Curso Online de NR 35 TRABALHO EM ALTURA.

Curso Online de NR 35 TRABALHO EM ALTURA.

Entre as principais causas de acidentes graves entre os colaboradores estão os acidentes que envolvem queda de pessoas e materiais, sendo...

Continue lendo

Autor(a):

Carga horária: 23 horas

De: R$ 40,00 Por: R$ 23,00
(Pagamento único)

Certificado digital Com certificado digital incluído

Entre as principais causas de acidentes graves entre os colaboradores estão os acidentes que envolvem queda de pessoas e materiais, sendo que a maioria ocorre em vários ramos de atividades o que torna necessário nossa intervenção em tais situações de riscos, regularizando o processo e assim tornando o trabalho mais seguro, é primordial promover a capacitação dos colaboradores os quais realizam trabalhos em altura e no que diz respeito quanto à prevenção de acidentes, estar sempre que possível e necessário realizando as análises de riscos, bem como estar sempre verificando o uso correto e principalmente as principais particularidades que determinados EPI`s e também os EPC`s venham a apresentar, estes devem ser específicos para o trabalho em altura a ser desempenhado, deve-se também antes de tudo estar sempre preparado para uma conduta correta em diversas situações de emergência sempre se considerando o uso correto das Normas Reguladoras.

Conhecimentos em automação industrial, domínio em SDCD, PIMS, OTS. Vivência com MS Project. Conhecimentos em Metrologia Básica, ISO TS, CEP, ICP, MASP, QSB, UML, Sólido conhecimento em Gestão de budget. Conhecimento em PCM. Familiaridade com leitura e interpretação de documentos de engenharia (diagramas, arranjos e P&IDs. Conhecimentos: Lean, Programação de Análise, Indicadores, 5S . Conhecimento em obras públicas e com planilhas EMOP; conhecimento das técnicas de gerenciamento de projetos do PMBOK; Auto Cad; Office. Conhecimento em CAE. Conhecimento em ferramentas da qualidade (PDCA,4M,5W1H) Conhecimentos da metodologia PMI, análise de processos industriais e fluxo de produção; desenvolvimento, implantação e validação de processos de produção; planejamento, elaboração e coordenação de Projetos; conhecimentos em ferramentas de qualidade (FMEA, Análise de risco, PDCA, CEP, etc); ferramentas de Melhoria Contínua e elaboração de procedimentos conforme requisitos de Qualidade. Conhecimentos em validação virtual e cálculo para discussões como FEM, modal, fadiga, performance veicular; Conhecimento em PLSV. Vivência em medições de contrato e controle da qualidade técnica. Conhecimentos em Gestão de Processos (BPMN, CBOK e Critérios de Excelência FNQ Conhecimento relevante das normas internacionais: AWS/ASME/DIN/API/NACE/IACS; Vivência nos softwares: Auto Cad e softwares de confecção de diagramas: E3/Eplan/Elecworks. Conhecimento sobre indústria com desenvolvimento de produto e supply chain. Conhecimento em Cronograma EPM; Conhecimentos em softwares gráficos (UNIPLOT, DIADEM, MATLAB, etc); Vivência com sistema SAP, implantação de TPM e habilidades com liderança de equipes; Conhecimento nos módulos PM e MM do SAP ECC. Conhecimento do sistema Oracle. Conhecimentos no SAP - Módulo PM. Controle de todos os KPI´s da manutenção; Experiência em Manutenção Industrial, Preditiva e Preventiva; Interpretação de desenhos técnicos; Conhecimentos em dimensionamento de equipamentos industriais, tais como acoplamentos, rolamentos, transportadores, redutores, bombas, etc; Experiência em Gestão de Pessoas; Comunicação eficiente com equipes multidisciplinares e bom relacionamento interpessoal; Know How em tecnologias, planejamento, gestão de projetos, gestão à vista, Conhecimentos em gestão de projetos, processos de corrosão, análise estrutural, interpretação de desenho técnico, avaliação de viabilidade econômica. Sólidos conhecimentos e software estatístico. Conhecimentos em implementação de Processos de Melhoria Continua em Lean Manufacturing, WCM.



  • Aqui você não precisa esperar o prazo de compensação do pagamento para começar a aprender. Inicie agora mesmo e pague depois.
  • O curso é todo feito pela Internet. Assim você pode acessar de qualquer lugar, 24 horas por dia, 7 dias por semana.
  • Se não gostar do curso você tem 7 dias para solicitar (através da pagina de contato) o cancelamento ou a devolução do valor investido.*
  • Adquira certificado ou apostila impressos e receba em casa. Os certificados são impressos em papel de gramatura diferente e com marca d'água.**
* Desde que tenha acessado a no máximo 50% do material.
** Material opcional, vendido separadamente.

Modelo de certificados (imagem ilustrativa):

Frente do certificado Frente
Verso do certificado Verso
  • NR 35
    TRABALHO EM ALTURA

  • Entre as principais causas de óbitos entre os colaboradores estão os acidentes que envolvem queda de pessoas e materiais, sendo que a maioria ocorre em vários ramos de atividades o que torna necessário nossa intervenção em tais situações de riscos, regularizando o processo e assim tornando o trabalho mais seguro, é primordial promover a capacitação dos colaboradores os quais realizam trabalhos em altura e no que diz respeito quanto à prevenção de acidentes.

  • Estar sempre que possível e necessário realizando as análises de riscos, bem como estar sempre verificando o uso correto e principalmente as principais particularidades que determinados EPI`s e também os EPC`s venham a apresentar, estes devem ser específicos para o trabalho em altura a ser desempenhado, deve-se também antes de tudo estar sempre preparado para uma conduta correta em diversas situações de emergência sempre se considerando o uso correto das Normas Reguladoras.

  • Tem se verificado no decorrer dos últimos anos em todo o país um substancial aumento referente ao número de acidentes de trabalho e também no registro de mortes de operários, principalmente devido a queda ou choque elétrico o que demanda um planejamento sistemático de todos os processos e também dos recursos de uma obra, contemplando desde a qualificação do colaborador até a manutenção dos equipamentos.

  • É necessário dispor de elementos que garantam a qualidade da construção mas somente isto não é o suficiente para garantir a qualidade na execução de uma determinada obra. Isto somente é possível caso se considere também a qualidade no recebimento de materiais demais equipamentos e também a qualidade na execução dos serviços de cada etapa da obra. (SOUZA, 1995).

  • Quanto aos acidentes os quais envolvem a queda de colaboradores, estes podem ocorrer em vários ramos de várias atividades, como por exemplo, em serviços de manutenção e limpeza de fachadas predial; na instalação de torres de telefonia, de energia, de antenas de TV a cabo, de pára-raios e outdoors; como também na operação de gruas e guindaste; carga e descarga em caminhões; no depósito de materiais e silos, dentre outros vários.

  • Assim torna-se muito necessário a intervenção em situações de risco, regularizando os processos de forma geral e tornando as diversas tarefas e os ambientes mais seguros.

  • A falta de cultura prevencionista, de fiscalização adequada e de consciência profissional, além da despreocupação com o colaborador, vem se mostrando uma realidade amarga quanto ao número elevado de acidentes no trabalho.

  • Podemos citar também que as principais causas de acidentes graves e fatais se devem a eventos que envolvem quedas de colaboradores de diferentes níveis o que torna necessária a criação de uma Norma Regulamentadora ampla que atenda a todos os ramos de atividades e que seja um importante instrumento de referência para que tais trabalhos sejam realizados de forma segura.

  • É necessário realizar análises de eventos adversos o que possibilitará a compreensão dos riscos sendo assim possível solucionar problemas e proteger pessoas. Por este motivo, muito mais que investigar riscos envolvidos na realização de trabalhos em diferenças de nível é primordial propor medidas de prevenção para estes para que assim haja uma minimização deste tipo de acidentes de trabalho.

  • 2 ACIDENTES DE TRABALHO
    2.1 - Conceitos:
    Segundo Rocha (1999), as primeiras referências à segurança do trabalho no mundo surgiram com alguns filósofos do período pré-cristão. Entre este período pré-cristão e a era cristã, encontram-se relatos sobre doenças de colaboradores relacionadas ao chumbo e estanho, com recomendações para utilização de máscaras.


Matricule-se agora mesmo Preenchendo os campos abaixo
R$ 23,00
Pagamento único
Processando... Processando...aguarde...
Autorizo o recebimento de novidades e promoções no meu email.

  • Capítulo 1 INTRODUÇÃO
  • 1.1 Considerações Iniciais
  • 1.2 Justificativas
  • 1.3 Objetivos
  • Capítulo 2 ACIDENTES DE TRABALHO
  • 2.1 Conceitos
  • 2.2 Causas
  • 2.3 Consequências
  • Capítulo 3 A PREVENÇÃO
  • 3.1 Causas de quedas relacionadas a altura
  • 3.2 Normas
  • 3.2.1 Norma Brasileira Registrada 7678
  • 3.2.2 NR 17 Ergonomia
  • 3.2.3 NR 18 Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção
  • 3.2.4 Recomendação Técnica de Procedimentos - Medidas de Proteção Contra Quedas de Altura RTP nº 1
  • 3.2.5 Recomendação Técnica de Procedimentos - Movimentação e Transporte de Materiais e Pessoas Elevadores de Obra RTP nº 2
  • 3.2.6 Recomendação Técnica de Procedimentos - Escadas, Rampas e Passarelas RTP nº 4
  • 3.2.7 NBR 6494 Norma de Segurança nos Andaimes
  • 3.2.8 NR 6 Equipamento de Proteção Individual
  • 3.2.9 NR 35 Trabalho em Altura
  • 3.2.10 BS 8800:1996 - Sistema de Gestão
  • 3.2.11 Bricklayer Unit Standard e Carpentry Unit Standard
  • 3.3 Técnicas de Prevenção de Quedas
  • Capítulo 4 CONCLUSÃO