Curso Online de NR 35 BÁSICO EM TRABALHO EM ALTURA
5 estrelas 9 alunos avaliaram

Curso Online de NR 35 BÁSICO EM TRABALHO EM ALTURA

Nesse curso o aluno conhecerá a parte téorica da norma regulamentadora 35 que fala dos trabalhos em altura.

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 5 horas

De: R$ 50,00 Por: R$ 30,00
(Pagamento único)

Mais de 350 alunos matriculados no curso.

Certificado digital Com certificado digital incluído

Nesse curso o aluno conhecerá a parte téorica da norma regulamentadora 35 que fala dos trabalhos em altura.

Luis Carlos Pereira santos, Atuo como Enfermeiro e técnico de segurança do trabalho em empresas, consultorias e escolas profissionalizantes,ministro aulas em escolas técnicas. trabalho com treinamentos de segurança,meio ambiente e saúde ocupacional e elaboração de documentos, sou habilitado em bombeiro profissional civil Lider e eletricista Básico.


- Renan Bráulio De Souza Ralha

- João Batista Do Rozário

- Edson Donisete Moreira Guedes

- Edson Barros Das Chagas De Oliveira

- Luiz Fernando Da Cruz

- Silvio Luis Paggiaro Regis

- Silvio Mantanhere

- Rafael Miguel

- Randell Brito De Oliveira

  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.
  • BÁSICO EM
    TRABALHO EM ALTURA NR 35

  • Aplica-se a toda atividade executada acima de 2,00 m (dois metros) do nível inferior, onde haja risco de queda.


    O disposto na NR35 não significa que não deverão ser adotadas medidas para eliminar, reduzir ou neutralizar os riscos nos trabalhos realizados em altura igual ou inferior a 2,0m.

  • Esta norma se complementa com as normas técnicas oficiais estabelecidas pelos Órgãos competentes e na ausência e omissão dessas com as normas internacionais aplicáveis.

    A Norma não exclui a aplicabilidade de outras Normas Regulamentadoras e, na ausência ou inexistência destas, se complementa com as normas técnicas nacionais ou internacionais sobre o tema.

  • Preconiza a gestão para trabalhos em altura, tendo como base os seguintes princípios:

    Planejamento e organização dos trabalhos em altura;

    Estabelecimento de medidas suficientes para prevenir a queda ou seus efeitos;

    Planejamento , organização e execução por trabalhador capacitado e autorizado.

  • NR35 Planejamento

    NR35 Planejamento

    As Medidas para Prevenir a Queda tem por base a seguinte hierarquia:

    Evitar o trabalho em altura quando possível.
    Utilização de equipamentos ou sistemas para prevenir a queda, quando não puder ser evitado o trabalho em altura.
    Utilização de equipamentos para reduzir a distância e as conseqüências da queda.

  • NR35 Capacitação

    NR35 Capacitação

    Programa de Capacitação

    Treinamento inicial

    Treinamento periódico

    Treinamento eventual

  • NR35 Capacitação

    NR35 Capacitação

    Treinamento Inicial
    Considera-se trabalhador capacitado para trabalho em altura aquele que foi submetido e aprovado em treinamento, teórico e prático, com carga horária mínima de oito horas, com conteúdo programático mínimo

  • NR35 Capacitação

    NR35 Capacitação

    Conteúdo programático mínimo:
    Normas e regulamentos aplicáveis ao trabalho em altura;
    Análise de Risco e condições impeditivas;
    Riscos potenciais inerentes ao trabalho em altura e medidas de prevenção e controle;
    Sistemas, equipamentos e procedimentos de proteção coletiva;
    Equipamentos de proteção individual para trabalho em altura: seleção, inspeção, conservação e limitação de uso;
    Acidentes típicos em trabalhos em altura;
    Condutas em situações de emergência, incluindo noções de técnicas de resgate e de primeiros socorros.

  • NR35 Capacitação

    NR35 Capacitação

    Treinamento Periódico

    deve ser realizado a cada dois anos

    Carga horária de 8 horas

    Conteúdo programático definido pelo empregador.

  • NR35 Capacitação

    NR35 Capacitação

    Treinamento eventual
    mudança nos procedimentos, condições ou operações de trabalho;
    evento que indique a necessidade de novo treinamento;
    quando do retorno de afastamento ao trabalho por período superior a noventa dias;
    mudança de empresa.
    carga horária e o conteúdo programático devem atender a situação que o motivou.

  • NR35 Autorização

    NR35 Autorização

    Considera-se trabalhador autorizado para trabalho em altura aquele capacitado, cujo estado de saúde foi avaliado, tendo sido considerado apto para executar essa atividade e que possua anuência formal da empresa.

    A autorização é um processo administrativo através do qual a empresa declara formalmente sua anuência, autorizando a pessoa a trabalhar em altura. Para a autorização devem ser atendidos dois requisitos: a capacitação e a aptidão do trabalhador.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 30,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • NR35 Planejamento
  • NR35 Capacitação
  • NR35 Autorização
  • NR35 Aptidão
  • NR35 Execução
  • NR35 Permissão de Trabalho
  • NR35 EPI
  • NR35 Emergência e Salvamento
  • Sistema de Ancoragem
  • Mosquetão
  • Descensor
  • Freio Oito
  • ATC (Air Trafic Control)
  • Stop
  • Rack
  • Cordas e cordeletes
  • Cordas Dinâmicas 
  • Cordas Estáticas
  • Cordeletes
  • Cadeirinhas ou baudrier
  • Capacetes
  • Luvas
  • OBRIGADO
  • OBSERVAÇÃO: PARA CONCLUIR O CURSO O ALUNO TERÁ QUE ESTA LOGADO AS 5 HORAS DO CURSO, SE NÃO FICAR, O CERTIFICADO CONSTARÁ APENAS O TEMPO EM QUE FICOU.
  • EXEMPLO: CURSO DE 2 HORAS, ACABOU EM 1 HORA, NO CERTIFICADO ESTARÁ CARGA HORÁRIA 1 HORA.
  • NÃO HAVERÁ AVALIAÇÃO FINAL, APENAS CONCLUSÃO DOS SLIDE