Curso Online de DDS ou Alerta de Segurança do Trabalho - Módulo 04
5 estrelas 9 alunos avaliaram

Curso Online de DDS ou Alerta de Segurança do Trabalho - Módulo 04

*DDS ou Alertas de Segurança do Trabalho - Módulo 04; *Cuidados com Animais peçonhentos (escorpiões e taturanas); *Como proceder em cas...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 4 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Mais de 100 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

*DDS ou Alertas de Segurança do Trabalho - Módulo 04;
*Cuidados com Animais peçonhentos (escorpiões e taturanas);
*Como proceder em casos de picadas por Abelhas;
*Cuidados com picadas por Aranhas;
*Como proceder me casos de Mordidas por Cachorros;
*Como manter uma postura correta dentro do ambiente de trabalho;
*Boa postura corporal dentro do escritório;
*Como evitar a proliferação do Mosquito da Denque;
*Importância das Cores e Sinalizações de Segurança;
*Riscos das DST - Doenças Sexualmente Transmissíveis;
*Segurançla ocular;



Minas Especializações; *Graduando em Gestão Ambiental, *Técnico em Segurança do Trabalho Reg.MTE nº 25.482/MG; *Bombeiro Profissional Civil - Nível 2 -ABNT/NBR 14.276; *NR 33 Supervisor de Entrada em Espaço Confinado; *Instrutor de Curso de Operador de Empilhadeiras; *Coordenador de Brigada de Emergência; E-mail: tecsegtrab.aguiar@hotmail.com.br ou tecsegtrab.aguiar@gmail.com - Siga no Blog: http://aguiarsst.blogspot.com/ Cursos Complementares: *Política Nacional de Gerenciamento de Resíduos Sólidos - PNGRS; * OHSAS 18000:2007 - Sistema de Gestão de saúde e Segurança Ocupacional; *Brigadista de Incêndio; * TPM - Total Perfeição da Manufatura; *NR 10 - Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade; *Curso de Operador de Empilhadeiras -SEST/SENAT; *MOPP - Movimentação e Operação de Produtos Perigosos; *Curso de Auto Controle (Qualidade) - SENAI; *Legislação Trabalhista - SENAI; *Educação Ambiental -SENAI; *Saúde e Segurança Rural - SENAR; * PPRA, PCMAT, PPP,CIPA, SIPAT, LTCAT, FMEA, PAE, PGR. *NR 12 Segurança de Máquinas e Equipamentos;


- Ubiratan Rolemberg De Souza

- Eliana Golçalves Dias Fernandes

- Vitor Antonio

- Simone Ribeiro Cruz

- Marcia Aparecida Bragança

- Izaias De Souza Aguiar

- Tst180415

- Andre Felipe

- Walter Luis

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • DDS ou Alertas de Segurança do Trabalho Módulo 04

    DDS ou Alertas de Segurança do Trabalho Módulo 04

    Izaias de Souza Aguiar

  • Segurança no Uso de Lavadora de Alta Pressão

    SEGURANÇA

    Parceiras de todo o tipo de limpeza, desde as mais pesadas até as delicadas, as lavadoras de alta pressão são equipamentos muito fortes. Antes de usar a sua, lembre destas preciosas orientações para manter segura a sua família e garantir a durabilidade da sua Wap.

    - Jamais direcione o jato da Wap para pessoas. Como a água pressurizada está sob muita pressão, a força com que ela sai é altíssima. Sobre a pele, o jato pode causar cortes e lesões. Tome muito cuidado e não deixe de orientar as crianças.

    - Embora a ideia pareça tentadora, jamais direcione o jato da Wap para qualquer tipo de animal. Além de ferir o animal, a pessoa poderá responder pelo crime de maus tratos a animais, pela Lei nº9605/98 Art. 32, podendo pegar uma pena de detenção de três meses até um ano, aumentada se o animal morrer. Não dá para brincar com uma coisa dessas, não é?

    - Não direcione o jato da Wap para a rede elétrica. Não se esqueça de que a água é um potente condutor de energia elétrica. Ao realizar a limpeza de locais próximos a rede elétrica, tome muito cuidado e lembre-se de desligar a chave geral para evitar acidentes.

    - Não direcione o jato da Wap para a própria lavadora. A força do jato pode danificar os componentes da máquina, principalmente se a água atingir o interior. Quando quiser limpar a sua Wap, utilize esponja e panos úmidos e apenas um pouco de água e sabão.

    - Não succione água de poço abaixo do nível da máquina. As lavadoras de alta pressão não possuem a capacidade de succionar água abaixo do seu nível. Isso pode danificar a sua máquina. A torneira ou poço que abastece a sua lavadora deve estar no mesmo nível ou acima da máquina.

    N.71 / 2015

    ALERTA HSE
    SEGURANÇA, SAÚDE E MEIO AMBIENTE

  • Cuidados com Picadas de Escorpiões

    SEGURANÇA

    Os escorpiões são animais invertebrados que apresentam corpo, quatro pares de pernas e cauda, na ponta da qual há bolsas de veneno e um ferrão. Embora existam inúmeras espécies desses animais, nem todas possuem um veneno tóxico o bastante para causar acidentes graves com sua picada.

    Escorpiões podem ser encontrados em todas as regiões do território brasileiro, tanto na área urbana quanto na zona rural. São animais de hábitos noturnos que em regra se escondem abrigados da luz, escondidos sob pedras, entulhos, lenha, material de construção, encanamentos, dentro de calçados e roupas, no interior das casas e em seus arredores. São carnívoros. Alimentam-se de insetos, como cupins, grilos e baratas (especialmente), mas podem sobreviver longos períodos sem comida e sem água.

    No Brasil, a maior parte dos acidentes com animais peçonhentos é provocada pela picada dos escorpiões e ocorrem dentro das casas. Em geral, os ataques ocorrem quando, de alguma forma, eles se sentem ameaçados com a proximidade de uma pessoa.

    Sintomas:

    Dor intensa, sensação de ardência ou agulhadas, inflamação no local são os sintomas mais comuns da picada de escorpião. Nos casos mais graves, pode acarretar aumento da frequência cardíaca, suores, enjoos, dificuldade para respirar, queda de pressão. Geralmente, as crianças ficam inquietas e apresentam movimentos descoordenados.

    N.24 / 2014

    ALERTA HSE
    SEGURANÇA, SAÚDE E MEIO AMBIENTE

  • SEGURANÇA

    Tratamento:

    Na maioria dos casos, as picadas de escorpião podem ser tratadas em casa. São medidas importantes aplicar gelo no local, proteger a pele com um pano limpo, tomar analgésicos comuns para alívio da dor e permanecer em repouso.

    Alguns escorpiões, porém, possuem um veneno muito tóxico. Se o quadro não regredir e a pessoa (especialmente se for criança) apresentar sonolência e pressão baixa deve ser encaminhada imediatamente para atendimento médico, levando consigo, sempre que possível, o animal que a atacou. Isso ajuda a identificar com mais rapidez o antídoto que deve ser administrado.

    Recomendações:

    * Mantenha sua casa, o quintal, o jardim sempre limpos, sem acúmulo de lixo ou de objetos que possam servir de esconderijo para escorpiões;

    * Instale telas nas portas e janelas. Vede as frestas;

    * Examine roupas e calçados antes de usá-los;

    * Use botas de cano longo, mangas compridas e luvas quando manipular objetos em locais que possam servir de abrigo para escorpiões;

    * Não hesite. Procure imediatamente atendimento médico se suspeitar que uma pessoa foi picada por um escorpião. Caberá ao médico avaliar a gravidade e as consequências do ferimento.

    N.24 / 2014

    ALERTA HSE
    SEGURANÇA, SAÚDE E MEIO AMBIENTE

    Cuidados com Picadas de Escorpiões

  • SEGURANÇA

    Escorpiões são animais pouco agressivos e com hábitos predominantemente noturnos, o que torna os acidentes com esses animais menos frequentes do que os com cobras.
    O veneno do escorpião ataca o sistema nervoso e pode até matar – especialmente se a vítima for uma criança. Por conta disso, é importante buscar socorro o mais rápido possível para que o tratamento adequado possa ser administrado o quanto antes.
    Como reconhecer:
    A reação à picada depende do tipo de escorpião. Imediatamente após a mordida, a pessoa pode começar a sentir: - dores fortes - náuseas - vômitos - aumento da pressão arterial - suor intenso - baixa rápida da temperatura do corpo
    Como agir:
    - Mantenha a vítima calma - Não esprema nem sugue o local da picada - Lave o local com água e sabão - Procure o serviço de emergência - Se há condições de segurança, leve o escorpião (vivo ou morto) ao serviço de atendimento de emergência (assim será mais fácil descobrir o soro adequado para tratar a vítima)
    Como prevenir:
    - Use sempre calçados e luvas apropriadas ao manusear materiais de construção ou lenha - Em locais onde há presença destes animais, vede a soleira das portas com frisos de borracha ou com saquinhos de areia - Não coloque as mãos em tocas e lugares escuros onde o escorpião possa se esconder  - Feche bem os sacos de lixo e mantenha os terrenos próximos de sua moradia limpos, evitando baratas e moscas, animais que costumam atrair esses predadores - Examine roupas, calçados e roupas de cama e banho antes de usá-las

    N.24 / 2014

    ALERTA HSE
    SEGURANÇA, SAÚDE E MEIO AMBIENTE

    Cuidados com Picadas de Escorpiões

  • SEGURANÇA

    Quando a abelha faz a picada na pele, ela injeta um veneno irritante que provoca dor intensa no local, vermelhidão e inchaço. O veneno, normalmente, não faz mal e não é prejudicial para a maioria das pessoas, mas se o indivíduo for picado por muitas abelhas ao mesmo tempo ou for alérgico ao veneno das abelhas, pode ter uma reação alérgica exagerada e não conseguir respirar.
    Os primeiros socorros em caso de picada de abelha são:

    Remover o ferrão da abelha com a ajuda de uma pinça ou agulha;
    Lavar a região afetada com água fria e sabão;
    Aplicar uma pedra de gelo enrolada em papel de cozinha na região afetada;
    Passar uma pomada cicatrizante, analgésica ou anti-inflamatória na região afetada e deixar secar sem cobrir a pele.

    Os sintomas que indicam reação alérgica exagerada à picada das abelhas pode ser:

    Vermelhidão, coceira e inchaço no local da picada da abelha;
    Dificuldade para respirar e para engolir a saliva.
    Caso estes sintomas sejam identificados, deve-se levar a vítima para o hospital imediatamente ou chamar uma ambulância, ligando para o número 192.

    N.24 / 2014

    ALERTA HSE
    SEGURANÇA, SAÚDE E MEIO AMBIENTE

    Cuidados com Picadas de Abelhas

  • SEGURANÇA

    Quais são as consequências das picadas (ferroadas) de abelhas?

    As consequências das picadas (ferroadas) de abelhas dependem da quantidade delas, do local atingido, de a vítima ser ou não alérgica e do tipo de abelhas.

    Um adulto normalmente pode tolerar até mais de mil picadas de abelhas, enquanto quinhentas poderão matar uma criança. No entanto, em pessoas alérgicas, uma única picada pode provocar a morte em virtude de uma reação anafilática grave, a qual necessita de cuidados médicos imediatos.

    As abelhas possuem um ferrão na parte posterior do corpo, onde se localiza a glândula do veneno. Este ferrão se instala na pele da vítima depois da picada. As picadas (ferroadas) de abelhas podem limitar-se à dor e ao edema ou levarem a complicações importantes e até fatais, em pessoas alérgicas.

    As picadas de abelhas doem tanto porque, quando estes insetos picam, injetam em suas vítimas uma substância química chamada melitina, a qual ativa os receptores de dor. Além disso, quando o ferrão penetra a pele da vítima, ele fica preso lá dentro, injetando mais veneno. Se a pessoa não for alérgica, seu sistema imunológico vai reagir à picada, mandando líquidos para dissolver a melitina, causando uma maior vermelhidão e o inchaço. A dor pode durar vários dias, mas geralmente não apresenta maior gravidade.

    Como evitar as picadas (ferroadas) de abelhas?

    Como regra geral, mantenha-se afastado de todo enxame ou colmeia. Se encontrar alguma, afaste-se imediatamente. Não fique parado, mas não trate de sacudir-se ou afugentá-las, porque os movimentos rápidos e os sons agudos provocam as abelhas. Ao correr, proteja o rosto e os olhos. Refugie-se em um carro ou numa casa.

    Ao ser atacado, se você não tiver um pano (lenço, toalha, etc.) para cobrir a cabeça, faça-o com a própria camisa. As eventuais picadas nas costas ou no peito que você levar, serão menos graves do que as que ocorreriam no rosto

    N.24 / 2014

    ALERTA HSE
    SEGURANÇA, SAÚDE E MEIO AMBIENTE

    Consequências das Picadas de Abelhas

  • SEGURANÇA

    Identifique a aranha. A maioria das picadas não é efetuada por aranhas perigosas – de fato, muitas das mordidas não passam de picadas facilmente tratáveis de outros insetos. Se há a suspeita de que você foi picado por uma aranha perigosa, vá às subseções abaixo para confirmar a identidade do inseto e administrar os primeiros-socorros apropriados. Algumas vezes, a identificação não é possível; porém, saber qual espécie de aranha lhe picou pode ajudar o profissional médico a determinar o tratamento.

    Tente guardar o espécime, mesmo se ele houver sido esmagado. Álcool isopropílico pode ser usado para preservar a aranha.

    Se você não puder encontrar a aranha, limpe e examine a área picada.

    Lave a área picada com água fria e sabão. Isso limpará o ferimento e ajudará a evitar infecções.

    Aplique uma compressa gelada, como um pacote de gelo. Isso aliviará a dor da picada e ajudará a reduzir o inchaço.

    Eleve extremidades picadas. Isso é útil para reduzir a inflamação e o inchaço.

    Monitore a picada pelas próximas 24 horas para garantir que os sintomas não piorem. Dentro de alguns dias, o inchaço deve diminuir e a área picada ficará menos dolorosa. Ligue para a emergência ou procure um médico se os sintomas não melhorarem.

    N.24 / 2014

    ALERTA HSE
    SEGURANÇA, SAÚDE E MEIO AMBIENTE

    Cuidados com Picadas de Aranhas

  • SEGURANÇA

    Embora muitos cães sejam dóceis e calmos, a mordida de cachorro é sempre uma possibilidade quando entramos em contato com um animal desconhecido, já que, mesmo os pets mais carinhosos podem ter uma reação desse tipo quando se sentem ameaçados ou em situação de perigo.

    Temida por muitos - especialmente por carteiros, que são frequentemente perseguidos por cães durante seu trabalho - a mordida de cachorro pode causar ferimentos e doenças sérias como a raiva e outras zoonoses, devendo ser bem observada e tratada imediatamente na sua ocorrência.

    Em alguns casos, mesmo as mordidas que os cães dão como uma brincadeira podem acabar ferindo adultos e crianças; e a situação é ainda mais complicada quando a raça do animal está entre as consideradas mais agressivas ou de maior força de mordida – como no caso dos Pitbulls, cuja potência de uma simples abocanhada pode atingir uma pressão de até 200 quilos.

    Mesmo a mordida de cães vacinados contra as zoonoses mais comuns podem causar problemas que vão muito além de simples machucados, já que a saliva do animal pode contar com uma grande variedade de bactérias que, quando passadas para uma ferida aberta, podem ser bastante prejudiciais à saúde dos seres humanos – assim como de outros animais – causando infecções e diversos tipos de danos aos tecidos da pele.

    Em casos de mordidas de cães procure sempre ajuda Médica, ele é o profissional mais qualificado para lhe avaliar.

    N.24 / 2014

    ALERTA HSE
    SEGURANÇA, SAÚDE E MEIO AMBIENTE

    Cuidados com Mordidas de Cachorros

  • SEGURANÇA

    Tendo em vista que boa parte dos incidentes que envolvem mordidas de cachorros não ocorrem com adultos, é muito importante que crianças jamais sejam deixadas sozinhas no mesmo ambiente que cães; diminuindo a possibilidade de acidentes. No topo do “grupo de risco” das mordidas, as crianças também devem ser ensinadas por seus pais a não mexer, abordar ou provocar animais de estimação desconhecidos (principalmente, os de rua), pedindo permissão ao dono do pet sempre que quiser acariciar o animal.

    Animais estranhos, desconhecidos ou de aparência doente devem ser evitados sempre e, quem tem um pet em casa, também deve evitar que o bichinho de estimação tenha contato com animais que tenham tais características. Vacinar os seus pets de maneira adequada também é essencial para prevenir a sua contaminação por qualquer tipo de zoonose, impedindo que seu amigão se torne uma fonte de infecção.

    Outra dica importante para ficar longe de acidentes é a de não interferir ao presenciar cães brigando ou um cachorro se alimentando; já que estas ações, quando interrompidas, podem ser o convite perfeito para mordidas e ferimentos.

    Estar alerta ao comportamento dos cães também é importante para ficar longe de acidentes; mas também é importante lembrar que, ao se sentir ameaçado por um cachorro, você não deve correr ou tentar fugir do animal, já que ele pode interpretar isso como uma ameaça ainda maior, atacando-o de maneira mais agressiva. A castração dos cachorros também pode contar como um ponto positivo na prevenção de mordidas, já que (na maioria dos casos) os animais se tornam bem menos agressivos quando passam por este processo.

    N.24 / 2014

    ALERTA HSE
    SEGURANÇA, SAÚDE E MEIO AMBIENTE

    Com Prevenir Mordidas de Cachorros

  • SEGURANÇA

    Fundamentalmente, quem é ferido por uma mordida de cão deve procurar o hospital mais próximo para saber como proceder no tratamento de seus machucados. No entanto, alguns cuidados básicos (que devem ser tomados, imediatamente, após a mordida) são imprescindíveis pra que as consequências desse tipo de acidente sejam as menores possíveis – tendo em vista que, mesmo no pouco tempo em que o paciente aguarda pelo atendimento médico, as bactérias da ferida já podem se alastrar bastante.
    Lavar o local afetado com muita água e sabão é a primeira providência a ser tomada após levar uma mordida, pois, isso pode impedir que as bactérias da saliva do cão se espalhem, evitando o aparecimento de complicações piores.
    Nos casos de lacerações por mordidas de cães, o fluxo de sangue do machucado, na maioria das vezes, é muito intenso, e uma grande pressão deve ser aplicada no local para que o sangramento cesse; enquanto, nos casos de perfuração, é altamente indicado que a vítima deixe que a ferida sangre por algum tempo, já que isso também ajuda com que as bactérias sejam expelidas da região.
    Feito isso, é recomendado que o ferimento seja limpo com um antibacteriano durante (pelo menos) cinco minutos ininterruptos; e que água em abundância seja aplicada sobre o machucado durante os cinco minutos seguintes. Terminado esse processo, uma gaze ou uma toalha de papel deve ser colocada sobre a ferida, deixando-a protegida até que a vítima possa receber atendimento médico.
    Compressas de gelo também podem ser úteis para evitar o inchaço de mordidas por penetração e, caso a vítima tenha acesso a Peróxido de Hidrogénio (popularmente conhecido como água oxigenada), também é indicado que o líquido seja aplicado na ferida.

    N.24 / 2014

    ALERTA HSE
    SEGURANÇA, SAÚDE E MEIO AMBIENTE

    Como Limpar uma Mordidas de Cachorros


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...

Desejo receber novidades e promoções no meu e-mail:


  • *DDS ou Alertas de Segurança do Trabalho - Módulo 04;
  • *Cuidados com Animais peçonhentos (escorpiões e taturanas);
  • *Como proceder em casos de picadas por Abelhas;
  • *Cuidados com picadas por Aranhas;
  • *Como proceder me casos de Mordidas por Cachorros;
  • *Como manter uma postura correta dentro do ambiente de trabalho;
  • *Boa postura corporal dentro do escritório;
  • *Como evitar a proliferação do Mosquito da Denque;
  • *Importância das Cores e Sinalizações de Segurança;
  • *Riscos das DST - Doenças Sexualmente Transmissíveis;
  • *Segurançla ocular;
  • Izaias de Souza Aguiar - Técnico em Segurança do Trabalho Reg.MTE nº 25.482/