Curso Online de Síndrome de Down

Curso Online de Síndrome de Down

- Breve histórico - O que é a síndrome - Tratamentos - Diagnóstico - Características clínicas e físicas - Tipos de síndrome - Expectativa...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 4 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

- Breve histórico
- O que é a síndrome
- Tratamentos
- Diagnóstico
- Características clínicas e físicas
- Tipos de síndrome
- Expectativa de vida


- Inclusão social

-

Formada em Pedagogia



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • Origem do nome

    Origem do nome

    Recebe esse nome em homenagem a John Langdon Down, médico britânico que descreveu a síndrome em 1866.
    Ele notou que havia nítidas semelhanças fisionômicas entre certas crianças com atraso mental. Na época utilizou-se o termo “mongolismo” para descrever a sua aparência. Segundo o Dr. John, os mongois eram considerados seres inferiores.


  • Em 1959, o geneticista Jerôme Lejeune descobriu que a causa da Síndrome de Down era genética , ele verificou um erro na distribuição celular, ou seja, ao invés de 46, as células recebem 47 cromossomos e este cromossomo a mais se ligava ao par 21. Então surgiu o termo Trissomia do 21 que é o resultado da não disjunção primária.
    E em homenagem ao Dr. John, o Dr. Jérôme batizou a anomalia com o nome de Síndrome de Down.

  • O que é a Síndrome de Down?

    O que é a Síndrome de Down?

    A Síndrome de Down é uma alteração genética produzida pela presença de um cromossomo a mais, o par 21, por isso também conhecida como trissomia 21.
    E esta alteração genética afeta o desenvolvimento do individuo, determinando algumas características físicas e cognitivas.

  • Os seres humanos têm, normalmente, 46 cromossomos em cada uma das células de seu organismo.

    Os seres humanos têm, normalmente, 46 cromossomos em cada uma das células de seu organismo.

  • Os cromossomos carregam milhares de genes, que determinam todas as nossas características.
    Desses cromossomos, 44 são denominados regulares e formam pares (de 1 a 22). Os outros dois constituem o par de cromossomos sexuais – chamados XX no caso das meninas e XY no caso dos meninos.

  • Esses cromossomos são recebidos pelas células embrionárias dos pais, no momento da fecundação.
    Vinte e três vêm dos espermatozoides fornecidos pelo pai e os outros 23 vêm contidos no óvulo da mãe.

  • Juntos, eles formam o ovo ou zigoto, a primeira célula de qualquer organismo. Essa célula, então, começa a se dividir, formando o novo organismo. Isso quer dizer que cada nova célula é, em teoria, uma cópia idêntica da primeira.

  • O indivíduo com Síndrome de Down possui 47 cromossomos, sendo o cromossomo extra ligado ao par 21

    O indivíduo com Síndrome de Down possui 47 cromossomos, sendo o cromossomo extra ligado ao par 21

  • Além do atraso no desenvolvimento neuropsicomotor, essas pessoas estão propensas a ter vários problemas de saúde.
    Os sintomas da síndrome de Down variam de pessoa para pessoa e podem ser de leves a graves, como problemas cardíacos, anomalias intestinais, problemas digestivos, deficiências visuais, auditivas, disfunção de 
    tireóide,  infecções, deslocamento da espinha cervical e doenças sanguíneas.

  • Tratamento

    Tratamento

    Pessoas com síndrome de Dowm precisam ser estimuladas desde o nascimento, para que sejam capazes de vencer as limitações que essa doença genética lhes impõe. Precisam de uma assistência profissional multidisciplinar e atenção permanente dos pais. O objetivo deve ser sempre habilitá-las para o convívio e a participação social.
    A intervenção médica pode acontecer com a finalidade principal de prevenção dos problemas de saúde que podem aparecer com maior freqüência na síndrome de Down.

  • Desde o momento do nascimento o fisioterapeuta preconizará estimular a criança com os exercícios, que consiga sustentar o pescoço, rolar, sentar-se, arrastar-se, engatinhar, ficar em pé e andar, minimizando os efeitos motores (hipotonia e frouxidão ligamentar, entre outros) da síndrome de Down.

    Desde o momento do nascimento o fisioterapeuta preconizará estimular a criança com os exercícios, que consiga sustentar o pescoço, rolar, sentar-se, arrastar-se, engatinhar, ficar em pé e andar, minimizando os efeitos motores (hipotonia e frouxidão ligamentar, entre outros) da síndrome de Down.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Origem do nome
  • O que é a Síndrome de Down?
  • Os seres humanos têm, normalmente, 46 cromossomos em cada uma das células de seu organismo.
  • O indivíduo com Síndrome de Down possui 47 cromossomos, sendo o cromossomo extra ligado ao par 21
  • Tratamento
  • Desde o momento do nascimento o fisioterapeuta preconizará estimular a criança com os exercícios, que consiga sustentar o pescoço, rolar, sentar-se, arrastar-se, engatinhar, ficar em pé e andar, minimizando os efeitos motores (hipotonia e frouxidão ligamentar, entre outros) da síndrome de Down.
  • Para que a criança desenvolva as fases no desenvolvimento psicomotor é necessária uma intervenção interdisciplinar, e está pode ser a hora de interação entre profissionais de saúde, pais e crianças para compreender melhor as dificuldades e habilidades da criança.
  • Características físicas
  • Tipos de síndrome de Down
  • Causa
  • Diagnóstico
  • Expectativa de Vida
  • A Síndrome de Down não é uma doença
  • Dificuldades na aprendizagem
  • Inclusão de alunos com síndrome de Down no ensino fundamental
  • Benefícios para todos os alunos
  • Saiba mais
  • Dia 21 de março é dia Internacional da Síndrome de Down. O objetivo do dia é disseminar informações sobre a síndrome e promover a inclusão das pessoas na sociedade, conscientizando a população da inclusão social, direitos e deveres para que todos possam usufruir de uma vida plena e digna. 
  • O importante é descobrir que a criança pode alcançar um bom desenvolvimento de suas capacidades pessoais e avançará com crescentes níveis de realização e autonomia. Ela é capaz de sentir, amar, aprender, se divertir e trabalhar. Poderá ler e escrever, deverá ir à escola como qualquer outra criança e levar uma vida autônoma. Em resumo, ele poderá ocupar um lugar próprio e digno na sociedade.
  • Referência bibliográficas