Curso Online de Cuidado em clientes com distúrbios intestinais e retais
5 estrelas 1 aluno avaliou

Curso Online de Cuidado em clientes com distúrbios intestinais e retais

Esse curso proporcionará para os alunos uma compreensão maior sobre afecções intestinais e anorretais de forma simples e prática.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 7 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Esse curso proporcionará para os alunos uma compreensão maior sobre afecções intestinais e anorretais de forma simples e prática.

Enfermeira especializada em Clínica Médica- Cirurgica, pelo centro Universitário São Camilo,especialização em Gestão em Saúde pela UECE e Auxiliar de Pericia(Pericia Forense).


- Joao Paulo Zimmermann Silva

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • CUIDADO EM CLIENTES COM DISTÚRBIOS INTESTINAIS E RETAIS

    cuidado em clientes com distúrbios intestinais e retais

  • DISTÚRBIOS INTESTINAIS E RETAIS MAIS COMUNS

    distúrbios intestinais e retais mais comuns

    afecções intestinais: hérnias abdominais, apendicite, peritonite
    afecções anorretais: hemorróidas, fissuras, abcesso, fistula, prolapso retal.

  • Processo de cuidar nos distúrbios Intestinais - APENDICITE

    processo de cuidar nos distúrbios intestinais - apendicite

  • APENDICITE

    apendicite

    é a inflamação do apêndice vermiforme causada pela obstrução da luz intestinal decorrentes de infecção, constrição, massa fecal, corpo estranho ou tumor.

  • FISIOPATOLOGIA

    fisiopatologia

    a apendicite pode afetar qualquer grupo etário, porém é mais comum nos homens entre 10 e 30 anos de idade.
    o apêndice torna – se inflamado em decorrência de um fecalito, tumor ou corpo estranho.
    á medida que se desenvolve a tensão intraluminal, inicia –se uma dor abdominal superior ou generalizada progressivamente intensa, , que se torna localizada no qid do abdômen. o apêndice enche de pus.

  • MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS

    manifestações clínicas

    dor epigástrica ou periumbilical.
    febre baixa, anorexia, indisposição moderada, náuseas e vômito.
    geralmente ocorre constipação; ocasionalmente, diarréia.
    hipersensibilidade em rechaço, defesa involuntária, rigidez abdominal generalizada.
    quando o apêndice se rompe, a dor fica mais difusa; a distensão abdominal, se desenvolve.

  • COMPLICAÇÕES

    complicações

    perfuração ( em 95% dos casos).
    abscesso
    peritonite.

  • AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA

    avaliação diagnóstica

    exame físico compatível com as manifestações clinicas.
    contagem dos leucócitos – leucocitose moderada.(pode exceder a 10.000 cél.mm3)
    exame de urina, para excluir os distúrbios urinários.
    radiografia abdominal.
    ultra som abdominal ou a tc.

  • TRATAMENTO MÉDICO

    tratamento médico

    no período pré operatório, manter repouso no leito, dieta zero, hidratação iv, possível profilaxia com antibiótico e analgésico.
    tratamento cirúrgico - apendicectomia:
    a)apendicectomia laparoscópica ou simples na ausência de ruptura ou peritonite.
    -- dreno incisional pode ser colocado, caso ocorra abscesso ou ruptura.

  • TRATAMENTO DE ENFERMAGEM Pré - Operatório

    tratamento de enfermagem pré - operatório

    aliviar a dor
    evitar o déficit de volume hídrico
    reduzir a ansiedade
    eliminar a infecção causada pela ruptura.
    manter a integridade da pele
    sng – caso haja íleo paralítico
    enema – não é administrado

  • TRATAMENTO DE ENFERMAGEM Pós Operatório

    tratamento de enfermagem pós operatório

    posição de semi fowler
    administração de opiócitos s/n
    administração de líquidos orais, qdo tolerados
    instrui o cliente retornar a cons. médica para retirar as suturas entre o 5º e o 7º dia.atividades normais dentro de 2 a 4 meses.
    em caso de dreno, o cliente pode permanecer no hospital, monitorar sinais de obstrução intestinal ou hemorragia secundária.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • CUIDADO EM CLIENTES COM DISTÚRBIOS INTESTINAIS E RETAIS
  • DISTÚRBIOS INTESTINAIS E RETAIS MAIS COMUNS
  • Processo de cuidar nos distúrbios Intestinais - APENDICITE
  • APENDICITE
  • FISIOPATOLOGIA
  • MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS
  • COMPLICAÇÕES
  • AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA
  • TRATAMENTO MÉDICO
  • TRATAMENTO DE ENFERMAGEM Pré - Operatório
  • TRATAMENTO DE ENFERMAGEM Pós Operatório
  • DIAGNÓSTICO DE ENFERMAGEM
  • PERITONITE
  • FISIOPATOLOGIA
  • PERITONITE - CAUSAS
  • MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS
  • AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA
  • TRATAMENTO
  • COMPLICAÇÕES
  • AVALIAÇÃO DE ENFERMAGEM
  • DIAGNÓSTICO DE ENFERMAGEM
  • INTERVENÇÕES DE ENFERMAGEM
  • AFECÇÕES INTESTINAIS Hérnia Abdominais
  • Fisiopatologia e Etiologia
  • TIPOS
  • HÉRNIAS INGUINAS
  • Hérnia Umbilical e Epigástrica
  • HÉRNIAS INCISIONAIS
  • Manifestações clínicas
  • Classificação pela Gravidade
  • Avaliação Diagnóstica
  • TRATAMENTO
  • FUNDA
  • Tratamento
  • COMPLICAÇÕES
  • Avaliação de Enfermagem
  • Diagnóstico de enfermagem
  • Intervenções de Enfermagem
  • Avaliação dos Resultados
  • Cuidados de enfermagem pré operatório
  • Cuidados de enfermagem pós operatório
  • RESSECÇÃO DE HÉRNIA
  • Hérnia estrangulada domiciliar
  • Hérnia Inguinoescrotal
  • AFECÇÕES ANORRETAIS HEMORRÓIDAS
  • HEMORRÓIDAS SINAIS E SINTOMAS
  • HEMORRÓIDAS TIPOS
  • HEMORRÓIDAS INTERNAS
  • HEMORRÓIDAS-TRATAMENTO
  • PROLAPSO RETAL
  • PROLAPSO RETAL DEFINIÇÃO
  • Quadro clínico
  • PROLAPSO RETAL