Curso Online de Fisioterapia Hospitalar em Neopediatria

Curso Online de Fisioterapia Hospitalar em Neopediatria

Curso voltado para estudante e profissionais da área da saúde da Criança. Com material sobre as principais patologias acometidas na neope...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 12 horas


Por: R$ 32,50
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Curso voltado para estudante e profissionais da área da saúde da Criança.
Com material sobre as principais patologias acometidas na neopediatria, características e seus tratamentos.

Fisioterapeuta, pós graduada em: Fisioterapia Intensiva em Pediatria e neonatologia. Cursos de extensão em: Ventosaterapia, Ergonomia, Dry Needling, Ventilação Mecânica em Pediatria, nas áreas de ortopedia, e de pediatria entre outros. APAIXONADA PELA PROFISSÃO, AMO PODER ENSINAR E PASSAR O POUCO QUE SEI. *OS CURSOS SÃO CURSOS COMO INTRODUÇÃO NO ASSUNTO CITADO, COM OBJETIVO DE ENSINAR AO ALUNO SOMENTE O CONTEÚDO TEÓRICO SOBRE O ASSUNTO. SENDO ASSIM, NÃO NOS RESPONSABILIZAMOS E NÃO GARANTIMOS O DESEMPENHO DO ALUNO NA PRÁTICA, POIS A EXECUÇÃO DA PARTE PRÁTICA SOBRE TUDO O QUE O ALUNO APRENDEU ESTUDANDO A TEORIA DURANTE O CURSO, DEPENDERÁ DA HABILIDADE, COMPETÊNCIA E APTIDÃO DE CADA ALUNO.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • FisioTERAPIA HOSPITALAR
    EM
    neopediatria

  • OBJETIVOS

    Mostrar os conceitos das principais doenças respiratórias na neopediatria;

    Identificar as características das doenças respiratórias na neopediatria.

    Mostrar os tratamentos fisioterapêuticos nessas doenças.

  • As principais patologias que iremos estudar:

    síndrome do desconforto respiratório (SDR) do RN;
    síndrome da aspiração de mecônio (SAM);
    hipertensão pulmonar persistente do neonato (HPPN);
    síndrome do escape de ar (SEAr);
    displasia broncopulmonar (DBP);
    taquipneia transitória do neonato;
    bronquiolite aguda;
    pneumonia;
    asma e;
    fibrose cística.

  • Introdução

    As doenças respiratórias na neopediatria são importante causa de morbimortalidade nessa faixa etária, principalmente nos países em desenvolvimento.

    Essas doenças geram elevados custos diretos e indiretos com assistência à saúde.

  • Síndrome do desconforto respiratório neonatal (SDR )

  • Síndrome do desconforto respiratório neonatal (SDR )

    É um distúrbio associado à imaturidade estrutural pulmonar e a deficiência quantitativa e qualitativa do surfactante.
    Incide principalmente em RN dos pré-termo (RNPT) resultando em alteração da complacência pulmonar, hipóxia progressiva e insuficiência respiratória.
    A SDR neonatal ou doença da membrana hialina é uma das principais causas de falência respiratória e contribui para a elevada morbimortalidade dessa faixa etária.

  • Síndrome do desconforto respiratório do recém-nascido (SDR )

    A SDR também conhecida como doença da membrana hialina (DMH), é uma das causas mais frequentes de insuficiência respiratória e de mortalidade no neonato prematuro.

    É causada pela deficiência de surfactante ao nascimento e está associada a imaturidade estrutural pulmonar.

    Além da deficiência na produção do surfactante, a imaturidade estrutural dos músculos respiratórios também influencia no desenvolvimento da insuficiência respiratória.

  • Síndrome do desconforto respiratório do recém-nascido (SDR )

    Sua incidência e gravidade são inversamente proporcionais à idade gestacional, ou seja, quanto menor a idade gestacional, maior é o comprometimento ao recém-nascido.

    A SDR acomete cerca de 1% de todos os nascidos vivos com predominância naqueles com idade gestacional inferior a 28 semanas e peso ao nascimento maior igual a 1500g.

  • O Surfactante

    O surfactante é uma proteína sintetizada a partir da 20ª semana de gestação, atingindo seu pico de produção por volta da 35ª semana.

    Ele age diminuindo a tensão superficial no nível interface ar líquido alveolar, tendo como unção a estabilização dos alvéolos.

    Sua deficiência leva a diminuição da complacência pulmonar, diminuição da capacidade residual funcional (CRF), aumento do trabalho respiratório, atelectasias, hipoxemia, e hipercapnia.

  • Além da prematuridade, outros fatores podem contribuir para o desencadeamento da SDR, como:

    PRÉ-NATAIS E PERINATAIS:
    Deslocamento prematuro da placenta;
    Infecção materna;
    Diabetes materno;
    Asfixia perinatal;
    Gemelaridade;
    Partos traumáticos;
    Uso de anestésicos / analgésicos;
    Fatores genéticos;
    Malformações torácicas
    PÓS-NATAIS:
    Hipovolemia;
    Alterações metabólicas;
    Choque;
    Hipoxemia prolongada,

  • Marco do desenvolvimento pulmonar pré-natal


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 32,50
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • OBJETIVOS
  • As principais patologias que iremos estudar:
  • Introdução
  • Síndrome do desconforto respiratório neonatal (SDR )
  • Síndrome do desconforto respiratório do recém-nascido (SDR )
  • O Surfactante
  • Além da prematuridade, outros fatores podem contribuir para o desencadeamento da SDR, como:
  • Marco do desenvolvimento pulmonar pré-natal
  • Manifestações clínicas
  • O diagnóstico
  • Na radiografia de tórax, destacam-se a presença de broncogramas aéreos e a aparência de ?vidro fosco?:
  • Radiografia de tórax em posição supina de um recém-nascido portador de síndrome da membrana hialina, evidenciando o aspecto reticulogranular
  • O Tratamento
  • Ventilação Mecânica Não Invasiva
  • Ventilação Mecânica Invasiva
  • Parâmetros Ventilatórios
  • Técnicas Fisioterapêuticas
  • Síndrome de Aspiração de Mecônio
  • Síndrome de aspiração de mecônio (SAM)
  • Síndrome de aspiração de mecônio (SAM)
  • Etiologia
  • Fisiopatologia
  • A obstrução de vias aéreas
  • A inativação de surfactante
  • Processos inflamatórios e infecciosos
  • O Diagnóstico
  • Aspectos radiológicos
  • Radiografia de tórax de um recém-nascido com síndrome de aspiração de mecônio.
  • O Tratamento
  • Hipertensão pulmonar persistente do neonato (HPPN)
  • Hipertensão pulmonar persistente do neonato (HPPN)
  • Etiologia
  • Fisiopatologia
  • Quadro clínico
  • Exames complementares
  • Radiografia de tórax de um neonato com HPPN. Os campos pulmonares pouco vascularizados ?pulmão preto?. Aspecto radiológico é pouco específico no diagnóstico
  • Exames complementares
  • O tratamento
  • Síndrome de escape de ar (SEAr)
  • Possíveis locais de acúmulo de ar extrapulmonar
  • O Diagnóstico
  • Radiografia de tórax. 1. Pneumomediastino. 2. Pneumopericárdio
  • O Tratamento
  • Displasia broncopulmonar (DBP)
  • Critérios diagnósticos e de avaliação de gravidade da displasia broncopulmonar
  • O diagnóstico
  • Características clínicas
  • Radiografia simples de tórax em paciente com displasia broncopulmonar, mostrando linhas de opacificação peribrônquicas, hiperinsuflação e envolvimento bilateral
  • Tratamento
  • Taquipneia transitória do neonato (TTRN )
  • Etiopatogenia
  • Causas da TTRN
  • Evolução radiológica de um neonato com TTRN. 4A RN com 2 horas de vida.4B RN com 24 horas de vida. 4C RN com 36 horas de vida.
  • Tratamento
  • Tratamento fisioterapêutico
  • Bronquiolite Viral Aguda (BVA)
  • O diagnóstico
  • Critérios diagnósticos
  • Radiografia de tórax de um paciente com Bronquiolite viral aguda.
  • O tratamento
  • Tratamento fisioterapêutico
  • Pneumonias na infância
  • Pneumonia
  • Principais agentes etiológicos da pneumonia
  • Pneumonia
  • Diagnóstico
  • Tratamento fisioterapêutico
  • Asma
  • Diagnóstico
  • Crise asmática
  • Tratamento fisioterapêutico
  • Fibrose cística
  • Fibrose cística (fc)
  • Tratamento
  • Reabilitação pulmonar em crianças com fc
  • REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS