Curso Online de Fundamentos da Educação Infantil

Curso Online de Fundamentos da Educação Infantil

Reconhecer a Educação Infantil enquanto etapa da Educação Básica, considerando as especificidades do currículo de tal segmento educacional.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

Por: R$ 30,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Reconhecer a Educação Infantil enquanto etapa da Educação Básica, considerando as especificidades do currículo de tal segmento educacional.

Pedagoga, Especialista em Gestão e Desenvolvimento Humano. Profissional com experiência em empresas de grande porte, incluindo multinacionais; Experiência em processos de liderança, orientação de grupos e aplicação de treinamentos e desenvolvimento; Habilidade de negociação, planejamento, coordenação e uso de múltiplos recursos em ambiente de mudança; Docente em ensino superior e em pós-graduação em cursos de pedagogia e gestão de pessoas; Pedagoga em projeto social realizando atividades com comunidades carentes ministrando palestras e mediando conflitos. Orientadora pedagógica, atuante na formação de docentes e monitores, proporcionando ensino e aprendizagem na educação infantil, promovendo a interação família e escola. Currículo Lattes:http://lattes.cnpq.br/1838293305864169 Linkedin: http://www.linkedin.com/profile/edit?trk=hb_tab_pro_top



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • Reflexões sobre a infância

    Reflexões sobre a infância

    A humanidade nem sempre viu a criança como um ser em particular , por isso, durante muito tempo a tratou como “ um adulto em miniatura”

  • Idade Média

    Idade Média

    Condições precárias de higiene e saúde.

    Segundo ARIÈS, Philippe (1981) não existia sentimento de infância. Existia um sentimento coletivo de indiferença para com a infância

    Praticamente as obras de artes não contemplavam as crianças.

    Final da Idade Média - Transformações sociais agravaram mais ainda o sentimento da infância.

  • Segundo ARIÈS, Philippe (1981) neste momento começam a surgir representações artísticas sobre a infância. Desta três figuras importantes:

    Segundo ARIÈS, Philippe (1981) neste momento começam a surgir representações artísticas sobre a infância. Desta três figuras importantes:

    1º Anjo

  • 2º Menino Jesus

    3º Criança Nua

  • Idade Média

    Idade Média

    SEC. XVIII, essa tendência de registrar a imagem infantil, isolada ou acompanhada de outras crianças ou de seus pais, alargou-se, a ponto da criança tornar-se um dos modelos favoritos entre os pintores.

  • Idade Média Sec.XVIII – Crianças não Burguesas

    Idade Média Sec.XVIII – Crianças não Burguesas

  • Com a revolução industrial, da ciência e da tecnologia, enfim com a consolidação da sociedade capitalista, a criança, pelo menos em tese, tornou-se desnecessária enquanto mão-de-obra.
    A infância passou a ser vista como um ser frágil que necessitava de cuidados especiais e que precisava ser preparada para o futuro.
    Enfim, que precisava ser educada e frequentar uma escola.

  • Final do século XVIII - XIX

    Final do século XVIII - XIX

    Momento em que tanto o Estado, como a família, convergiram para o sentido de proteção à criança.

    A preocupação com a mortalidade infantil e com um maior investimento na educação das crianças pequenas passa a fazer parte das preocupações das famílias.

    Neste sentido, algumas instituições surgem com o objetivo de proteger as crianças. Nessa época surgem três tipos de instituições básicas: as creches, as escolas maternais e os jardins de infância

  • Creches

    Creches

    As creches abrigavam crianças pobres e abandonadas

  • Jardins de Infância

    Jardins de Infância

    Os jardins de infância tinham o papel de iniciar a parte educativa destinada a classe dominante como complemento da ação familiar.

  • Escolas

    Escolas

    Já as escolas maternais tinham o objetivo de amparar órfãos e filhos de operárias, oferecendo-lhes a guarda e alguma ação educativa.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 30,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • Reflexões sobre a infância
  • Idade Média
  • Segundo ARIÈS, Philippe (1981) neste momento começam a surgir representações artísticas sobre a infância. Desta três figuras importantes:
  • Idade Média
  • Idade Média Sec.XVIII – Crianças não Burguesas
  • Final do século XVIII - XIX
  • Creches
  • Jardins de Infância
  • Escolas
  • Origem da Educação Infantil
  • Jean – Jacques Rousseau (1712-1778)
  • Friedrich Froebel (1782 – 1852)
  • O percurso da educação Infantil no Brasil
  • Educação infantil no Brasil
  • Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional em 1996, lei 9394/96 LDB
  • As infâncias Brasileiras
  • Redução da Mortalidade da Infância no Brasil
  • Apresentação !!!!
  • Ordenamento legal da Educação infantil brasileira
  • Texto da primeira declaração de direitos da criança redigido por Eglantyne Jebb:
  • Declaração Universal dos Direitos das Crianças - UNICEF
  • Ordenamento legal da Educação infantil brasileira
  • Por último!!!
  • FORMAS COMPENSATÓRIAS NO SISTEMA EDUCACIONAL BRASILEIRO
  • Importante Lembrar!!!
  • http://www.fnde.gov.br