    Serve como:
    Guia ou caminho para o futuro;
    Fonte inspiradora;
    Apoio para a tomada de decisões.

  • Visão Fundação Dom Cabral:

    “ Ser um centro internacional de tecnologia de gestão, referência obrigatória para todos os executivos do mundo”.

  • VALORES

    VALORES

    Os valores são conceitos de certo e errado, bom e ruim, importante e não importante, que, após definidos, devem ser avaliados, de forma a verificar se estão alinhados à missão e a visão. Ex.: se a instituição propõe-se a desenvolver uma Educação Emancipadora, deverá trabalhar com valores que propiciam esse desenvolvimento.
    Os valores definidos refletem os princípios e crenças da Comunidade Escolar, orientam o caminho até a Visão?

  • 3ª ETAPA: DIAGNÓSTICO

    3ª ETAPA: DIAGNÓSTICO

    A Direção empenhada em transformar a realidade educacional da
    Escola deve ter coragem de olhar de frente o rosto que ela tem.
    Agir sem um retrato preciso dos problemas existentes e dos
    recursos materiais e humanos disponíveis para resolvê-los é agir
    às cegas.
    Um bom diagnóstico inicial permitirá discernir as etapas e provi-
    dências necessárias para atingir a meta desejada pela Escola.

  • ICEBERG

    ICEBERG

    Evidente;
    Tratado como verdade

    Conhecido, mas pouco falado;
    Velado

    Desconhecido

  • DIAGNÓSTICO:

    DIAGNÓSTICO:

    Consiste em fazer o levantamento e análise de dados relevantes que retrate fielmente a realidade. Podem ser utilizados: folhas de freqüência, mapas de registro, gráficos demonstrativos em geral, resultados das avaliações de aprendizagem externas ou internas à escola, resultados de aprovação/reprovação, etc.

  • INSTRUMENTOS DO DIAGNÓSTICO

    INSTRUMENTOS DO DIAGNÓSTICO

    QUESTIONÁRIO – Formulário impresso usado para coletar informações sobre o assunto, consistindo em uma lista de perguntas. As perguntas devem ser curtas e específicas redigidas para produzir respostas curtas, planejadas e direcionadas ao foco do diagnóstico;

    ENTREVISTA – A entrevista deve ser utilizada como meio de observação para conhecer opiniões de todos os segmentos, detectar atitudes e pontos de vista. Pode ser realizada individualmente ou em grupos, por meio de uma listagem de perguntas previamente elaborada.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • MISSÃO
  • VISÃO
  • VALORES
  • 3ª ETAPA: DIAGNÓSTICO
  • ICEBERG
  • DIAGNÓSTICO:
  • INSTRUMENTOS DO DIAGNÓSTICO
  • IMPORTANTE
  • ORIENTAÇÕES PARA O DIAGNÓSTICO
  • FOCO DO DIAGNÓSTICO
  • GUIA DE REFERÊNCIA PARA O DIAGNÓSTICO
  • 2.2. Gestão Administrativa e financeira:
  • 4ª Etapa: Criando Estratégias para Melhoria
  • 1. Matriz GUT
  • Gravidade – é o nível de perda (aprendizagem, financeira, moral ou social). Urgência – é o nível de necessidade de fazer algo em um determinado período de tempo. Tendência – é a maneira como as coisas irão se desenvolver caso nada seja feito.
  • 2. BRAINSTORMING (tempestade de idéias ou toró de palpites)
  • 3. DIAGRAMA DE CAUSA E EFEITO (Espinha de Peixe)
  • PRINCÍPIOS BÁSICOS
  • Desde o início da implantação desse Programa, faz-se necessário envolver os educandos, educadores, equipe diretiva, pais ou responsáveis. A Escola poderá promover atividades diversas tais como: campanhas de sensibilização, exposições, eventos, gincanas, dia da consciência ecológica, etc., a fim de sensibilizar, conscientizar, repassar informações e apresentar os resultados do trabalho e suas contribuições para a Escola e para o entorno.
  • PAINEL DE GESTÃO À VISTA
  • LIDERANÇA
  • LÍDER E LIDERANÇA
  • TIPOS DE LIDERANÇA
  • ESTILOS DE LIDERANÇA
  • MUDANÇA
  • CURVA DA MUDANÇA
  • FASES DO PROCESSO DE MUDANÇA
  • O LÍDER FRENTE ÀS MUDANÇAS
  • FALSOS ARGUMENTOS
  • RESILIÊNCIA
  • CHA
  • CONHECIMENTO
  • HABILIDADE
  • ATITUDE
  • MOTIVAÇÃO
  • HIERARQUIA DAS NECESSIDADES