Curso Online de ASMA EM PEDIATRIA
4 estrelas 3 alunos avaliaram

Curso Online de ASMA EM PEDIATRIA

DOENÇA INFLAMATÓRIA CRÔNICA DAS VIAS AÉREAS RESPIRATÓRIAS QUE AFETA PRINCIPALMENTE CRIANÇAS E QUE OS ÍNDICES VEM AUMENTANDO COM O TEMPO. ...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 3 horas

Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

DOENÇA INFLAMATÓRIA CRÔNICA DAS VIAS AÉREAS RESPIRATÓRIAS QUE AFETA PRINCIPALMENTE CRIANÇAS E QUE OS ÍNDICES VEM AUMENTANDO COM O TEMPO. PRECISAMOS DIVULGAR PARA CONSCIENTIZAR E TRATAR ADEQUADAMENTE COM ORIENTAÇÃO MÉDICA!

SUGESTÕES SÃO BEM VINDAS!

BOA LEITURA! :)

ATT. GISELLE

- Garyany Silva Pinheiro

- Sthefanny Alves De Oliveira

- Maurício José Toledo

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
  • ASMA EM PEDIATRIA

    ASMA EM PEDIATRIA

    Giselle Stefanelli de Lima
    2012

  • CITAÇÃO

    Lima (2012) ou (LIMA, 2012)

    REFERÊNCIA

    LIMA, G. S. Asma em Pediatria. Curso oferecido à distância pelo BUZZERO, 06 jul. 2012 (ano de realização de seu curso).

  • ASMA

    ASMA

    Doença alérgica inflamatória crônica das vias aéreas respiratórias mais comum na infância (↑ meninos).

    Não tem cura, mas tratamento. Refere-se a uma síndrome clínica caracterizada por ataques de sibilância e dispnéia devido ao estreitamento das vias aéreas intrapulmonares.

    A gravidade do estreitamento varia sobre períodos curtos e é reversível espontaneamente ou como resultado de um tratamento adequado.

    Têm períodos de crise e de intervalo entre crises.

    (PIGATI; SERIO apud SARMENTO, 2011, p. 67)
    (HARGREAVE apud PORTER, 2005, p. 304)
    (PORTER, 2005, p. 305)

  • ASMA

    ASMA

    Cerca de 80% desenvolvem os primeiros sintomas antes dos cinco anos de idade.

    Embora a taxa de mortalidade seja pequena, o risco de morte em razão de uma crise é inquestionável.

    Alta morbidade.

    (PEIXE; CARVALHO; RAIMUNDO apud SARMENTO, 2011, p. 68)

  • ASMA

    ASMA

    As crianças asmáticas acometidas de crises frequentes e com baixa resistência às atividades físicas são submetidas a inúmeras restrições.

    Responsável por absenteísmo escolar, visitas frequentes a pronto-socorros e hospitalizações, sendo o falecimento prematuro por insuficiência respiratória a complicação mais grave de todas.

    Sinais e sintomas com prevalência de 20% para escolares entre 6 e 7 anos de idade e adolescentes entre 13 e14 anos.

    (PEIXE; CARVALHO; RAIMUNDO apud SARMENTO, 2011, p. 68)
    (PIGATI; SERIO apud SARMENTO, 2011, p. 67)

  • ASMA

    ASMA

    A asma do adulto e a da criança compartilham os mesmos mecanismos fisiopatológicos, mas, devido ao processo de crescimento na criança, as consequências da doença e os efeitos adversos do tratamento são diferentes daqueles do adulto.

    (MOURA et al, 2002, p. 142)

  • ECONOMIA

    ECONOMIA

    Considerada um sério problema de saúde mundial.

    No ano de 2008, foi registrado no Brasil um gasto de R$97.169.872,67 com internações e medicamentos para o tratamento dessa doença.

    O Brasil é o oitavo país do mundo no que diz respeito à quantidade de pessoas que apresentam sinais e sintomas de asma.

    (PIGATI; SERIO apud SARMENTO, 2011, p. 67)

  • PREVALÊNCIA

    PREVALÊNCIA

    A importância do ambiente e dos fatores socioeconômicos na gravidade da asma é amplamente reconhecida.

    A taxa de prevalência é mais elevada e a asma se manifesta com maior gravidade em indivíduos ou populações submetidos a condições de vida precárias.

    (MOURA et al., 2002, p. 148)

  • CLASSIFICAÇÃO DA DOENÇA

    CLASSIFICAÇÃO DA DOENÇA

    (MOURA et al, 2002, p. 143)

  • MINISTÉRIO DA SAÚDE

    MINISTÉRIO DA SAÚDE

  • ETIOPATOLOGIA

    ETIOPATOLOGIA

    Não existe um único fator etiológico.

    Existem várias teorias, as mais aceitas atualmente são as teorias alérgicas e de disfunção do sistema nervoso autônomo.

    (PEIXE; CARVALHO; RAIMUNDO apud SARMENTO, 2011, p. 69)


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • ASMA EM PEDIATRIA
  • ASMA
  • ECONOMIA
  • PREVALÊNCIA
  • CLASSIFICAÇÃO DA DOENÇA
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE
  • ETIOPATOLOGIA
  • FISIOPATOLOGIA
  • ASPECTOS FISIOPATOLÓGICOS
  • FISIOPATOLOGIA
  • AUTÓPSIAS
  • CRISES ASMÁTICAS
  • ATAQUE ASMÁTICO
  • SINAIS E SINTOMAS
  • SIBILÂNCIA E DISPNÉIA
  • SINAIS CLÍNICOS NA CRISE ASMÁTICA GRAVE
  • RADIOGRAFIA DE TÓRAX
  • DIAGNÓSTICO MÉDICO
  • TRATAMENTO MÉDICO
  • TRATAMENTO FARMACOLÓGICO
  • ERROS MAIS COMUNS NO P.S.
  • TRATAMENTO INTENSIVO
  • INDICAÇÕES DE INTERNAÇÃO EM UTI
  • TRATAMENTO FISIOTERAPÊUTICO
  • FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA
  • SUPORTE VENTILATÓRIO
  • ATIVIDADE FÍSICA
  • CONTROLE AMBIENTAL
  • VÍDEO ILUSTRATIVO
  • REFERÊNCIAS
  • OBRIGADA!