Curso Online de Fisioterapia Hospitalar em Neopediatria

Curso Online de Fisioterapia Hospitalar em Neopediatria

Curso voltado para estudante e profissionais da área da saúde da Criança. Com material sobre as principais patologias acometidas na neope...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 13 horas


Por: R$ 42,50
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Curso voltado para estudante e profissionais da área da saúde da Criança.
Com material sobre as principais patologias acometidas na neopediatria, características e seus tratamentos.

Fisioterapeuta, pós graduada em: Fisioterapia Intensiva em Pediatria e neonatologia. Cursos em várias áreas: Estimulaçao Sensorio Motora, COVID-19, Intervenção Precoce em Prematuros, Urgências e Emergências Pediatricas, Oxigenoterapia e Ventilação Mecânica em Atenção Domiciliar, Ventosaterapia, Ergonomia, Dry Needling, Ventilação Mecânica em Pediatria, nas áreas de ortopedia, e de pediatria entre outros. APAIXONADA PELA PROFISSÃO, AMO PODER ENSINAR E PASSAR O POUCO QUE SEI. *OS CURSOS SÃO CURSOS COMO INTRODUÇÃO NO ASSUNTO CITADO, COM OBJETIVO DE ENSINAR AO ALUNO SOMENTE O CONTEÚDO TEÓRICO SOBRE O ASSUNTO. SENDO ASSIM, NÃO NOS RESPONSABILIZAMOS E NÃO GARANTIMOS O DESEMPENHO DO ALUNO NA PRÁTICA, POIS A EXECUÇÃO DA PARTE PRÁTICA SOBRE TUDO O QUE O ALUNO APRENDEU ESTUDANDO A TEORIA DURANTE O CURSO, DEPENDERÁ DA HABILIDADE, COMPETÊNCIA E APTIDÃO DE CADA ALUNO.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • FisioTERAPIA HOSPITALAR
    EM
    neopediatria

  • OBJETIVOS

    Mostrar os conceitos das principais doenças respiratórias na neopediatria;

    Identificar as características das doenças respiratórias na neopediatria.

    Mostrar os tratamentos fisioterapêuticos nessas doenças.

  • As principais patologias que iremos estudar:

    síndrome do desconforto respiratório (SDR) do RN;
    síndrome da aspiração de mecônio (SAM);
    hipertensão pulmonar persistente do neonato (HPPN);
    síndrome do escape de ar (SEAr);
    displasia broncopulmonar (DBP);
    taquipneia transitória do neonato;
    bronquiolite aguda;
    pneumonia;
    asma e;
    fibrose cística.

  • Introdução

    As doenças respiratórias na neopediatria são importante causa de morbimortalidade nessa faixa etária, principalmente nos países em desenvolvimento.

    Avanços nos conhecimentos sobre maturação do pulmão fetal permitem desenvolver medidas efetivas parao controle da insuficiência respiratória.

    Essas doenças geram elevados custos diretos e indiretos com assistência à saúde.

  • Síndrome do desconforto respiratório neonatal (SDR )

  • Síndrome do desconforto respiratório neonatal (SDR )

    É um distúrbio associado à imaturidade estrutural pulmonar e a deficiência quantitativa e qualitativa do surfactante.
    Incide principalmente em RN dos pré-termo (RNPT) resultando em alteração da complacência pulmonar, hipóxia progressiva e insuficiência respiratória.
    A SDR neonatal ou doença da membrana hialina é uma das principais causas de falência respiratória e contribui para a elevada morbimortalidade dessa faixa etária.

  • Síndrome do desconforto respiratório do recém-nascido (SDR )

    A SDR também conhecida como doença da membrana hialina (DMH), é uma das causas mais frequentes de insuficiência respiratória e de mortalidade no neonato prematuro.

    É causada pela deficiência de surfactante ao nascimento e está associada a imaturidade estrutural pulmonar.

    Além da deficiência na produção do surfactante, a imaturidade estrutural dos músculos respiratórios também influencia no desenvolvimento da insuficiência respiratória.

  • Síndrome do desconforto respiratório do recém-nascido (SDR )

    Sua incidência e gravidade são inversamente proporcionais à idade gestacional, ou seja, quanto menor a idade gestacional, maior é o comprometimento ao recém-nascido.
    Evolução pior no sexo masculino.
    A SDR acomete cerca de 1% de todos os nascidos vivos com predominância naqueles com idade gestacional inferior a 28 semanas e peso ao nascimento maior igual a 1500g.

  • O Surfactante

    O surfactante é uma proteína sintetizada a partir da 20ª semana de gestação, atingindo seu pico de produção por volta da 35ª semana.

    Ele age diminuindo a tensão superficial no nível interface ar líquido alveolar, tendo como unção a estabilização dos alvéolos.

    Sua deficiência leva a diminuição da complacência pulmonar, diminuição da capacidade residual funcional (CRF), aumento do trabalho respiratório, atelectasias, hipoxemia, e hipercapnia.

  • Além da prematuridade, outros fatores podem contribuir para o desencadeamento da SDR, como:

    PRÉ-NATAIS E PERINATAIS:
    Deslocamento prematuro da placenta;
    Infecção materna;
    Diabetes materno;
    Asfixia perinatal;
    Gemelaridade;
    Partos traumáticos;
    Uso de anestésicos / analgésicos;
    Fatores genéticos;
    Malformações torácicas
    PÓS-NATAIS:
    Hipovolemia;
    Alterações metabólicas;
    Choque;
    Hipoxemia prolongada,

  • Marco do desenvolvimento pulmonar pré-natal


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 42,50
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • OBJETIVOS
  • As principais patologias que iremos estudar:
  • Introdução
  • Síndrome do desconforto respiratório neonatal (SDR )
  • Síndrome do desconforto respiratório do recém-nascido (SDR )
  • O Surfactante
  • Além da prematuridade, outros fatores podem contribuir para o desencadeamento da SDR, como:
  • Marco do desenvolvimento pulmonar pré-natal
  • Manifestações clínicas
  • O diagnóstico
  • Na radiografia de tórax, destacam-se a presença de broncogramas aéreos e a aparência de ?vidro fosco?:
  • Radiografia de tórax em posição supina de um recém-nascido portador de síndrome da membrana hialina, evidenciando o aspecto reticulogranular
  • O Tratamento
  • Ventilação Mecânica Não Invasiva
  • Ventilação Mecânica Invasiva
  • Parâmetros Ventilatórios
  • Técnicas Fisioterapêuticas
  • Síndrome de Aspiração de Mecônio
  • Síndrome de aspiração de mecônio (SAM)
  • Síndrome de aspiração de mecônio (SAM)
  • Etiologia
  • Fisiopatologia
  • A obstrução de vias aéreas
  • A inativação de surfactante
  • Processos inflamatórios e infecciosos
  • O Diagnóstico
  • Aspectos radiológicos
  • Radiografia de tórax de um recém-nascido com síndrome de aspiração de mecônio.
  • O Tratamento
  • Hipertensão pulmonar persistente do neonato (HPPN)
  • Hipertensão pulmonar persistente do neonato (HPPN)
  • Etiologia
  • Fisiopatologia
  • Quadro clínico
  • Exames complementares
  • Radiografia de tórax de um neonato com HPPN. Os campos pulmonares pouco vascularizados ?pulmão preto?. Aspecto radiológico é pouco específico no diagnóstico
  • Exames complementares
  • O tratamento
  • Síndrome de escape de ar (SEAr)
  • Possíveis locais de acúmulo de ar extrapulmonar
  • O Diagnóstico
  • Radiografia de tórax. 1. Pneumomediastino. 2. Pneumopericárdio
  • O Tratamento
  • Displasia broncopulmonar (DBP)
  • Critérios diagnósticos e de avaliação de gravidade da displasia broncopulmonar
  • O diagnóstico
  • Características clínicas
  • Radiografia simples de tórax em paciente com displasia broncopulmonar, mostrando linhas de opacificação peribrônquicas, hiperinsuflação e envolvimento bilateral
  • Tratamento
  • Taquipneia transitória do neonato (TTRN )
  • Etiopatogenia
  • Causas da TTRN
  • Evolução radiológica de um neonato com TTRN. 4A RN com 2 horas de vida.4B RN com 24 horas de vida. 4C RN com 36 horas de vida.
  • Tratamento
  • Tratamento fisioterapêutico
  • Bronquiolite Viral Aguda (BVA)
  • O diagnóstico
  • Critérios diagnósticos
  • Radiografia de tórax de um paciente com Bronquiolite viral aguda.
  • O tratamento
  • Tratamento fisioterapêutico
  • Pneumonias na infância
  • Pneumonia
  • Principais agentes etiológicos da pneumonia
  • Pneumonia
  • Diagnóstico
  • Tratamento fisioterapêutico
  • Asma
  • Diagnóstico
  • Crise asmática
  • Tratamento fisioterapêutico
  • Fibrose cística
  • Fibrose cística (fc)
  • Tratamento
  • Reabilitação pulmonar em crianças com fc
  • REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS